Cientistas já sabem como é que este réptil viveu com um pescoço tão comprido

Nobu Tamura / Wikimedia

Reconstrução do Tanystropheus longobardicus

O pescoço bastante longo do Tanystropheus, réptil que viveu durante o Triássico, confunde os cientistas há quase dois séculos. Mas, agora, uma equipa conseguiu encontrar algumas respostas.

De acordo com o site Science Alert, o réptil Tanystropheus podia atingir mais de cinco metros de comprimento, sendo que a cauda representava cerca de um terço e o corpo talvez um quarto. O resto era só pescoço.

“O Tanystropheus parecia um crocodilo atarracado com um pescoço muito, muito longo”, afirma o paleontólogo Olivier Rieppel, do Museu Field de História Natural, em Chicago, nos Estados Unidos.



No entanto, nem todos os espécimes descobertos têm o tamanho de um crocodilo. Alguns são bastante mais pequenos, o que levou os paleontólogos a questionar se seriam animais mais jovens ou representantes de uma outra espécie.

Para perceber isso, a equipa usou raios-X em vários esqueletos, transformando os exames em modelos 3D através de uma tecnologia de tomografia computadorizada (TC) de alta resolução.

Os anéis de crescimento revelaram que os Tanystropheus mais pequenos eram, realmente, animais adultos, deixando bastante claro que os investigadores tinham em mãos duas espécies distintas.

Portanto, para as distinguir, os cientistas batizaram o réptil maior de T. hydroides, em homenagem à Hidra de Lerna, da mitologia grega, e o mais pequeno manteve o nome da espécie original: T. longobardicus.

(dr) Spiekman, et al., Current Biology, 2020

A comparação de tamanho das duas espécies de Tanystropheus com um humano

A transformação das imagens em modelos digitais também permitiu à equipa ter uma ideia mais clara da anatomia deste animal. “Fomos capazes de reconstruir um crânio 3D quase completo, revelando detalhes morfológicos cruciais”, disse Stephan Spiekman, investigador da Universidade de Zurique, na Suíça, e autor principal do estudo publicado, a 6 de agosto, na revista científica Current Biology.

O crânio mostra que as narinas estavam ‘empoleiradas’ no topo, tal como os crocodilos, o que permitiria ao animal manter os pulmões cheios de ar enquanto esperava pela passagem das suas presas. Isto mostra que o Tanystropheus se sentia bem na água.

Os dentes pontiagudos também levam a crer que este réptil teria uma boca bastante eficiente para capturar cefalópodes, pelo menos a espécie maior. “A espécie mais pequena alimentava-se, provavelmente, de pequenos animais como o camarão, em contraste com os peixes e lulas que a espécie maior comia”, explicou Spiekman.

“Isto é realmente notável, porque esperávamos que o pescoço bizarro do Tanystropheus fosse especializado para uma única tarefa, como o pescoço de uma girafa. Mas, na verdade, permitiu vários estilos de vida. Isto muda completamente a maneira como olhamos para este animal”, declarou ainda.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

A luz solar pode tornar os sacos de plástico (ainda) mais perigosos para o ambiente

A exposição ao sol dos sacos plásticos cria dezenas de milhares de novos componentes químicos que se podem dissolver na água, num processo que é bastante rápido. Os danos dos sacos de plástico para o ambiente …

Afinal, as dietas detox não são tão milagrosas como prometem

As dietas detox ganharam muita popularidade nos últimos anos, mas os nutricionistas argumentam que as promessas feitas por estes regimes alimentares não têm bases científicas. Explodiram em popularidade nos últimos tempos, mas parece que as dietas …

Processo Príncipe André. Tribunal de Nova Iorque faz audição pré-julgamento

Os advogados da mulher que alega ter sido abusada por André argumentaram em tribunal que o Príncipe já foi informado do processo. Depois de ter sido processado por uma alegada vítima de abusos sexuais, o processo …

Mulheres podem vir a fazer parte da Guarda Suíça do Vaticano. Quartel adaptado já está a ser projetado

Apesar de ainda não haver permissão para a sua presença na Guarda Suíça do Vaticano, já está a ser projetado um quartel adaptado à acomodação de mulheres. Atualmente, o corpo de elite que protege o papa …

Projeto vai testar inteligência artificial no diagnóstico precoce do cancro gástrico

Investigadores da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP) integram um projeto que visa desenvolver novos algoritmos para testar o uso da inteligência artificial no diagnóstico precoce do cancro gástrico, foi anunciado esta segunda-feira. Em …

Jerónimo pede "mais tento" a Costa nas críticas aos autarcas do PCP

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, sugeriu hoje a António Costa que tenha “mais tento” e “mais cuidado” nas críticas apontadas aos autarcas comunistas, considerando que é “inquestionável” o trabalho da CDU ao serviço …

China e Vietname devem "evitar aumento das disputas" no Mar do Sul da China

A China e o Vietname devem se abster de ações unilaterais em relação ao Mar do Sul da China para não potenciar as disputas já existentes, afirmou o conselheiro de estado chinês Wang Yi. Segundo o …

Covid-19: Governo convoca para quinta-feira reunião no Infarmed sobre situação epidemiológica

As reuniões sobre a evolução da situação epidemiológica da covid-19 em Portugal, juntando políticos e especialistas, vão ser retomadas esta quinta-feira no Infarmed, em Lisboa, disse à agência Lusa fonte do executivo. A reunião de quinta-feira, …

Portugal estreia-se no Mundial de Futsal com uma vitória por 4-1 frente à Tailândia

A selecção lusa estreou-se com uma goleada frente à Tailândia e garantiu o segundo lugar do grupo, estando apenas atrás de Marrocos devido à diferença de golos. Não havia melhor maneira de começar a campanha do …

Um novo nanomaterial continua seco submerso - e pode tornar o combustível mais eficiente

A nova criação distingue-se de descobertas anteriores semelhantes porque mantém-se completamente seca mesmo depois de estar submersa durante várias horas - e tem muito potencial. Parece coisa de ficção científica, mas tornou-se realidade. Uma equipa de …