A primavera já é a estação mais chuvosa do ano, mas a tendência pode piorar

“As chuvas de abril trazem as flores de maio”, o ditado é antigo e, segundo a ciência, é verdadeiro. Talvez por isso o início da primavera traga meses previsivelmente tão chuvosos, sobretudo no hemisfério norte.

A primavera não ocorre ao mesmo tempo em todo o mundo. A mudança das estações resulta da rotação da Terra em torno do Sol, por isso o tempo de uma determinada estação depende do hemisfério onde se vive.

No hemisfério norte, a primavera estende-se entre março e junho. No geral,  estes hemisfério recebe mais chuvas do que o sul, e este fenómeno tem uma explicação.

O facto de uma região ser particularmente chuvosa depende de fatores como latitude, altitude, ventos predominantes e topografia. Essa mistura de pontos-chave posiciona o hemisfério norte para receber mais chuvas durante a primavera, principalmente nos Estados Unidos.

Isto acontece porque nuvens formam-se a partir do vapor de água que evaporou da superfície da Terra. Durante a transição da primavera de temperaturas mais frias para mais quentes, o ar ao nosso redor aquece.

Assim, o ar frio e seco do inverno combina com o ar quente e húmido do verão. A mistura de temperaturas faz com que o ar suba e a humidade surge em forma de chuva.

O fenómeno leva a uma primavera especialmente húmida no hemisfério norte devido a uma combinação de condições ideais de temperatura, proximidade de cadeias de montanhas e ventos predominantes.

Quando o verão se aproxima, as chuvas de primavera transformam-se em chuvas ocasionais à medida que as temperaturas aumentam.

Por outro lado, embora também chova no hemisfério sul durante a primavera, o fenómeno não acontece em todas regiões do mundo.

De acordo com Kevin Trenberth, cientista no National Center for Atmospheric Research (NCAR), a configuração dos continentes e do oceano é bastante diferente ao sul do equador.

Mais a sul, os continentes são subtropicais e as principais trilhas das tempestades ficam em latitudes mais altas do que no hemisfério norte, o que significa que países como a Nova Zelândia, Tasmânia, Chile ou Argentina são os que mais sofrem com as tempestades de primavera, refere o Discover.

Por exemplo, nos EUA, as tempestades movem-se do Pacífico para a região leste, enquanto captam muita humidade do Golfo do México, o que leva a que muitas vezes sejam criadas grandes tempestades e surtos de tornados.

Contudo, é importante frisar que o aquecimento global, induzido pelas mudanças climáticas, provocou uma mudança nas estações em todo o mundo.

Com invernos mais curtos e primaveras que se iniciam mais cedo, o aumento das temperaturas também é perturbador nos padrões climáticos: à medida que o mundo fica mais quente, a água evapora mais rápido, o que leva à uma maior presença de humidade na atmosfera sobre os oceanos.

Esta situação desencadeia chuvas mais intensas, pode criar mais tempestades e aumentar o risco de inundações na primavera.

  ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Sugestão de correcção: “A mudança das estações resulta da rotação da Terra em torno do Sol” … para “A mudança das estações resulta da translação da Terra em torno do Sol”.
    A rotação da Terra geram os dias (dia e noite).

    • Também não estaria completamente correcto. A inclinação axial, que é o resultado dos dois movimentos, é que cria as estações do ano.

      • Estaria incompleto, sem dúvida. Para afinar mesmo, resulta da translação e da obliquidade da eclíptica (a rondar os 23º).

RESPONDER

Cogumelos laminados

O consumo de cogumelos pode diminuir o risco de depressão

Além de reduzirem o risco de cancro e morte prematura, os cogumelos podem beneficiar a saúde mental de uma pessoa. Uma equipa de investigadores da Faculdade de Medicina de Penn State, nos Estados Unidos, analisou dados …

Os hipopótamos de Pablo Escobar começaram a ser esterilizados

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do indesejado legado deixado na Colômbia pelo traficante de droga Pablo Escobar, está a ser esterilizado. Quando o Cartel de Medellín estava no seu auge, Pablo Escobar gastou parte …

Ian Brackenbury Channell, o "feiticeiro de Christchurch"

Duas décadas depois, uma cidade neozelandesa decidiu despedir o seu feiticeiro

Vinte e três anos depois, a autarquia de Christchurch, na Nova Zelândia, decidiu despedir Ian Brackenbury Channell, o famoso feiticeiro da cidade. Desde 1998 que Ian Brackenbury Channell era o "feiticeiro de Christchurch", sendo responsável por …

Um dos microscópios de Darwin vai a leilão. Esteve nas mãos da sua família durante quase 200 anos

Um microscópio que Charles Darwin ofereceu ao filho Leonard - e que esteve nas mãos da sua família ao longo de quase 200 anos - vai ser leiloado em dezembro e poderá valer cerca de …

Pedro Sánchez promete abolir a prostituição em Espanha, por considerar que esta "escraviza" as mulheres

Espanha é um dos países europeus com mais trabalhadoras na indústria do sexo, as quais são sobretudo originárias de países da Europa mais pobres, da América Latina e de África. O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez anunciou …

"Um milagre". Dois jovens sobreviveram quase uma semana no deserto australiano

Dois jovens, de 14 e 21 anos, sobreviveram durante quase uma semana no deserto, sem água e sem comida, depois de se terem perdido no Território do Norte, na Austrália. A polícia fala num verdadeiro …

Carlos Moedas

Moedas vai "dar tudo como presidente" e exige que seja respeitada a legitimidade do seu mandato

Carlos Moedas tomou posse, esta segunda-feira, como novo presidente da Câmara de Lisboa, tendo falado dos objetivos para o próximo quadriénio e deixado um elogio ao seu antecessor e alguns avisos à esquerda. Depois dos cumprimentos …

Chanceler austríaco Sebastian Kurz

Sondagens falsas e notícias favoráveis. O lado negro de Sebastian Kurz foi desmascarado

Sebastian Kurz e pessoas que lhe são próximas foram acusados de tentar garantir a sua ascensão à liderança do partido e do país com a ajuda de sondagens manipuladas e notícias favoráveis na imprensa, financiadas …

Tem uma carreira de sonho na Nike, mas cometeu um homicídio há 65 anos

O presidente da Jordan Brand, Larry Miller, revelou que, há 56 anos, matou um adolescente nas ruas de Filadélfia, nos Estados Unidos. O presidente da Jordan Brand — marca do ex-jogador de basquetebol Michael Jordan — …

Rio diz que decisão sobre eventual recandidatura está "quase tomada"

O presidente do PSD afirmou, esta segunda-feira, que a decisão sobre a sua eventual recandidatura está "quase tomada" e será anunciada em breve. Em declarações aos jornalistas à chegada à tomada de posse do novo presidente …