Mulher com antebraços musculados descoberta na mais antiga sepultura conhecida da América Central

Mirjana Roksandic / Universidade de Winnipeg

A sepultura da mulher (em cima) e uma ilustração de como foi enterrada (abaixo)

Arqueólogos descobriram a mais antiga sepultura humana conhecida na América Central: os restos mortais de uma mulher misteriosa que viveu há 5.900 anos no que hoje é o Nicarágua.

Regiões tropicais não preservam bem os restos mortais humanos, mas, neste caso, os ossos da mulher permaneceram intactos devido ao local onde foi enterrada.

“Foi enterrada num monte de conchas, o que reduziu a acidez do solo e ajudou a preservar os restos mortais”, disse Mirjana Roksandic, antropóloga na Universidade de Winnipeg, no Canadá, e líder do estudo publicado em dezembro na revista Antiquity.

É incrivelmente raro encontrar antigos restos mortais humanos na costa do Nicarágua, um país com cerca de 6 milhões de pessoas que é a segunda nação mais pobre do hemisfério ocidental

Mas Roksandic e sua equipa – que estudam os povos antigos que viviam em Cuba – receberam uma dica de um colega antropólogo de que poderia haver algo que valesse a pena investigar em Monkey Point, uma aldeia costeira no sul do Nicarágua. “Fiquei encantada e fui lá imediatamente visitar o local e examinar a sepultura”, contou Roksandic.

O local exato, conhecido como Angi, foi originalmente escavado na década de 1970. Mas os ossos da misteriosa mulher não foram encontrados até recentemente.

Os antropólogos descobriram que a mulher estava a 2,3 metros abaixo da superfície. Quando perceberam que tinham descoberto ossos humanos, os cientistas imediatamente receberam permissão das comunidades locais de Rama e Kriol para continuar o trabalho.

De seguida, descobriram que a mulher tinha sido enterrada num poço oval e raso. Estava de costas, com as pernas flexionadas em direção ao estômago e os braços ao longo dos lados do corpo.

Mirjana Roksandic / Universidade de Winnipeg

À esquerda, uma foto durante a escavação. À direita, um desenho, mostrando as diferentes camadas, bem como onde as conchas e o corpo foram enterrados

Uma análise revelou que a mulher era adulta, mas não particularmente velha – provavelmente entre 25 e 40 anos de idade. A mulher tinha 1,50 metros de altura, o que é curto para os padrões norte-americanos e europeus do norte, “mas não para os padrões da América Central e outras populações do sul”, observou Roksandic.

Apesar da pequena estatura da mulher, ela “desenvolveu fortemente a musculatura do antebraço – possivelmente por causa de remo ou atividades semelhantes”, disse Roksandic. Ainda hoje, os habitantes locais são adeptos de remo.

 

Dado que poucos restos humanos antigos são encontrados em lugares tropicais, pouco se sabe sobre as culturas indígenas da América Central. Enquanto os povos antigos que constroem conchas são frequentemente pescadores e horticultores, “sem um estudo mais aprofundado do local, não será possível determinar quem eram, porque a sepultura foi colocada ali e qual é o significado deste indivíduo em particular”, explicou Roksandic.

Os restos mortais da mulher estão atualmente alojados no Museu Cultural Histórico CIDCA. As comunidades locais, que estão a trabalhar com os antropólogos sobre como preservar a sua herança, decidirão o que acontecerá de seguida.

PARTILHAR

RESPONDER

Qual o tamanho mínimo para que um planeta possa ser habitável? Cientistas responderam

Uma equipa de cientistas de Harvard revelou o tamanho crítico abaixo do qual um planeta nunca pode ser habitável, mesmo que esteja numa área com uma distância à sua estrela que permita a existência de …

Criatura com "cabeça de canivete suíço" deu origem aos escorpiões e às aranhas

Encontrada no Canadá, esta nova espécie de fóssil provou ser o quelicerado mais antigo, situando a origem dos escorpiões e das aranhas há 500 milhões de anos. Com o tamanho de um dedo polegar, olhos em …

Benfica 2-0 Gil Vicente | "Águia" q.b. bate minhotos aguerridos

O Benfica cumpriu frente ao Gil Vicente, no Estádio da Luz, e venceu por 2-0, com um golo a fechar a primeira parte e outro a abrir a segunda. A formação “encarnada” sentiu muitas dificuldades para …

Há cidades que, em 2050, vão ser quentes demais para se visitar

Em 2050, há cidades que vão ser vítimas do flagelo das alterações climáticas. As altas temperaturas vão impedir que os turistas explorem cada recanto destas metrópoles. Os efeitos das alterações climáticas são cada vez mais visíveis.. …

As legislativas não se ganham nas sondagens, alerta Costa

Após ter sido divulgada mais uma sondagem este sábado, António Costa afirmou que as eleições não se ganham nas sondagens e apelou para a mobilização de modo a garantir a vitória. O secretário-geral do PS, António …

Prémios IgNobel: uma máquina para mudar fraldas e uma pizza anticancro

Os vencedores da 29.ª edição dos prémios IgNobel foram anunciados na quinta-feira, na Universidade de Harvard, no Estado norte-americano do Massachusetts. Os prémios IgNobel - uma paródia dos prémios atribuídos pelas academias suecas e norueguesa - …

Atriz Felicity Huffman condenada a 14 dias de prisão

A atriz de "Donas de Casa Desesperadas" foi ainda multada em 30 mil dólares e terá de cumprir 250 horas de serviço comunitário. Depois de cumprido o tempo de prisão, Felicity Huffman ficará um ano …

Casa Branca confirma morte de um dos filhos de Osama Bin Laden

Hamza Bin Laden, que teria cerca de 30 anos, era um dirigente destacado da al-Qaeda. “A morte de Hamza Bin Laden priva a al-Qaeda das suas relevantes capacidades de liderança e da ligação simbólica ao …

Portugal perde na Taça Davis frente à Bielorrússia

Pedro Sousa, colocado em 123.º no 'ranking' ATP, perdeu por 3-2 contra a Bielorrússia, na eliminatória do Grupo I da Zona Europa/África da Taça Davis. Este sábado, o tenista Pedro Sousa foi derrotado no último encontro …

Governo abre mais de 2000 vagas para estágios na Administração Local

Há mais de 2000 estágios para atribuir em todo o país e as candidaturas estão abertas até 11 de outubro. Norte e Centro lideram o número de vagas. Na quarta-feira, foi divulgado, em Diário da República, …