Mudança climática ameaça segurança sanitária mundial

unisgeneva / Flickr

O diretor executivo do Conselho de Administração do Programa da Organização das Nações Unidas (ONU) para o Meio Ambiente, Achim Steiner

O diretor executivo do Conselho de Administração do Programa da Organização das Nações Unidas (ONU) para o Meio Ambiente, Achim Steiner

A propagação, nos últimos anos, de doenças infeciosas como a malária, a Chikungunya e mesmo o Ébola são exemplos de como a mudança climática ameaça a segurança sanitária mundial, refere a ONU.

O diretor executivo do Conselho de Administração do Programa da Organização das Nações Unidas (ONU) para o Meio Ambiente, Achim Steiner, revelou que “a mudança climática afeta as temperaturas e as condições climáticas das regiões, pelo que, por exemplo, em África, os mosquitos podem propagarem-se de uma região para outra com mais facilidade que antes, tal como na América latina.

Steiner, em declarações à EFE na véspera da apresentação da última parte do Quinto Relatório de Avaliação, elaborado pelo Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas (IPCC), acrescentou que “em muitas partes do mundo se verá o regresso ou a chegada de doenças que simplesmente não se tinham reportado antes, devido às altas temperaturas”.

O responsável salientou que tal afetará a “infraestrutura sanitária e o sistema de saúde e, em última instância, a saúde e o bem-estar de cada uma das populações do planeta”.

Por isso, a comunidade científica ambiental está a estreitar laços com os organismos sanitários a nível global e Steiner referiu-se à reunião da Organização Mundial de Saúde, em Genebra, Suíça, há meses.

“A conclusão foi a de que o tratado climático que é assinado em Paris também será um acordo para a saúde global, porque, claramente, há uma ligação muito direta entre as mudanças ambientais que resultam do aquecimento global e as grandes ameaças à saúde”.

Outro efeito na saúde da mudança climática é a contaminação, uma vez que a “emissão de dióxido de carbono e outro contaminante causam agora a morte prematura de aproximadamente sete milhões de pessoas no mundo em cada ano”.

“Esse registo é maior do que o número de mortes prematuras por VIH/SIDA e a malária”, referiu Achim Steiner, que preconiza a implementação de políticas ambientais.

No seu entender, “há grandes economias como o Brasil que tomaram medidas significativas para resolver as principais fontes de emissões de gases de efeito estufa, neste caso o dióxido de carbono”.

“O Brasil tem ajudado muito para reduzir o desmatamento, que é, talvez, um dos passos mais importantes”, disse, elogiando a Nicarágua pela “incorporação de tecnologias de energias renováveis para gerar eletricidade.”

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

FBI emite mandado de detenção a Brian Laundrie, namorado de Gabby Petito

O namorado de Gabby Petito desapareceu três dias depois da jovem também ter sido dada como desaparecida. O jovem de 23 anos está também a ser acusado de fraude bancária. O FBI emitiu esta quarta-feira um …

Cavidade gigante no espaço lança nova luz sobre a formação estelar

Astrónomos que analisaram mapas 3D das formas e tamanhos de nuvens moleculares próximas descobriram uma cavidade gigantesca no espaço. O vazio em forma de esfera, descrito na revista The Astrophysical Journal Letters, abrange cerca de 150 …

Professor que fazia vídeos obscenos foi suspenso

O Ministério da Educação suspendeu o professor de Economia e Direito da Escola Secundária Eça de Queirós, na Póvoa de Varzim, que terá um canal de YouTube com vídeos obscenos. O docente da Secundária Eça de …

Bolsonaro quis apostar caixa de uísque com Boris Johnson por “anticorpos”

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, revelou na quinta-feira que tentou "apostar uma caixa de uísque" com o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, alegando ter mais anticorpos para a covid-19 do que o britânico. A sugestão …

Sondagens, sondagens, sondagens. O que esperar da noite eleitoral

Para além do poder local, muito está em jogo nas próximas eleições autárquicas, com algumas direções nacionais a fazerem depender seu futuro do resultado alcançado no domingo. Enquanto as urnas não abrem, uma ronda pelas …

Vulcão, La Palma

Vulcão nas Canárias com períodos mais explosivos já devastou 240 hectares

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha de La Palma (Canárias) mantém-se ativo, apresentando períodos mais explosivos e tendo já devastado cerca de 240 hectares de terrenos num perímetro de cerca de 16 quilómetros. Dados também fornecidos …

IVAucher só poderá ser utilizado em 1% dos restaurantes e hotéis

A apenas uma semana do início da segunda fase do IVAucher, só 1.500 empresas de restauração, alojamento e cultura, de um total de 118 mil, estão inscritas no programa. Até ao fim de agosto, os consumidores …

"Ganhámos com a covid-19". Depois do "ridículo", Secretário de Estado explica-se

O Secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, entrou na campanha eleitoral pelos piores motivos. Tudo porque disse que "ganhámos com a covid". Uma frase que já veio explicar depois de ter sido arrasado, …

Fora dos planos de Jesus, Gabriel pode estar de saída para o Qatar

O Al-Gharafa quer Gabriel por empréstimo com duração de uma temporada. O negócio está perto de se concretizar e envolve uma opção de compra de 6 milhões de euros. O Benfica continua à procura de solução …

Ex-presidente da Catalunha detido em Itália (e pode vir aí mais uma derrota para Espanha)

Carles Puigdemont, o ex-presidente da Catalunha, foi detido em Itália, na Sardenha. O também eurodeputado era alvo de um mandado internacional e vai tentar, mais uma vez, escapar à extradição para Espanha. Fontes contactadas pela agência …