Merkel admitiu ter uma “relação conflituosa” com Presidente francês

Carsten Koall / EPA

A chanceler alemã, Angela Merkel, admitiu ter um “relacionamento conflituoso” com o Presidente francês, Emmanuel Macron, numa entrevista publicada pelo diário alemão Suddeutsche Zeitung.

“É claro que temos um relacionamento conflituoso”, respondeu a chanceler alemã, explicando que “há diferenças de mentalidade” entre ela e o Presidente francês, bem como na forma como entendem o seu papel político.

Os dois líderes tiveram várias desavenças nos últimos meses, sobre o congelamento de vendas de armas para a Arábia Saudita, decidido pela Alemanha após o assassínio do jornalista Jamal Khashoggi, sobre o futuro da União Europeia ou sobre os sucessivos adiamentos concedidos ao Reino Unido para o Brexit.

A chanceler, no entanto, destaca nesta entrevista o “enorme progresso” que foi alcançado na área da defesa, onde têm demonstrando posições aproximadas e apresentaram programas de desenvolvimento militar comuns.

“Decidimos desenvolver um caça e um tanque juntos. É um sinal de confiança contarmos uns com os outros em política de defesa”, afirmou Merkel. Os dois líderes também assinaram em janeiro o Tratado de Aix-la-Chapelle sobre cooperação e integração franco-alemã. Quando interrogada sobre se as relações entre ambos se deterioraram nos últimos meses, Merkel rejeitou firmemente: “Não, de maneira nenhuma”

A chanceler assinalou que na altura do discurso de Macron na Universidade Sorbonne, em Paris, em setembro de 2017, sobre a revitalização da Europa, ela estava a acabar de sair de eleições e a tentar negociar uma nova coligação na Alemanha, pelo que fez observações críticas sobre as propostas europeias de Macron. Merkel também enfatizou as diferenças de modelo político entre os dois países, para justificar o seu afastamento relativamente ao Presidente francês.

“Eu sou chanceler de um Governo de coligação e sou muito mais dependente do Parlamento do que o Presidente francês, que não pode sequer entrar na Assembleia Nacional”, em nome da separação dos poderes executivo e legislativo.

Sobre as próximas eleições para o Parlamento Europeu, Merkel diz que são de “grande importância”. “Há muita gente preocupada com a Europa. Eu também estou”, disse a chanceler ao jornal diário alemão.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A Realidade Virtual pode ser a próxima terapia para tratar pânico, fobias e distúrbios

A Oxford VR, empresa britânica de realidade virtual, acaba de acumular mais de 13 milhões de euros para investir na terapia com a tecnologia do futuro. A companhia surgiu a partir do departamento de psiquiatria da …

Apple não deixa que vilões de filmes usem iPhones

A Apple não deixa que os vilões dos filmes de Hollywood usem os telemóveis iPhone no grande ecrã. Esta é apenas uma das empresas que não permite este tipo de coisa. Os filmes podem ter uma …

O coronavírus pode ser a "doença X" temida pelos especialistas

O coronavírus, que já matou 2.700 pessoas e infetou mais de 80 mil desde dezembro, está a tornar-se "rapidamente" no primeiro grande desafio pandémico do mundo, enquadrando-se nos moldes da "doença X" temida por especialistas. O …

Media Capital passou de lucros a prejuízos de 54,7 milhões

A Media Capital registou prejuízos de 54,7 milhões de euros no ano passado, contra lucros de 21,6 milhões de euros um ano antes, anunciou hoje a dona da TVI, que está em processo de compra …

Camas na classe económica dos aviões podem vir a tornar-se uma realidade

A companhia aérea neozelandesa Air New Zealand está a pensar incluir camas na classe económica de alguns dos seus voos mais longos. A ideia deverá avançar dentro de um ano. A companhia aérea neozelandesa Air New …

Temperatura do planeta pode estabilizar nos valores de há três milhões de anos

A temperatura no planeta pode estabilizar nos valores de há três milhões a cinco milhões de anos, caso a humanidade consiga estancar as emissões de gases com efeito de estufa até 2030, diz a especialista …

Operação Lex. Juiz Vaz das Neves arguido por corrupção e abuso de poder

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa Vaz das Neves é arguido na Operação Lex por suspeitas de corrupção e abuso de poder relacionadas com a distribuição eletrónica de processos, disse à Lusa fonte …

Governo quer licenças de trabalho parcial pagas para pais no primeiro ano dos filhos

O Governo quer implementar licenças de trabalho parcial remuneradas para pais e mães de crianças no seu primeiro ano de vida, no âmbito do programa para a conciliação entre vida profissional e vida familiar e …

Covid-19. Portugal "tem de preparar-se para o pior" e ter plano de contingência

Ricardo Mexia, presidente da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, defende que Portugal tem de se preparar para o pior e, por esta altura, já devia ser conhecido o plano de contingência em ação. "Convém …

Misteriosa mensagem esculpida numa rocha em França foi finalmente decifrada

A inscrição, gravada há 250 anos numa rocha na região francesa da Bretanha, foi finalmente decifrada graças a um concurso lançado pelo município. O mistério, que há muitos anos intrigava a comunidade científica e curiosos de …