Meio pássaro e meio dinossauro: fósseis ajudam a reconstruir o elo entre as duas espécies

(dr) Michael Hanson e Bhart-Anjan Bhullar

Ilustração da ave primitiva Ichthyornis

Investigadores encontraram novos fósseis que dão novas pistas sobre a história evolutiva das aves.

Quatro novos fósseis da espécie Ichthyornis dispar – uma ave marinha primitiva que viveu há cerca de 85 milhões de anos num mar interior que dividiu a América do Norte – ofereceram provas surpreendentes do lugar importante que esta ave desempenhou na história evolutiva das aves.

Segundo o Público, esta ave marinha ostentava uma mistura de características dos seus antepassados dinossauros e das aves modernas. A Ichthyornis dispar viveu no período Cretáceo e tinha bico, dentes e um estilo de vida semelhante ao das gaivotas modernas.

Estes não foram os primeiros fósseis encontrados desta espécie. Os primeiros foram descobertos no século XIX na América do Norte, mas os mais recentes, encontrados em depósitos de calcário no Alabama e no Kansas (Estados Unidos), revelam muito mais do que aquilo que se sabia até agora.

Os cientistas afirmam que estas aves evoluíram a partir de pequenos dinossauros emplumados. A Ichthyornis dispar tinha um voo forte, um corpo ágil e adaptado ao voo tal como as aves modernas, explica o paleontólogo Bhar-Anjan Bhullar, da Universidade de Yale (Estados Unidos) e um dos autores do artigo científico, publicado na Nature.

“Apesar da modernidade do corpo e asas, conservou quase todos os dentes dos dinossauros e tinha uma mordida forte com os grandes músculos da mandíbula como os dinossauros. Contudo, percecionava o mundo e encarava-o como uma ave, com olhos enormes e amplos olhos das ave e um cérebro de aparência moderna”, acrescenta Bhullar.

Ao contrário das aves mais primitivas, como a Confuciusornis, a Ichthyornis dispar tinha um bico mais pequeno – o primeiro que se conhece com características modernas, tal com a ponta de uma pinça para agarrar, dar bicadas e manusear objetos.

“Os seus dentes afiados auxiliaram-na a agarrar as presas marinhas escorregadias, enquanto o bico incipiente na ponta das mandíbulas permitiu manipular objetos com uma boa destreza tal como as aves modernas, assim como alisar as suas penas”, explicou Daniel Field, paleontólogo na Universidade de Bath (Reino Unido).

Esta ave tinha cerca de 60 centímetros de envergadura de asas e comia, provavelmente, peixe e marisco. Partilhava os céus com os pterossauros quando os dinossauros dominavam a Terra. As aves com dentes, como a Ichthyornis dispar, desapareceram com os dinossauros devido à queda de um meteorito no Iucatão, no Golfo do México.

“A Ichthyornis mostra como a evolução é complexa e elegante, permitindo mudanças individuais e integrando enormes transformações”, conclui Bhart-Anjan Bhullar.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

PJ investiga ameaças a 3 deputadas, à SOS Racismo e aos familiares. “Têm 48 horas para sair de Portugal”

A Polícia Judiciária está a investigar um e-mail enviado a um grupo de dez pessoas em que é dado um prazo de 24 horas para que as mesmas abandonem "território nacional" em 48 horas e …

Área Metropolitana de Lisboa em contingência até ao fim de agosto

O Governo vai manter a Área Metropolitana de Lisboa (AML) em situação de contingência até ao final de agosto, apurou o jornal Observador junto do Executivo socialista liderado por António Costa. De acordo com o …

Sindicato vai processar Ryanair por assédio laboral e discriminação

O Sindicato Nacional de Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) vai processar a Ryanair por assédio laboral e discriminação, exigindo a restituição de créditos laborais, após a resolução de contratos por justa causa, disse …

Em Itália, preparar o regresso às escolas inclui serras afiadas

Itália, o primeiro epicentro de covid-19 fora da China, usou um regime agressivo de testes e uso de máscaras para conter uma segunda vaga no país. Agora, as escolas estão a preparar-se para receber, no …

Marcelo promulga Estatuto do Antigo Combatente e veta alterações ao direito de petição

O Presidente da República promulgou o novo Estatuto do Antigo Combatente, aprovado por larga maioria no parlamento em 23 de julho, desejando tratar-se de “o início de um caminho” e não “o seu termo”. Em nota …

O céu de Wuhan iluminou-se com 400 drones para homenagear a população

O céu de Wuhan, cidade chinesa onde se pensa ter surgido o novo coronavírus, em dezembro de 2019, foi iluminado, este domingo, com 400 drones para homenagear os habitantes. De acordo com o vídeo da CGTN, …

Vila do Conde revela que tem 173 casos ativos no concelho

A Câmara de Vila do Conde, do distrito do Porto, revelou esta quarta-feira que existem 173 casos ativos de covid-19 no concelho e que já está em marcha um plano de apoio à população, assim …

Descarrilamento de comboio na Escócia faz pelo menos três mortos

Três pessoas morreram e seis ficaram feridas em consequência do descarrilamento de um comboio de passageiros na Escócia, anunciou a polícia escocesa, citada pela agência Lusa. O acidente ocorreu 160 quilómetros a nordeste de Edimburgo. Numa primeira …

Temido garante que "não haverá exceções" para o Avante (e pede cautela com vacina russa)

A ministra da Saúde defendeu esta quarta-feira que a lotação da Festa do Avante!, organizada pelo PCP, terá este ano que ser inferior à capacidade máxima de 100 mil pessoas do recinto no Seixal, por …

Trump pondera impedir entrada de residentes suspeitos de exposição à covid-19

A Administração norte-americana está a ponderar barrar a reentrada no país a cidadãos norte-americanos ou residentes legais suspeitos de terem sido expostos ao novo coronavírus. De acordo com o Jornal Económico, que cita o jornal New …