/

Hacker roubou dados de mil milhões de pessoas. Estão à venda por 191 mil euros

1

Pirata informático alega que protagonizou um dos maiores roubos de sempre, no mundo digital.

A notícia “espalhou-se” pela China no fim-de-semana e poderá ser um dos maiores crimes de sempre no mundo digital.

Um hacker assegura que roubou à polícia da China dados de mil milhões de cidadãos chineses, ao longo dos últimos tempos.

Resumindo: informações de 80% da população da China estão na posse deste pirata informático, caso se confirme este “desvio”.

Os dados pessoais incluem nomes, moradas, locais de nascimento, númers de cartão de cidadão local, números de telemóvel e registo criminal.

A julgar pelas trocas de comentários entre os utilizadores das redes sociais, este crime terá mesmo acontecido – embora seja complicado confirmar algo por causa de comentários nas redes sociais.

O roubo terá sido executado através da Polícia Nacional de Shanghai, uma base de dados com terabytes de informações sobre milhões de chineses.

O hacker (ou grupo de hackers), que apresenta o pseudónimo ChinaDan, aceita devolver os dados às autoridades – se lhe pagarem 191 mil euros.

E o escândalo nacional aumenta (se for verdade): o crime pode ter sido feito por um funcionário do Ministério de Saúde Pública de Shanghai.

  ZAP //

1 Comment

  1. Só pede 191 mil euros?! Mas para onde pensaria ele fugir depois? Não deveria ser para o Ocidente, se queria fazer vida de rico!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.