/

Grandes fortunas mundiais disparam entre maio e junho

rwoan / Flickr

Jeff Bezos, CEO da Amazon

Em apenas três meses, até junho, houve um crescimento de fortunas para um recorde de 10,2 biliões de dólares (8,6 biliões de euros), segundo um relatório do banco suíço UBS.

De acordo com o Guardian, que cita os dados do relatório, a riqueza dos bilionários cresceu 27,5% num contexto de fortes recessões e subida do desemprego, aumento justificado pela aposta na recuperação das bolsas pelos detentores dessas fortunas quando o mercado de capitais estava no seu pior momento, entre março e abril.

Os 10,2 biliões de dólares registados em junho deixam para trás o anterior máximo do final de 2017 (8,9 biliões de dólares). Também o número de pessoas consideradas bilionárias pelo UBS aumentou para 2.189, mais 31 pessoas do que o anterior recorde, de 2017.

O Guardian recordou que o homem mais rico do mundo é Jeff Bezos, fundador da Amazon, com um fortuna de 189 mil milhões. A Bloomberg indica que o segundo homem mais rico é Elon Musk, o fundador da Tesla, com uma fortuna de 103 mil milhões.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE