Físicos já conseguem espreitar o gato de Schrödinger sem o matar

Pode haver uma forma de espreitar o gato de Schrödinger – a famosa experiência mental baseada em felinos que descreve o comportamento misterioso das partículas subatómicas – sem matar permanentemente o animal hipotético.

O gato de Schrödinger é um paradoxo bem conhecido que é usado para ilustrar o conceito de superposição, a capacidade de existir dois estados opostos simultaneamente, e a imprevisibilidade da física quântica. A ideia é que um gato seja colocado numa caixa selada com uma fonte radioativa e um veneno que será ativado se um átomo da substância radioativa se desintegrar.

A teoria da superposição da física quântica sugere que, até que alguém abra a caixa, o gato está vivo e morto, uma superposição de estados. Ao abrir a caixa para observar, o gato muda abruptamente o seu estado quântico aleatoriamente, forçando-o a estar vivo ou morto.

Um novo estudo publicado na semana passada na revista especializada New Journal of Physics descreve uma nova forma de espreitar o gato sem forçá-lo a viver ou a morrer. Ao fazer isso, avança a compreensão dos cientistas sobre um dos paradoxos mais fundamentais da Física.

“Normalmente pensamos que o preço que pagamos por ver não é nada”, disse o autor principal do estudo, Holger F. Hofmann, professor associado de física da Universidade de Hiroshima, no Japão. “Isso não está correto. Para olhar, é preciso ter luz e a luz muda o objeto.” Isto, de acordo com o LiveScience, ocorre porque até apenas um único fotão de luz transfere energia para longe ou para o objeto que se está a ver.

Hofmann e Kartik Patekar, que trabalha no Instituto Indiano de Tecnologia de Bombaim, perguntavam-se se havia uma forma de ver sem “pagar o preço”. Os investigadores encontraram uma estrutura matemática que separa a interação inicial (olhar para o gato) da leitura (saber se está vivo ou morto).

Ao fazer isso, Hoffman e Patekar podem assumir que todos os fotões envolvidos na interação inicial são capturados sem perder nenhuma informação sobre o estado do gato. Portanto, antes da leitura, tudo o que há para saber sobre o estado do gato ainda está disponível. Apenas quando lemos as informações, é que perdemos algumas delas.

Digamos que o gato ainda está na caixa, mas, em vez de olhar para dentro para determinar se o gato está vivo ou morto, configura-se uma câmara fora da caixa que, de alguma forma, pode tirar uma fotografia para dentro dela. Depois de a fotografia ser tirada, a câmara tem dois tipos de informações: a forma como o gato mudou como resultado da foto e se o gato está vivo ou morto após a interação. Nenhuma dessas informações foi perdida e, dependendo do que se escolher, pode-se recuperar uma ou outra informação.

Ao LiveScience, Hofmann deu o exemplo do lançamento da moeda ao ar. Podemos optar por saber se uma moeda foi lançada ou se atualmente está cara ou coroa, mas não podemos conhecer os dois. Além disso, se se souber a forma como um sistema quântico foi alterado e se essa mudança é reversível, é possível restaurar o seu estado inicial. No caso da moeda, podíamos lançá-la ao ar mais uma vez.

Já no caso do gato, isso significaria tirar uma fotografia, mas em vez de a revelar para o ver claramente, revelá-lo de forma a restaurar o seu estado de morto-vivo.

A escolha da leitura vem com uma troca entre a resolução da medição e a sua perturbação, que são exatamente iguais. A resolução refere-se à quantidade de informação que é extraída do sistema quântico e a perturbação refere-se a à quantidade de alterações irreversíveis que o sistema sofre. Assim, quanto mais se souber sobre o estado atual do gato, mais o alterará irremediavelmente.

ZAP //

 

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Bastava meter o gato numa caixa transparente…
    O objetivo do exercício não é esse mas sim o caso de dois cenários distintos em simultâneo, como estar num quarto com a luz acesa e apagada ao mesmo tempo.

RESPONDER

Chris recebeu um transplante (e o ADN do doador instalou-se em partes inesperadas do seu corpo)

Chris Long recebeu um transplante de medula óssea como tratamento para o seu diagnóstico recente de leucemia mielóide aguda e síndromes mielodisplásicas - duas condições raras que prejudicam a produção de células sanguíneas saudáveis. Quatro anos …

Startup do Porto "ganha" 6 milhões de euros para criar os gémeos digitais dos humanos

A startup portuguesa MyDidimo conseguiu um investimento de 6 milhões de euros, graças a um grupo de empresas portuguesas e de fundos comunitários, para apostar no desenvolvimento da tecnologia que permite criar "gémeos digitais" de …

A "ilha dos deuses" do Japão vai cobrar bilhete de entrada aos turistas

Depois de locais como Veneza, em Itália, e a ilha dos dragões de Komodo, na Indonésia, também Miyajima, a "ilha dos deuses" do Japão, irá cobrar bilhete de entrada aos turistas. A ilha localiza-se a uma …

LASK 3-0 Sporting | Derrota rouba primeiro lugar ao leão

O Sporting foi à Áustria perder por 3-0 com o LASK Linz, terminando o Grupo D da Liga Europa no segundo lugar, ultrapassado precisamente pelo seu adversário desta quinta-feira. Com muitas alterações em relação ao …

Eintracht 2-3 Vitória SC | Reviravolta épica no adeus europeu

O Vitória de Guimarães fechou da melhor forma uma campanha europeia que não tinha sido a mais feliz até então, pese as boas exibições que foi somando, sem consequência nos marcadores finais. O Vitória de Guimarães, …

Argentina concede estatuto de refugiado a Evo Morales

O ex-Presidente da Bolívia, Evo Morales, chegou esta quinta-feira à Argentina procedente de Cuba, onde esteve para realizar uma consulta médica, e deverá permanecer no país, confirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros argentino, Felipe Solá. "Evo …

Conselheiro de Trump criou perito fictício para discutir a China (e até o cita nos livros)

O principal conselheiro em política comercial da Casa Branca criou uma personagem fictícia, com um pseudónimo, para lançar discussões sobre o conflito comercial sino-norte-americano. De acordo com o jornal norte-americano New York Times, que avançou a …

Ataque a base militar no Níger faz mais de 70 mortos

Pelo menos 73 soldados nigerinos morreram num ataque a uma base militar em Inates, perto da fronteira com o Mali, na noite de terça-feira. De acordo com os números do exército do Níger, pelo menos …

Nem vegans, nem vegetarianos. É a dieta flexitariana que está a ganhar terreno em Portugal

Cerca de 9% da população portuguesa adoptou uma alimentação veggie, apostando no consumo de vegetais. Mas a nova tendência não são nem os vegetarianos que excluem a carne e o peixe da sua alimentação, nem …

Caretos de Podence elevados a Património Imaterial da Humanidade da UNESCO

Os Caretos de Podence foram declarados, esta quinta-feira, Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO. A decisão foi anunciada na Assembleia Geral da Convenção para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial, que decorre até sábado, em …