Exame de sangue deteta reaparecimento de cancro com um ano de antecedência

U.S. Navy / Wikimedia

-

Um grupo de médicos britânicos conseguiu identificar o reaparecimento de um cancro um ano antes dos exames tradicionais, o que deverá permitir aos médicos tratar o tumor mais cedo, aumentando as hipóteses de cura.

A equipa conseguiu detetar sinais de cancro quando este era apenas um pequeno conjunto de células invisíveis a raios-X e tomografias. O foco da investigação foi o cancro de pulmão, mas os processos estudados são tão básicos que as descobertas podem ser aplicadas a outros tipos de cancro.

O cancro de pulmão é o que mais mata no mundo, e o principal objetivo do estudo era acompanhar o seu desenvolvimento – a ponto de se espalhar por todo o corpo.

Uma equipa do Instituto Francis Crick, em Londres, analisou, então, o ADN defeituoso de tumores em pulmões, removidos durante cirurgias, para obter um “mapa genético” do cancro de cada paciente. A cada três meses, foram realizados exames de sangue para verificar se tinham reaparecido pequenos vestígios do ADN do cancro.

Os resultados, divulgados na revista científica Nature, revelaram que o reaparecimento do cancro pode ser identificado cerca de um ano antes do prazo que é definido através dos métodos atuais.

Esperança

Para Cristopher Abbosh, do Instituto de cancro UCL, em Londres, esta descoberta é significativa. “Podemos identificar os pacientes que devem realizar o tratamento mesmo que ainda não exista qualquer sinal clínico da doença”, destacou o especialista.

“Isto representa uma nova esperança para combater o regresso do cancro de pulmão após a cirurgia, algo que acontece em cerca de metade dos pacientes”, afirmou.

Este novo método foi eficiente em 13 dos 14 pacientes que apresentaram sinais de reaparecimento do cancro nos pulmões, e ajudou a identificar os indivíduos que já não tinham quaisquer indícios da doença. No entanto, são necessários mais testes para confirmar a eficácia do método.

Evolução

O exame de sangue é, na realidade, a segunda grande descoberta feita pelos cientistas envolvidos num vasto projeto de investigação sobre o cancro. A primeira descoberta foi sobre o papel da instabilidade do ADN na reincidência do cancro.

A equipa do Instituto Francis Crick mostrou que os tumores que apresentavam um grande “caos cromossómico” – a capacidade de remodelar facilmente grandes quantidades de ADN para alterar milhares de instruções genéticas – tinham mais hipóteses de voltar.

“Uma célula cancerígena pode alterar o seu comportamento rapidamente e ganhar ou perder cromossomas ou partes de cromossomas”, adiantou o cientista Charles Swanton.

Este sistema permite que o tumor desenvolva resistência aos medicamentos, a capacidade de se esconder do sistema imunológico e de se deslocar para outros tecidos.

Segundo os cientistas, o novo estudo poderá ser útil para o desenvolvimento de medicamentos que possam suspender essa “instabilidade dos cromossomas”.

“Espero que sejamos capazes de desenvolver novas formas de reduzir a capacidade de evolução de tumores – e quem sabe até fazer com que as células cancerígenas parem de se adaptar”, destacou Swanton.

ZAP ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Covid-19. Perda de olfato e paladar pode durar até cinco meses

A perda dos sentidos do olfato e do paladar pode durar até cinco meses depois da infeção por covid-19, segundo um estudo preliminar dado a conhecer esta terça-feira, sendo os resultados definitivos apresentados em abril, …

Na Florida, duas mulheres disfarçaram-se de idosas para serem vacinadas contra a covid-19

Na Florida, duas mulheres disfarçaram-se de idosas para conseguirem receber a segunda dose da vacina contra a covid-19, mas foram "apanhadas". De acordo com a CBS News, duas mulheres foram "apanhadas" a tentar obter as segundas …

O Rei Leão. Teoria que nasceu no TikTok sugere que Mufasa foi vítima de canibalismo

Christian Jones, um fã do filme de animação O Rei Leão, partilhou no TikTok uma teoria intrigante sobre a história da Disney. No filme O Rei Leão, o leão patriarca Mufasa é assassinado e substituído pelo seu …

Gérard Depardieu indiciado por violação e agressão sexual

Gérard Depardieu foi acusado de "violação" e "agressão sexual" de uma jovem atriz e bailarina em Paris, atos que terão ocorrido nos dias 7 e 13 de agosto de 2018. O ator francês Gérard Depardieu foi …

Uma experiência artística imersiva. Abriu em Las Vegas um supermercado psicadélico

A mercearia mais excecional dos Estados Unidos já abriu. O Omega Mart baseia-se numa experiência artística imersiva, criada pela empresa de artes e entretenimento Meow Wolf, e está agora oficialmente aberto no complexo de artes …

A imensa erupção do Etna surpreendeu até quem estuda vulcões

Há mais de uma semana que o vulcão Etna tem vindo a expelir lava, cinzas e rochas vulcânicas. Aquele que é considerado o vulcão mais ativo da Europa foi o protagonista dos últimos dias na …

Fotógrafo descobre raro pinguim amarelo na Geórgia do Sul

O pinguim amarelo foi fotografado na Geórgia do Sul, em dezembro de 2019, e as fotografias do animal estão agora a correr o mundo. Especialistas estão divididos sobre a causa desta condição rara. Este raro pinguim …

Portugal em destaque na Reuters. "Enfermeiros querem salários, não aplausos"

"Exaustos na luta contra a covid-19, enfermeiros portugueses querem salário, não aplausos." Este é o título da peça da Reuters, publicada esta quarta-feira. Correspondentes da agência Reuters traçaram o cenário vivido atualmente pelos enfermeiros portugueses, que …

Chegou o Mate X2. O novo dobrável da Huawei muda a forma de guardar o ecrã

O novo smartphone da Huawei é dobrável. Porém, o X2 conta com mudanças na forma de dobrar e está equipado com uma nova dobradiça com design multidimensional. O equipamento vai chegar ao mercado chinês a …

"Dare mighty things." Detetives da Internet acreditam ter desvendado a mensagem secreta do paraquedas da Perseverance

A Internet, disfarçada de detetive, encontrou uma mensagem secreta no paraquedas que ajudou a Perseverance a pousar em Marte. Sem lupa nem gabardina: o mundo está concentrado na jornada do rover da NASA e os detetives …