Embaixador dos EUA na China demite-se por causa da saída do Acordo de Paris

gageskidmore / Flickr

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O diplomata mais graduado da embaixada dos EUA na China demitiu-se, assegurou hoje um responsável da diplomacia norte-americana, com a imprensa a invocar a sua oposição à política do presidente Trump para o clima.

David Rank, um encarregado de negócios que tem 27 anos de carreira na diplomacia norte-americana, estava no posto de Pequim desde janeiro de 2016.

O candidato de Trump para se tornar o futuro embaixador na China, o antigo governador do Estado do Iowa Terry Branstad, já prestou juramento mas ainda se desconhece quando vai assumir funções.

“Rank tomou uma decisão pessoal. Apreciamos os anos que ele dedicou a servir o Departamento de Estado”, afirmou sob anonimato uma dirigente desta estrutura, equivalente a um Ministério dos Negócios Estrangeiros na Europa.

A demissão de David Rank foi divulgada no Twitter pelo jornalista John Pomfret, especialista da China. O diplomata, avançou este jornalista, consternado pela decisão do Presidente de sair do Acordo de Paris, demitiu-se porque “não podia apoiar Trump nos temas do clima”.

  // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.