“Viola ostensivamente a lei”: EDP arrasa trabalho do regulador

Tiago Petinga / Lusa

O presidente da EDP, António Mexia

A EDP enviou ao Ministério Público uma análise do estudo que a ERSE fez sobre as rendas da energia, afirmando que o regulador recorreu a “cenários fictícios” para calcular as rendas a pagar na próxima década. 

O estudo da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) conclui que na última década a EDP ganhou indevidamente 510 milhões de euros com os Custos de Manutenção do Equilíbrio Contratual (CMEC).

Depois de ter tido acesso ao estudo do regulador, a EDP fez a sua própria análise do estudo e, além de questionar as contas feitas pela ERSE, argumenta que está a perder dinheiro com os CMEC – mais concretamente, 240 milhões de euros – e não a ganhar.

“A consideração de cenários e variações apresentadas pela ERSE no seu estudo é mera simulação teórica que viola ostensivamente a lei que esteve na base da aceitação, pela EDP, do regime dos CMEC”, afirma a energética.

Numa análise enviada ao Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), que está a investigar o processo dos CMEC, no âmbito do qual António Mexia foi constituído arguido, a EDP arrasa o trabalho do regulador da energia.

Segundo o Expresso, a EDP critica o trabalho da ERSE no cálculo da compensação final a que a elétrica terá direito ao abrigo dos contratos CMEC. O regulador propôs ao Governo que aprove uma compensação de 154 milhões de euros, mas EDP garante ter direito a 256 milhões. A sugestão feita pela ERSE de que as taxas de anuidade cobradas ao Estado pela empresa sejam novamente revistas em baixa são também criticadas pela EDP.

Além disso, a energética aponta o dedo à metodologia da ERSE, acusando-a de fugir aos pressupostos de cálculo que estavam determinados no diploma que criou os CMEC, o Decreto-Lei 240/2004.

“A ERSE, enquanto entidade reguladora independente, não deveria nem poderia ter contribuído para a confusão que o seu estudo promove entre o que é o estrito respeito da legislação em vigor e cenários fictícios ou supostas interpretações totalmente à margem da lei e que colocariam em causa a neutralidade económica que presidiu à substituição dos CAE (Contratos de Aquisição de Energia) pelo mecanismo de CMEC”, lê-se no documento.

A empresa liderada por António Mexia diz ainda ser “absolutamente incompreensível que o regulador independente se permita sugerir o incumprimento de contratos validamente celebrado, a criação de novas regras no final do período e a tentativa de infligir perdas aos acionistas da EDP”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Suspeito de duplo tiroteio na Alemanha encontrado morto em casa

O presumível autor dos dois tiroteios de quarta-feira à noite, no centro da Alemanha, que fizeram nove vítimas mortais, foi encontrado morto em sua casa, anunciaram as autoridades esta quinta-feira. Dois tiroteios provocaram quarta-feira à noite …

Falar duas línguas pode atrasar uma série de sintomas de Alzheimer

Investigadores acreditam que falar duas línguas pode atrasar vários sintomas de demência e Alzheimer. Esta correlação está relacionada com uma maior reserva cognitiva. Uma equipa de investigadores sugere que ser bilingue pode atrasar uma série de …

Arquitetura óssea pode inspirar asas de aeronaves mais fortes

Uma nova descoberta na estrutura interna do osso pode levar a um melhor tratamento da osteoporose e a componentes de aeronaves mais duráveis. A densidade tem sido a referência para medir a força óssea. No entanto, …

Até as estrelas têm auroras (e já as podemos ver)

Uma equipa internacional de astrónomos observou sinais de rádio estranhos vindos de uma anã vermelha. Estas ondas bizarras estavam a ser produzidas pela interação com um exoplaneta que orbitava a estrela, criando uma aurora. Apesar de …

Tiroteios em dois bares fazem oito mortos na Alemanha

Pelo menos oito pessoas morreram hoje em dois tiroteios em dois bares na cidade alemã de Hanau, no centro do país, indicou a polícia local, sem precisar o número. O primeiro tiroteio ocorreu num bar de …

Descobertos sarcófago e altar dedicado ao fundador de Roma do século VI a.C.

Os dois objetos foram descobertos numa área subterrânea perto da Cúria, foi anunciado esta terça-feira. Um sarcófago considerado "excecional" e um altar do século VI a.C., que poderá ter sido dedicado a Rómulo, fundador de Roma, …

40 anos depois, cientistas identificam falha fundamental na eficiência dos painéis solares

Os painéis solares são uma das invenções mais impressionantes, mas é emergente descobrir como torná-los ainda mais eficientes. Recentemente, uma equipa de cientistas resolveu um mistério de 40 anos em torno de um dos principais …

SIC vai lançar serviço de streaming e canal de e-sports este ano

A SIC vai avançar para uma plataforma de streaming ainda em 2020. A "Netflix à portuguesa" ainda não tem nome, mas tem como objetivo "encontrar mais e novas audiências". Em entrevista ao jornal Público, o CEO …

Dagmar Turner tocou violino enquanto lhe era removido um tumor do cérebro

Uma paciente do King's College Hospital, no Reino Unido, tocou violino enquanto os médicos lhe removiam um tumor do cérebro. Desta forma, foi possível preservar a sua capacidade de tocar e a sua paixão de 40 …

"Não é aceitável". Tribunal de Contas refuta acusações de Manuel Heitor

O Tribunal de Contas (TdC) refutou as acusações do ministro do Ensino Superior sobre a auditoria ao modelo de financiamento do setor, considerando-as inaceitáveis e infundadas. "O tribunal tem o máximo respeito pela opinião dos auditados, …