“Viola ostensivamente a lei”: EDP arrasa trabalho do regulador

Tiago Petinga / Lusa

O presidente da EDP, António Mexia

A EDP enviou ao Ministério Público uma análise do estudo que a ERSE fez sobre as rendas da energia, afirmando que o regulador recorreu a “cenários fictícios” para calcular as rendas a pagar na próxima década. 

O estudo da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) conclui que na última década a EDP ganhou indevidamente 510 milhões de euros com os Custos de Manutenção do Equilíbrio Contratual (CMEC).

Depois de ter tido acesso ao estudo do regulador, a EDP fez a sua própria análise do estudo e, além de questionar as contas feitas pela ERSE, argumenta que está a perder dinheiro com os CMEC – mais concretamente, 240 milhões de euros – e não a ganhar.

“A consideração de cenários e variações apresentadas pela ERSE no seu estudo é mera simulação teórica que viola ostensivamente a lei que esteve na base da aceitação, pela EDP, do regime dos CMEC”, afirma a energética.

Numa análise enviada ao Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), que está a investigar o processo dos CMEC, no âmbito do qual António Mexia foi constituído arguido, a EDP arrasa o trabalho do regulador da energia.

Segundo o Expresso, a EDP critica o trabalho da ERSE no cálculo da compensação final a que a elétrica terá direito ao abrigo dos contratos CMEC. O regulador propôs ao Governo que aprove uma compensação de 154 milhões de euros, mas EDP garante ter direito a 256 milhões. A sugestão feita pela ERSE de que as taxas de anuidade cobradas ao Estado pela empresa sejam novamente revistas em baixa são também criticadas pela EDP.

Além disso, a energética aponta o dedo à metodologia da ERSE, acusando-a de fugir aos pressupostos de cálculo que estavam determinados no diploma que criou os CMEC, o Decreto-Lei 240/2004.

“A ERSE, enquanto entidade reguladora independente, não deveria nem poderia ter contribuído para a confusão que o seu estudo promove entre o que é o estrito respeito da legislação em vigor e cenários fictícios ou supostas interpretações totalmente à margem da lei e que colocariam em causa a neutralidade económica que presidiu à substituição dos CAE (Contratos de Aquisição de Energia) pelo mecanismo de CMEC”, lê-se no documento.

A empresa liderada por António Mexia diz ainda ser “absolutamente incompreensível que o regulador independente se permita sugerir o incumprimento de contratos validamente celebrado, a criação de novas regras no final do período e a tentativa de infligir perdas aos acionistas da EDP”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Twitter passa a alertar utilizadores que colocam "like" em informações incorretas

O Twitter passou a alertar os utilizadores quando estes tentam 'curtir' uma publicação que contenha informações consideradas incorretas, medida que faz parte da esforço da empresa para combater a desinformação. Esta mudança significa que os utilizadores …

Erosão causada por tempestade tropical revela naufrágio do século XIX na Florida

Depois da tempestade tropical Eta arrebatar o norte da Florida no início deste mês, um banhista fez uma descoberta inesperada enquanto caminhava na costa de St. Augustine. Ao caminhar pelas dunas de areia de Crescent Beach, …

Uma mentira de um trabalhador de uma pizzaria forçou o confinamento na Austrália do Sul

O estado da Austrália do Sul decretou um confinamento geral, no dia 18 de novembro, depois de um funcionário de uma pizzaria ter mentido. Segundo o Huff Post, o homem, de nacionalidade espanhola, estava infetado com …

Jogar Monopólio, Scrabble ou até bilhar pode ser (ainda) mais divertido com uma nova mesa touch

Por mais divertidos que sejam os jogos de tabuleiro, estes podem ser um passatempo caro pois quem realmente gosta não se cansa de os comprar. Agora, a empresa Arcade1Up criou o Infinity Game Table que …

A apreensão histórica de cetamina na Tailândia não foi assim tão histórica. Eram só aditivos alimentares

Análises laboratoriais revelaram que a apreensão "histórica" de cetamina anunciada pelo Governo da Tailândia há cerca de duas semanas foi, na verdade, uma apreensão de aditivos alimentares e agentes de limpeza. As autoridades tailandesas anunciaram, …

Para clínicas de Terceiro Mundo. Dispositivo movido a energia solar esteriliza equipamentos médicos ao ar livre

As autoclaves são consideradas essenciais para esterilizar equipamentos médicos, mas não estão disponíveis nos países de Terceiro Mundo, onde o acesso à eletricidade é limitado. Um novo dispositivo portátil, movido a energia solar, pode ser …

China pondera novas regras sobre estrangeiros para "proibir o extremismo religioso"

Um projeto-lei publicado esta semana pelo Ministério da Justiça chinês aponta para novas restrições sobre a atuação de fiéis estrangeiros no país, com o intuito de evitar a disseminação do "extremismo religioso" ou do uso …

Regar, cortar e matar insetos. Robô dá conta de todas as tarefas de jardinagem (e até afasta intrusos)

A jardinagem é uma terapia para muitas pessoas, mas também pode ser um incómodo. O robô Yardroid foi projetado para lidar de forma autónoma com essas tarefas, utilizando inteligência artificial. Semelhante a um tanque em miniatura, …

ProToiro vai impugnar IVA das touradas e avança com queixa em Bruxelas

A Federação Portuguesa de Tauromaquia (ProToiro) vai avançar com a impugnação do valor do IVA na tauromaquia e com uma queixa na Comissão Europeia, exigindo que a taxa passe de 23% para 6%. Em comunicado, a …

Braga 3-3 Leicester | Vardy rouba triunfo luso nos descontos

Um "balde de água fria". A recepção do Sporting de Braga ao Leicester não foi parca em emoção e em bom futebol. Os minhotos foram superiores na primeira parte e chegaram ao intervalo em vantagem. Contudo, …