Dividir a conta por igual sai sempre mais caro

Se alguém o acusar de ser forreta por sugerir que “cada um paga a sua parte” no restaurante, fique descansado: a maioria das pessoas prefere pagar individualmente, e a verdade é que dividir por todos sai mesmo mais caro.

Trata-se de um problema já bastante estudado pelos economistas no âmbito da Teoria dos Jogos, e tem mesmo um nome: o Dilema do Jantar.

Um estudo israelita publicado em 2004 no Economic Journal, da Royal Economic Society, analisou o comportamento de estudantes em diferentes situações num restaurante. Os investigadores dividiram os participantes em grupos de seis pessoas – sempre três homens e três mulheres e apresentaram três situações: quatro grupos iriam dividir a conta por igual; em quatro grupos, cada um pagaria apenas o que consumiu; os dois restantes grupos teriam refeições gratuitas.

Os resultados não trouxeram grandes suspresas: aqueles que não iriam pagar gastaram mais dinheiro, enquanto os que iam dividir a conta por igual gastaram menos. Os que pagavam apenas o seu consumo foram os que gastaram menos.

Royal Economic Society

A distribuição dos gastos entre os participantes do estudo israelita sobre o Dilema do Jantar

A distribuição dos gastos entre os participantes do estudo israelita sobre o Unscrupulous Diner’s Dilemma

Uri Gneezy, que liderou a investigação, explica que se trata de um exemplo de “externalidade negativa – quando o comportamento de outra pessoa afeta o seu bem estar”.

Mona Chalabi, que tem uma coluna sobre estatísticas de assuntos quotidianos no site FiveThirtyEight, explica que este estudo sobre o Dilema do Jantar revela como as externalidades negativas – ou apenas a mera ameaça de uma externalidade negativa; neste caso, a suspeita de que outros consumam mais – afeta o nosso comportamento.

Os participantes dos grupos onde a conta era dividida por igual esperavam que os outros consumissem mais, e para não saírem a perder tentaram maximizar o seu proveito consumindo mais também. A conclusão: acreditar que os outros vão agir de forma egoísta faz-nos ser também egoístas.

Os investigadores apontam que 80% dos participantes tinham revelado, antes do jantar, que preferiam pagar individualmente – porque já sabiam que acabariam por pagar mais se dividissem por igual -, mas mesmo assim consumiram mais quando acharam que seria o melhor para si.

No entanto, é preciso pensar que dividir a conta por igual resolve outros custos (não financeiros) associados a pedir para pagar a fatura individualmente: a necessidade de fazer as contas uma a uma para saber quem é que deve o quê, que pode ser uma maçada com grupos grandes, além do custo social de ser o “chato” que sugere que cada um pague apenas o que consumiu – o que, comenta Mona Chalabi, nunca é muito popular, em particular quando a sugestão vem no final do jantar, quando todos já consumiram à vontade.

Há ainda a questão dos países: de acordo com Anand Damani, os alemães tendem a sugerir que cada um pague a sua parte, enquanto em Israel, nos EUA e na Índia não dividir por igual é considerado rude. Os britânicos têm outra abordagem, a de fazerem “rounds”, em que cada um paga a conta inteira à vez.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Luís Filipe Vieira reeleito com 62,59% dos votos

Luís Filipe Vieira foi reeleito para um sexto mandato como presidente do SL Benfica, com 62,59% dos votos dos sócios. Vieira está à frente do emblema da Luz desde 2003. Nem a pandemia travou os sócios …

Sporting 3-1 Gil Vicente | “Pote” de ouro na recta final

Sofrimento e alívio. O Sporting esteve a perder em casa por 1-0 com o Gil Vicente até aos 82 minutos, mas deu a volta ao marcador num curto espaço de tempo, acabando por fixar o …

Descoberto na Austrália recife de coral mais alto do que o Empire State Building

Um novo recife "maciço" de 500 metros foi descoberto na Grande Barreira de Corais da Austrália, tornando-o mais alto do que alguns dos arranha-céus mais altos do mundo. Os cientistas encontraram o recife separado - o …

Encontrados restos de ossos e madeira em pregos que terão sido usados na crucificação de Jesus

Um geólogo israelita analisou pregos supostamente associados à crucificação de Jesus Cristo e descobriu que os objetos contêm traços de osso e madeira. Em 1990, durante a escavação em Jerusalém do túmulo de Caifás, o sumo …

Oreo construiu um "Cofre do Apocalipse" para proteger as suas famosas bolachas

Depois do Svalbard Global Seed Vault, que guarda mais de um milhão de amostras de sementes num bunker, e o Arctic World Archive, que preserva os dados do mundo de hoje, a Oreo criou um "Cofre do …

"O Palmeiras sabe quem é o Abel?" - as dúvidas no Brasil, parte II

Abel Ferreira deverá ser confirmado como novo treinador do Palmeiras nesta sexta-feira. No Brasil voltam a surgir questões sobre as contratações de técnicos estrangeiros. Lembra-se de Marco de Vargas, o jornalista da FOX Brasil que não …

Guru de seita de escravas sexuais condenado a 120 anos de prisão

O guru de uma seita de escravas sexuais, conhecida como NXIVM, foi condenado a 120 anos de prisão. Foi considerado culpado de obrigar mulheres a fazer sexo com ele. Keith Raniere, guru da seita de escravas …

Jogadores do Atlético de Madrid "apanhados" a falar sobre João Félix

Saúl e Oblak elogiaram o jovem português, durante o intervalo da receção ao Salzburgo. Tom diferente teve uma conversa entre jogadores do Real Madrid. João Félix voltou às grandes noites nas competições europeias. Depois de já …

Creches "verdes" na Finlândia mudaram o sistema imunitário das crianças

Um pequeno experimento mostra que brincar numa "pequena floresta" durante apenas um mês pode ser o suficiente para mudar o sistema imunitário de uma criança. De acordo com o site Science Alert, várias creches na Finlândia …

Museus holandeses apertam a segurança após assaltos a objetos nazis

Uniformes da SS, armas de fogo e paraquedas estão entre os objetos nazis que estão a ser roubados de museus de guerra holandeses. De acordo com o jornal The Guardian, museus de guerra por todos os …