Deloitte só alertou a Caixa para risco com BCP e EDP

Entre 2002 e 2017, a Deloitte, auditora da Caixa durante esse período de quinze anos, fez apenas um alerta sobre as matérias analisadas pela EY quanto aos créditos concedidos sem garantias, que resultaram em perdas para a CGD.

Segundo escreve o Jornal de Negócios esta quarta-feira, o aviso não incidiu sobre os créditos concedidos, mas apenas sobre as participações detidas no BCP e na EDP.

Os relatórios e contas da CGD, consultados pelo diário de economia, mostram que Deloitte não fez qualquer ênfase sobre os empréstimos que agora a auditoria da EY revelou terem sido ruinosas para o banco.

“No exercício de 2004, a CGD registou por contrapartida de reservas e resultados transitados provisões para a totalidade das menos-valias potenciais nas suas participações financeiras no Banco Comercial Português e na na EDP – Eletricidade de Portugal”, lê-se na auditoria da Deloitte, datada de 2004.

De acordo com a auditoria da EY à gestão da Caixa, a aposta do banco público no BCP acabou por ser a mais “penosa” financeiramente: perdeu 559 milhões de euros.

O negócio teve início em 2000, quando as contas do banco público ainda eram auditadas pela Magalhães, Neves e Associados. Entre 2004 e 2006, uma estratégia de desinvestimento levou a perdas de 366 milhões de euros e foi nessa altura que a Deloitte começou os alertas.

Apesar de a participação na EDP também ser referida no alerta da Deloitte, o caso da elétrica foi diferente do do banco privado, uma vez a Caixa conseguiu registar ganhos com o investimento. Segundo a EY, a CGD obteve, entre 2004 e 2013, ganhos reais de 248 milhões de euros e recebeu dividendos de 197 milhões de euros.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O melhor professor do mundo é queniano e doa 80% do seu salário

Peter Tabichi é queniano, tem 36 anos e doa 80% do salário para desenvolver a sua comunidade local, numa remota vila no Quénia. Este domingo foi eleito, no Dubai, o melhor professor do mundo. Em Pwani, …

Pentágono autoriza mil milhões de dólares para construção de muro de Trump

O secretário da Defesa interino norte-americano, Patrick Shanahan, anunciou na segunda-feira o desbloqueio de mil milhões de dólares para a construção de um muro na fronteira entre os Estados Unidos e o México. Shanahan “autorizou o …

Advogados de Rui Pinto recorrem da prisão preventiva

Os advogados de Rui Pinto, colaborador do "Football Leaks", confirmaram esta segunda-feira que vão recorrer da medida de prisão preventiva aplicada sexta-feira ao seu cliente pelo Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa. A decisão de recorrer …

Se a corrida continuar a três, McLaren ameaça deixar a Fórmula 1

A McLaren, a segunda equipa mais antiga da Fórmula 1, ameaça desistir da modalidade caso os regulamentos elaborados para 2021 não a tornem numa competição justa. A visão da Fórmula 1, a modalidade de automobilismo mais …

México quer que rei da Espanha peça perdão pela conquista colonial

Obrador diz que esta é a única forma possível de obter a reconciliação plena entre os países. O pedido foi feito por carta. O presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, anunciou ter enviado uma carta ao …

"O Vieira pediu-me para dar uma coça a Francisco J. Marques"

Vítor Catão, diretor desportivo do S. Pedro da Cova, afirmou que o Benfica, através do seu presidente Luís Filipe Vieira, lhe deu 200 mil euros para colocar uma "lapa" no carro de Pinto da Costa, …

"Governo saudita deu a ordem" para matar Khashoggi

Em entrevista ao El Mundo, a namorada do jornalista saudita Jamal Khashoggi afirma que a ordem que determinou a sua morte foi dada pelo Governo da Arábia Saudita. Em entrevista ao diário espanhol El Mundo, a …

Já há água, eletricidade e estradas abertas na cidade da Beira

Começam a ver-se pequenos avanços na Beira, em Moçambique, que inicia o lento caminho da reconstrução, após a passagem do ciclone Idai, que matou pelo menos 446 pessoas e destruiu cerca de 90% dos edifícios …

"Um erro desculpável". Governante sem castigo após violar a Lei no caso dos mirtilos

O Tribunal Constitucional decidiu arquivar o caso das incompatibilidades envolvendo o secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, que, durante dois anos, acumulou o cargo com a função de gerente numa empresa …

Erros em perguntas de exame obrigam a mudar notas de médicos estrangeiros

O exame feito por médicos estrangeiros para ter equivalência ao curso de Medicina em Portugal teve neste ano mais de 700 candidatos, a esmagadora maioria brasileiros. É uma procura histórica, admitem médicos e serviços académicos, por …