Cientistas mais perto de produzir na Terra a fusão nuclear gerada pelo Sol

Produzir na Terra uma energia semelhante à que é gerada pelo Sol seria um feito extraordinário, uma vez que libertaria o nosso planeta de energias poluentes e não renováveis. Apesar de difícil, os cientistas estão mais perto de a alcançar.

A conclusão é da revista Forbes que dá conta que estão a ser conduzidos vários estudos, em diferentes partes do mundo, que visam replicar a fusão nuclear do Sol para a Terra. “O Sol é a fonte de quase toda a energia”, pode ler-se na publicação que sublinha a forma “fascinante” como o nosso astro cria energia.

De forma simples, a fusão é a forma perfeita de criar energia através de uma reação: transforma pequenas quantidades de matéria em enormes quantidades de energia.

Ao contrário da fissão nuclear, que separa átomos pesados criando produtos potencialmente radioativos, a fusão nuclear funde, tal como indica o nome do processo, os átomos leves e cria – no caso do hélio – um hélio estável.

Para replicar esta fusão é necessário recorrer a “blocos de construção” maiores, uma vez que os cientistas pretendem acelerar um processo que o Sol levou milhões de anos para atingir. Por isso, para gerar hélio a partir do hidrogénio, os cientistas têm usado dois tipos de hidrogénio pesados, como o deutério e o trítio. A combinação destes elementos produz hélio e um neutrão energético, cuja energia é depois extraída para gerar turbinas elétricas.

Contudo, é complicado importar as condições do Sol para a Terra. Apesar de os cientistas terem os elementos, é necessário atingir uma temperatura de 100 milhões de graus para que a fusão ocorra. Os cientistas conseguiram aproximar-se destas temperaturas graças ao desenvolvimento de dois métodos.

O confinamento inercial é um dos processos, que recorre a lasers poderosos para aquecer e pressurizar um material, fazendo com que os grânulos de combustível finalmente explodam. O outro procedimento é o confinamento magnético, que usa ímanes para pressionar o plasma das paredes do seu recipiente, de forma a que este possa ser aquecido a altas temperaturas por métodos externos.

As investigações e os estudos têm ainda um longo caminho a percorrer, mas os cientistas têm investido nesta área porque sabem que alcançar a fusão nuclear significaria alcançar uma fonte de energia inesgotável e limpa.

Contributo da China

A China é um dos países que trabalha com este tipo de tecnologia, planeando finalizar antes do fim deste ano o desenvolvimento de um sol artificial que visa gerar energia renovável e quase infinita. Para isso, o país recorrerá a uma fusão nuclear controlada, com a qual tentará repetir o processo que ocorre em estrelas como o Sol.

O projeto, batizado de HL-2M Tokamak, tem como objetivo fazer com que a temperatura do plasma ultrapasse os 100 milhões de graus.

Também na Alemanha se juntam esforços em prol da fusão nuclear. Cientistas do Instituto Max Planck de Física de Plasmas conseguiram que o seu reator estelar elevasse a temperatura do plasma até 40 milhões de graus.

Por sua vez, Europa e Japão constroem conjuntamente o reator Tokamak JT-60SA, que procura também gerar energia limpa e renovável, enfrentando o desafio de atingir 100 milhões de graus de temperatura.

Pode ser um caminho longo, recorda a Forbes, mas estamos mais próximos de conseguir replicar as condições solares na Terra. “Certamente percorremos já um longo caminho desde que o Homem antigo adorou o Sol como portador de vida”, remata a revista.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Eu não pensei que as coisas andasse tão rápido. Tinha esperança de que os homens compreendessem o perigo de suas experiências mais me enganei,ninguém foge do destino.essa experiência vai destruir o nosso planeta.e o fim de tudo que existe aqui na terra.

    • Qual experiência vai destruir nosso planeta? A fusão nuclear é sem riscos e nos livrará dos combustíveis poluentes… Parece que não leu a reportagem…

  2. só explicando pra galera que tem medo diferente da reação nuclear em usinar normais se algo dar errado “explode” e solta radiação a fusão não tem isso pois cada reação dura em torno de 1 segundo e se algo sair de errado em menos de 1 segundo tudo desmorona ou seja o processo para de imediato não tem risco o resíduo que sai é hélio

RESPONDER

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …

Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas …

Sérgio Conceição sai do FC Porto no fim da época

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, deixará o comando dos dragões no final da temporada. A derrota em casa com o Braga terá ditado a saída do técnico azul e branco. O técnico do FC …

Joacine quer mais direitos para deputados sem partido. "Está a antecipar" o futuro

A deputada Joacine Katar Moreira, do partido Livre, defendeu esta sexta-feira o alargamento dos direitos regimentais dos deputados não inscritos em partidos. A deputada única do Livre assumiu esta posição no final de uma reunião do …

França confirma 3 casos de coronavírus chinês. Já chegou à Austrália e Malásia

Depois de França ter confirmado três pessoas infetadas com o novo coronavírus oriundo da China, também a Austrália e Malásia reportaram casos. As autoridades da Malásia anunciaram este sábado terem registado os primeiros três casos de …

Amadora. Agredido motorista de autocarro que denunciou Cláudia Simões

Foi agredido o motorista de autocarro que chamou a PSP para denunciar a passageira Cláudia Simões, que alegou posteriormente ter sido agredida pelos agentes da polícia. As agressões tiveram lugar na noite desta sexta-feira, em …

"Dos 4 mil euros que ganho, 3 mil vão para os frades". O padre Vítor Melícias recusa que Tomás Correia ainda controle o Montepio

O padre Vítor Melícias, presidente da Assembleia Geral do Montepio, diz que Tomás Correia "faz falta, mas fez muito bem" em abandonar a liderança da mutualista Montepio. "Dizer que Tomás Correia continua a controlar através …