Paulo Macedo diz que a CGD não vai ser “uma nêspera”

Tiago Petinga / Lusa

O presidente da CGD, Paulo Macedo

O presidente da CGD considera que há a expectativa de o banco público ficar “sossegado”, mas que a sua equipa não é paga para “ficar a ver navios” e quer pagar o capital injetado pelo Estado.

“Toda a gente tem a expectativa de que a Caixa esteja sossegada, quieta, ir na onda e não resistir”, disse Paulo Macedo na Money Conference, em Lisboa, acrescentado que, perante a expectativa que já tinha de perguntas relacionadas com os encargos cobrados pela CGD, decidiu trazer à conferência uma história de Mário Henrique Leiria de modo a explicar o que o banco público não será, uma “nêspera”.

“‘Uma nêspera estava na cama/ deitada/ muito calada/ a ver/ o que acontecia/ chegou a Velha/ e disse/ olha uma nêspera/ e zás comeu-a/ é o que acontece/ às nêsperas/ que ficam deitadas/ caladas/ a esperar/ o que acontece’. A Caixa não será uma nêspera“, afirmou, perante as gargalhadas da plateia.

Segundo Macedo, a CGD quer “remunerar e devolver o dinheiro aos contribuintes”, que injetaram dinheiro no banco público para o recapitalizar, e a “Caixa não tem gestores pagos para ver navios“.

Sobre este tema, o governador do Banco de Portugal disse, por seu turno, que os bancos têm de assegurar que cobram preços justos pelos serviços que prestam e que não haja clientes a pagarem um preço abaixo do que deveriam e outros acima para compensar.

“A conta de exploração de um sistema bancário tem custos que têm de ser cobertos, a questão é se o pricing reflete o serviço prestado ou se há subsidiação cruzada com agentes económicos a pagarem mais do que deviam e outros a pagarem menos”, afirmou Carlos Costa, na mesma conferência.

Segundo o responsável máximo do supervisor e regulador bancário, “cabe ao sistema bancário assegurar a transparência e um pricing adequado ao serviço que presta”.

O aumento das comissões pelos bancos é um tema que tem sido muito falado no setor bancário, com os bancos a tentarem compensar por esta via perdas noutras receitas, como na margem financeira (diferença entre juros pagos nos depósitos e recebidos no crédito).

Especialmente polémico tem sido o aumento das comissões bancárias pela Caixa Geral de Depósitos (CGD). A 9 de novembro, o presidente executivo, considerou o tema “populismo” e referiu que a CGD está mesmo “muito aquém nas comissões” quanto às metas de receitas nesta rubrica definidas no plano estratégico.

As comissões cobradas pelos bancos são referentes a comissões relacionadas com a atividade de retalho (por exemplo, gestão de conta ou crédito), mas também comissões associadas a operações em mercado de capitais (por exemplo, gestão de investimentos em instrumentos financeiros).

Segundo a definição do BdP, que consta do relatório Séries Longas para o Sistema Bancário Português, divulgado esta semana, “designa-se por subsidiação cruzada o facto de certos serviços prestados por uma determinada empresa apresentarem um preço que não reflete o respetivo custo, o que é compensado em termos de geração de receitas pela cobrança de preços com elevada margem noutro serviço”, considerando que “esta situação só é possível de sustentar em mercados com reduzido nível de concorrência”.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Morreu o ator Danny Aiello

Morreu esta quinta-feira, em Nova Jérsia, o ator Danny Aiello, que recordamos pelos seus muitos êxitos dos anos 80. Tinha 86 anos. "É com profunda dor que comunicamos que Danny Aiello, amado marido, pai, avô, ator …

Videojogo chinês incita jogadores a atacar os "traidores" em Hong Kong

Há um novo videojogo que está a ganhar popularidade na China. Chama-se "Fight the Traitors Together" e permite que os jogadores ataquem manifestantes de Hong Kong. No jogo, os jogadores podem bater nos manifestantes pró-democracia, sendo …

Mundial de Clubes proíbe demonstrações públicas de afeto

Começou na passada quarta-feira, dia 11 de dezembro, em Doha, capital do Catar, o Mundial de Clubes da FIFA, prova onde estão inseridos clubes como Flamengo e Liverpool. E esta até poderia ser mais uma …

Al Gore diz ser o maior fã de Greta Thunberg

Al Gore, antigo vice-presidente de Barack Obama e autor do documentário ambiental "Uma verdade inconveniente", elogiou esta semana o trabalho desenvolvido pela ativista sueca Greta Thunberg, dizendo ser o seu maior fã. "Sou o seu …

A água é comum nos mundos extraterrestres (mas surpreendentemente mais escassa do que se esperava)

A presença de água em exoplanetas é comum, mas surpreendentemente mais escassa do que se esperava, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido. Para chegar a …

"Encontrei a minha alma gémea". Presidente do Flamengo disposto a (quase) tudo para segurar Jesus

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, ficou encantado com Jorge Jesus logo quando o conheceu. É o que o dirigente diz numa entrevista, onde admite que encontrou a sua "alma gémea", não revelando dados sobre …

COP25: uma traição ao Acordo de Paris "e às pessoas em todo o mundo"

Organizações não governamentais ambientalistas consideraram que os projetos de resolução que a cimeira do clima da ONU tem para aprovar são "uma traição" do Acordo de Paris e dos milhões de pessoas que sofrem com …

Governo admite novo aumento extra das pensões (com a simpatia das Finanças e de olho na geringonça)

O Governo está a equacionar um novo aumento extraordinário das pensões no âmbito da preparação da proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020). A medida agrada a PCP e Bloco de Esquerda e terá …

Na última noite no Porto, Óliver foi sozinho à Ponte D. Luís (e vieram-lhe as lágrimas aos olhos)

O médio espanhol Óliver Torres confessa que a sua saída do Porto foi "emotiva" e que se despediu do clube e da cidade na Ponte D. Luís, de noite e sozinho, com "as lágrimas nos …

Costa e Centeno discutiram no Conselho Europeu (e foi Centeno quem ganhou)

António Costa e Mário Centeno envolveram-se numa "discussão directa" em pleno Conselho Europeu que deixou os restantes membros do Eurogrupo perplexos. Em causa esteve o primeiro orçamento da Zona Euro, com o primeiro-ministro de Portugal …