Empresa canadiana produz canábis medicinal no Alentejo em terras arrendadas ao Esporão

A empresa canadiana Tilray anunciou hoje ter arrendado 20 hectares de terras à empresa agrícola do Esporão, no concelho de Reguengos de Monsaraz (Évora), para produzir canábis medicinal, cuja plantação foi efetuada em julho.

O acordo de arrendamento relativo a estes 20 hectares de terreno ao ar livre no Alentejo foi assinado entre a Tilray Portugal, subsidiária da empresa canadiana, e o Esporão, foi hoje revelado.

“Os 20 hectares adicionais de espaço para cultivo ao ar livre aumentam a capacidade da empresa para fornecer canábis medicinal na Europa e noutros mercados internacionais”, destacou a Tilray, em comunicado.

A empresa, “pioneira mundial em pesquisa, cultivo, produção e distribuição de canábis medicinal”, possui também em Portugal cinco hectares de cultivo interior e exterior e um ‘campus’ em Cantanhede (Coimbra) destinado à produção, processamento e pesquisa.

“Com este acordo com o Esporão, ficamos com mais 20 hectares para plantação ao ar livre”, frisou à agência Lusa fonte da Tilray, revelando que a plantação “já foi feita em julho, com sucesso”, e que “a colheita deve acontecer em finais de setembro ou início de outubro”.

Segundo a Tilray, o Esporão é “uma das mais maiores e mais sofisticadas empresas agrícolas em Portugal” e vai fornecer “suporte operacional e técnico a uma equipa de especialistas” do grupo canadiano, “incluindo horticultores, produtores e gestores de qualidade”.

“Neste novo local de cultivo serão realizados o crescimento, a colheita e a secagem de materiais de canábis medicinal”, a transportar depois para Cantanhede, para “processamento, produção e distribuição em toda a Europa e outros mercados internacionais”, referiu.

Sascha Mielcarek, um dos responsáveis da Tilray na Europa, manifestou orgulho no aumento da capacidade da empresa para “produzir produtos médicos de canábis de alta qualidade na Europa, usando métodos inovadores de cultivo ao ar livre”.

Contactado pela Lusa, o Esporão explicou que a sua participação neste negócio “é exclusivamente ao nível de prestação de serviços” e salientou a importância do seu ‘know-how’ (conhecimento), já que a produção da Tilray é “ao ar livre e biológica”.

“Sentimos que o conhecimento agrícola e a experiência no Alentejo do Esporão, bem como a experiência global de canábis da Tilray, têm um potencial de criação de valor a longo prazo”, frisou o Esporão.

A produção de canábis medicinal não está a ser feita na herdade principal, mas numa outra propriedade da empresa no concelho de Reguengos de Monsaraz, “arrendada pela Tilray Portugal exclusivamente para o efeito”, frisou.

“O negócio do Esporão continuará a ser exclusivamente a produção, comercialização e distribuição de vinhos e azeites”, argumentou a empresa alentejana.

A Tilray foi o primeiro produtor de canábis medicinal a importar com sucesso produtos médicos de canábis para a União Europeia e o primeiro produtor licenciado de canábis medicinal na América do Norte a obter a certificação GMP de acordo com as normas da Agência Europeia de Medicamentos (EMA).

A fábrica de Cantanhede é a primeira em território nacional de produção de canábis medicinal, devendo assegurar 200 postos de trabalho até ao final do ano. Representa um investimento total de 20 milhões de euros.

O projeto da Tilray, cujo investimento a empresa se escusou a revelar, é o terceiro de produção de canábis medicinal a ser divulgado oficialmente para o Alentejo, estando anunciado um para Aljustrel (Beja), da empresa RPK Biopharma, da sociedade canadiana Flowr, e previsto outro para Campo Maior (Portalegre), da empresa Sababa Portugal.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

EUA. Mulher é detida após tentar construir uma bomba numa loja da Walmart

Uma norte-americana foi detida numa loja da Walmart, na Florida, Estados Unidos (EUA), após tentar construir uma bomba dentro do estabelecimento comercial. A mulher, que tinha uma criança consigo, foi identificada pelo segurança quando andava sem …

Simeone reitera confiança em João Félix. "Acreditamos totalmente nele"

O técnico do Atlético de Madrid, Diego Simeone, voltou a falar de João Félix esta sexta-feira, reiterando toda a confiança no avançado de 20 anos. "A Supertaça foi mais um passo de experiência para um rapaz …

Ensino Superior com mais concursos para professores em 2019

As instituições de Ensino Superior abriram, em 2019, mais 948 concursos para a carreira docente do que em 2018, anunciou, esta quinta-feira, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. De acordo com uma nota do …

Paulo Gonçalves. Seguradoras atrasam autópsia e trasladação do corpo para Portugal

Paulo Gonçalves faleceu no domingo, aos 40 anos, na sequência de uma queda sofrida ao quilómetro 273 da sétima de 12 etapas do Rali Dakar. Exigências das seguradoras quanto a despistes toxicológicos ao corpo de Paulo …

Estivadores vão fazer greve em Setúbal e ameaçam fazer o mesmo em Lisboa

O Sindicato dos Estivadores e Atividade Logística (SEAL) revelou esta sexta-feira que vai entregar já na segunda-feira um pré-aviso de greve no Porto de Setúbal e ameaça fazer o mesmo no Porto de Lisboa. “Os trabalhadores …

Segundo maior diamante transforma-se em joias Louis Vuitton

Depois de cortado e polido, o segundo maior diamante da história será transformado numa coleção de joias da Louis Vuitton. A Lucara Diamond encontrou o diamante Sewelo, de 1.758 quilates, na sua mina do Botswana, no …

Filho do presidente da Câmara de Pedrógão Grande "sem memória" no caso da reconstrução de casas

O adjunto do presidente da Câmara de Pedrógão Grande, Telmo Alves, que também é filho do autarca, disse em Tribunal que desconhece o processo de reconstrução das casas ardidas no incêndio no concelho, em 2017, …

Joacine não está inscrita no congresso do Livre

De acordo com o semanário Expresso, a deputada única do Livre não se inscreveu na reunião magna do partido, que se realiza este fim de semana, em Lisboa. A deputada do Livre, Joacine Katar Moreira, e …

"Há condições para avançar" com o alargamento da ADSE

"Há condições para avançar" com o alargamento da ADSE aos contratos individuais do Estado e aos precários regularizados no PREVPAP, disse Alexandra Leitão, esta sexta-feira, no Parlamento. A ministra da Modernização do Estado e da Administração …

Países "lutam" por fundos europeus para neutralizar emissões de carbono

Um novo fundo de 100 mil milhões destinado a neutralizar as emissões de dióxido de carbono na Europa até 2050 está em disputa por vários países. A Comissão Europeia quer implementar um fundo de 100 mil …