Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer.

De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães e colocaram os seus donos (que tinham de pedir socorro de forma autêntica) dentro de uma caixa grande, que tinha uma porta leve que poderia ser facilmente deslocada por estes animais.

“Cerca de um terço dos cães resgatou os seus donos, o que não parece assim muito impressionante por si só”, começa por dizer o psicólogo Joshua Van Bourg, da Universidade Estadual do Arizona, nos Estados Unidos.

“O importante aqui é que, sem controlar o entendimento de cada cão sobre como abrir a caixa, a proporção de cães que resgatou os donos subestima de forma significativa a proporção de cães que queria resgatá-los”, acrescenta.

Por outras palavras, o estudo, publicado na revista científica PLOS One, sugere que mais animais queriam resgatar os donos, simplesmente não sabiam como o fazer.

Num outro teste, os cientistas colocaram comida na caixa de forma a que os cães a vissem, sem o dono estar presente. 19 dos 60 cães recuperaram a recompensa, em comparação com os 20 do experimento anterior. Destes 19 animais, 16 também libertaram os seus donos da caixa no outro teste: uma taxa de acerto de 84%.

Depois, a equipa tentou perceber as motivações dos cães. Num teste, os donos não podiam chamar pelo nome dos seus cães – para garantir que estes não seguiam apenas ordens –, e noutro os donos simplesmente estavam a ler uma revista dentro da caixa para compará-lo com o teste em que ‘estavam em perigo’.

 

“Durante o teste de angústia, os cães ficaram muito mais stressados. Quando o dono estava angustiado, os cães latiram e choramingaram mais. Na verdade, houve oito cães que choramingaram, e fizeram-no durante esse teste. Apenas um outro cão choramingou, e por comida”, explica Van Bourg.

No teste em que os donos estavam dentro da caixa a ler, 16 dos cães abriram a porta para deixar o dono sair (ou para se aproximar dele). Os investigadores dizem que o simples facto de estar com o dono é uma forte motivação para os cães, mas saber que estão em perigo dá-lhes ainda mais urgência.

O facto de quase tantos cães abrirem a caixa para conseguir a comida como para resgatar os seus donos sugere que as duas ações são vistas como recompensadoras por estes animais de estimação.

“O fascinante deste estudo é que mostra que os cães realmente se importam com os seus donos. Mesmo sem treino, muitos vão tentar e resgatar pessoas que parecem estar em perigo – e quando falham, podemos ver o quanto ficam chateados”, declara o psicólogo Clive Wynne, outro dos autores do estudo.

“Posteriormente, queremos explorar se os cães que resgatam o fazem para se aproximar dos seus donos, ou se abririam na mesma a caixa, mesmo se isso não lhes dê a oportunidade de se reunir com eles”, explica.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cidade japonesa acaba de proibir a utilização de telemóveis enquanto se caminha

A cidade japonesa de Yamato acaba de aprovar uma proposta de lei que proíbe as pessoas de utilizarem telemóveis enquanto caminham. A cidade, localizada num subúrbio de Tóquio, entende que os telemóveis são um risco …

MIT apagou base de dados popular que ensinou IA a ser racista e sexista

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, viu-se obrigado apagar uma base de dados de treinamento de Inteligência Artifical (IA) depois de esta ensinar vários algoritmos a usar insultos racistas e sexistas. …

Escola Básica e fábrica de Paços de Ferreira encerradas, com nove casos positivos

A Escola Básica n.º 2 e a Fábrica de Lacados Abrelac, em Paços de Ferreira, Porto, foram encerradas após diagnosticados nove casos de covid-19 para “prevenção” e para “interromper as cadeias de transmissão”, disseram hoje …

Mais nove mortes e 328 casos confirmados em Portugal

Portugal regista hoje mais nove óbitos por covid-19, em relação a sábado, e mais 328 casos de infeção confirmados, dos quais 254 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral …

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …

Na Indonésia, são os recém-licenciados quem mais vai sofrer com o impacto económico da covid-19

A covid-19 continua a desacelerar a economia na Indonésia e pode causar graves impactos nos recém-licenciados que entram no mercado de trabalho pela primeira vez. Na Indonésia, o crescimento económico diminuiu para 2,97% durante o primeiro …

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …