Bioengenheiro inventa microscópio de cartão que se monta como um origami

BBC

Foldscope, o microscópio de baixo custo feito em cartão

Foldscope, o microscópio de baixo custo feito em cartão

Um microscópio é, por norma, um equipamento de tal forma complicado que, à partida, parece ser impossível pensar que poderia ser impresso numa folha de cartão por um custo final de, aproximadamente 37 cêntimos.

Mas foi precisamente o que fez o bioengenheiro indiano Manu Prakash da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos – e esta invenção pode agora salvar vidas em países em desenvolvimento, onde faltam equipamentos para diagnosticar (e tratar) doenças.

As peças do microscópio de Prakash, o Foldscope, são impressas em cartão e depois destacadas e montadas seguindo um sistema de drobagens e encaixes, como acontece na técnica do origami.

O Foldscope – que tem o formato de uma tira, diferente dos microscópios convencionais – possui ainda peças como lentes, uma pequena lâmpada de LED e uma bateria semelhante à que é normalmente usada em relógios.

O microscópio é montado em sete minutos, e o seu custo total é de 0,37 euros.

A bateria do Foldscope tem uma duração até 50 horas, e o equipamento permite ampliar uma imagem até duas mil vezes.

Prakash e a sua equipa criaram 12 modelos diferentes, cada um feito para diagnosticar uma doença específica. Todos têm incluído um projector que é embutido para que suas imagens possam ser analisadas por várias pessoas ao mesmo tempo.

Resistente

Por ser impresso, o Foldscope pode ser fabricado em larga escala, para além de ser muito resistente.

BBC

Manu Prakash

Manu Prakash

“Se quiser poderá molhá-lo, pode pisar e saltar em cima dele ou ainda atirá-lo da altura de um prédio de três andares”, diz Prakash.

A ideia surgiu a partir das viagens do cientista e dos seus alunos a países em desenvolvimento, onde ficaram impressionados com a falta de infra-estruturas para identificar doenças como a malária.

“No Quénia, não há remédios suficientes contra a malária, mas ainda assim são distribuídos mesmo que a doença não tenha sido diagnosticada”, afirma Prakash.

Além do desperdício, o uso indiscriminado dos medicamentos faz com que os parasitas que causam a doença fiquem imunes aos tratamentos disponíveis. Daí a importância dos microscópios, que permitem identificar a presença do mal nos pacientes.

Em Novembro, a Fundação Bill & Melinda Gates premiou Prakash em cerca de 72 mil euros para que ele testasse o Foldscope na Índia, na Tailândia e no Uganda.

O cientista irá seleccionar agora 10 mil voluntários, entre médicos, alunos de medicina, estudantes de nível primário e secundário e cientistas, para testar a sua criação.

ZAP / BBC

 

PARTILHAR

RESPONDER

"Checkmate". Rússia apresenta o seu novo jacto de combate revolucionário

O novo jacto é a aposta do governo russo para as exportações e pode vir a ditar o fim da supremacia (aérea e no mercado) do F-35 norte-americano. A Rússia apresentou o protótipo do novo jacto …

"É demasiado tarde". As palavras dos médicos aos doentes com covid-19 que recusaram a vacina

Estados Unidos da América contam com 48.49% da população totalmente vacinada, apesar de o processo ter estagnado nas últimas semanas. Os números de novas infeções crescem, assim como as mortes face ao crescimento galopante da …

"Pingdemic". Há uma nova "pandemia" a causar escassez de comida e combustível no Reino Unido

As medidas de distanciamento social no Reino Unido caíram e, como consequência, centenas de milhares de pessoas estão a ser notificadas para cumprir isolamento. A partir desta segunda-feira o uso de máscara e outras medidas de …

O lago mais improvável de Roma é um refúgio urbano (que impulsiona o ativismo ambiental)

O lago mais improvável de Roma, que nem sequer devia existir, motivou uma luta pela proteção ambiental do local. No anos 90, num local de construção a apenas alguns quilómetros a leste do Coliseu de Roma, …

Afeganistão. EUA lançam ataques aéreos enquanto Talibãs exigem a renúncia do Presidente

Os Estados Unidos (EUA) entraram num confronto pela cidade de Kandahar, realizando ataques aéreos em apoio às forças afegãs, enquanto os Talibãs apelam ao Presidente Ashraf Ghani para renunciar. O porta-voz do Pentágono, John Kirby, avançou …

A primeira casa impressa em 3D no Canadá é inspirada na sequência de Fibonacci

Depois de ter inspirado inúmeros edifícios, a sequência de Fibonacci serviu de musa à empresa de impressão em 3D Twente Additive Manufacturing (TAM), que criou a primeira casa impressa em 3D do Canadá. A Fibonacci House é …

Marcha do Orgulho de Budapeste será um protesto contra as leis anti-LGBTQI, diz organização

A marcha do Orgulho em Budapeste, que ocorrerá no sábado, será "uma celebração, mas também um protesto", disseram os organizadores, enquanto a comunidade LGBTQI húngara se prepara para desafiar a escalada da campanha anti-homossexual do …

PSD propõe máximo de 215 deputados e divisão de grandes círculos eleitorais

O PSD apresentou, esta sexta-feira, a sua proposta para a reforma do sistema eleitoral, que fixa um máximo de 215 deputados, menos 15 do que o total atualmente em vigor. A proposta do PSD para a …

Variante Lambda: o que saber sobre a nova mutação que preocupa as autoridades

Está a ter um foco mais circunscrito à América Latina, mas já houve dois casos desta mutação em Portugal. A OMS está atenta e de momento classifica a Lambda como uma variante de interesse. Foi inicialmente …

PSD força audição de Eduardo Cabrita sobre inquérito da IGAI

O PSD recorreu à figura da audição potestativa a que os partidos têm direito a usar regimentalmente para ouvir membros do Governo e entidades públicas.  O PSD requereu esta sexta-feira a audição parlamentar obrigatória do ministro …