Não foram meteoros. Uma forte atividade vulcânica arrefeceu a Terra há 13 mil anos

Porque é que a Terra arrefeceu repentinamente há 13 mil anos? Sedimentos antigos encontrados numa caverna no Texas, nos Estados Unidos, parecem ter resolvido este grande mistério.

Alguns cientistas acreditam que o fenómeno que arrefeceu repentinamente o nosso planeta, há 13 mil anos, foi causado por um impacto extraterrestre, como uma colisão de meteoros.

No entanto, cientistas das universidades norte-americanas de Houston, Baylor e Texas A&M descobriram que as evidências deixadas em camadas de sedimentos na caverna de Hall, no estado do Texas, eram resultado de erupções vulcânicas, avança o Europa Press.

Michael Waters, co-autor do artigo científico publicado no dia 31 de julho na Science Advances, explicou que esta caverna tem um registo de sedimentos que se estende por mais de 20 mil anos. “É um registo excecional que oferece uma oportunidade única de cooperação interdisciplinar para investigar uma série de questões importantes.”

A equipa de investigadores descobriu que, dentro da caverna, existem várias camadas de sedimentos, datados da época do impacto extraterrestre, que poderiam responder à misteriosa questão do arrefecimento repentino do planeta.

“Este trabalho mostra que a assinatura geoquímica associada ao evento de arrefecimento da Terra não é única, tendo ocorrido quatro vezes entre 9 mil e 15 mil anos atrás”, disse Alan Brandon, professor de geociências da Universidade de Houston e líder desta investigação.

O gatilho para este evento de arrefecimento não veio do Espaço. As evidências geoquímicas anteriores de um grande meteoro a explodir na atmosfera refletem um período de grandes erupções vulcânicas”, concluiu o cientista.

Depois de um vulcão entrar em erupção, a propagação global de aerossóis reflete a radiação solar recebida para longe da Terra e pode levar ao arrefecimento global durante um período de cinco anos, dependendo do tamanho e da escala de tempo da erupção.

O estudo indica que o episódio de arrefecimento, conhecido como Dryas recentes, foi causado por numerosos processos coincidentes baseados na Terra, e não por um impacto extraterrestre. “O Dryas recentes, que ocorreu há cerca de 13.000 anos, interrompeu o aquecimento característico da Terra no final da última era glacial”, disse Steven Forman, professor de geociências e co-autor do estudo.

O clima da Terra podia estar num ponto de inflexão durante o Dryas recentes, possivelmente devido à descarga de placas de gelo no Oceano Atlântico Norte, a uma melhor cobertura de neve e a poderosas erupções vulcânicas – fatores que podem ter resultado num intenso arrefecimento do hemisfério norte.

O período de arrefecimento durou, aproximadamente, 1.200 anos, tornando uma única erupção vulcânica um importante fator inicial. No entanto, os autores salvaguardam que foram necessárias outras mudanças no sistema terrestre, como o arrefecimento do oceano e a cobertura de neve, para manter este período mais frio.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu já começo a perguntar o que é que os cientistas andam a beber, um dia é uma coisa no dia seguinte é outra.

RESPONDER

Encontrado o primeiro planeta que sobreviveu à morte da sua estrela

Uma equipa internacional de astrónomos relatou o que pode ser o primeiro planeta intacto encontrado a orbitar uma anã branca, as densas sobras de uma estrela semelhante ao Sol, apenas 40% maior do que Terra. O …

Os sinais de vida em Marte podem ter sido "apagados" por ácidos

Fluidos ácidos podem ter destruído há muito as evidências de vida biológica passada dentro da argila marciana - possivelmente explicando, assim, por que é tão difícil encontrar evidências de vida antiga no Planeta Vermelho. Em pouco …

Faca feita de fezes entre os vencedores deste ano dos prémios Ig Nobel

Uma faca feita com fezes congeladas e um jacaré a arrotar são alguns dos vencedores dos prémis Ig Nobel, que distinguem as invenções mais incomuns. Os prémios Ig Nobel – uma paródia dos prémios atribuídos pelas …

O hemisfério norte teve o verão mais quente de que há registo (e isso é um sinal de alerta para a Terra)

O hemisfério teve em 2020 o verão mais quente de que há registo. No geral, o Planeta Terra teve três dos meses mais quentes, e o mês de agosto foi o segundo mais quente que …

Há uma nova explicação para o naufrágio do Titanic: Uma fantástica Aurora Boreal

Todos conhecemos a história do Titanic. Também todos sabemos que o seu naufrágio aconteceu após o grande navio ter embatido num iceberg. Contudo, um investigador americano põe novas hipóteses em cima da mesa. E se …

Famalicão 1-5 Benfica | "Águia" faminta com nota artística

Após a desilusão de Salónica, que ditou um adeus precoce dos milhões da fase de grupos da Liga dos Campeões, o Benfica goleou na noite desta sexta-feira o Famalicão por 5-1, numa espécie de redenção. Neste …

O anonimato de Banksy teve um custo. Perdeu os direitos sobre uma das suas obras mais icónicas

O famoso artista de rua britânico Banksy perdeu uma longa batalha judicial pelos direitos autorais da obra "The Flower Thrower", contra a Full Colour Black, empresa que produz postais de felicitações. Banksy, o misterioso artista que, …

Reino Unido e Espanha aumentam restrições. Itália e Alemanha com quase dois mil casos

Madrid restringe movimentos de 850 mil pessoas, Itália regista um aumento dos casos de infeção nas últimas 24 horas, britânicos enfrentam novas restrições no país e Alemanha com dois mil novos casos de covid-19. A região …

Trump novamente acusado de assédio sexual. "Enfiou a língua na minha garganta", disse Amy Doris

O Presidente dos EUA, Donald Trump, foi acusado esta quinta-feira de agressão sexual por uma ex-modelo, num episódio que alegadamente terá ocorrido num torneio de ténis, em 1997. A ex-modelo Amy Dorris relatou ao jornal britânico …

Ventura pondera suspender mandato para se dedicar à campanha presidencial

O presidente do Chega afirmou hoje que o seu partido "está a analisar" no plano jurídico a questão da suspensão temporária do seu mandato de deputado para se dedicar às campanhas dos Açores e presidenciais. Em …