Árvores de Natal não vendidas fizeram as delícias dos animais do zoo de Berlim

Clemens Bilan / EPA

Esta quarta-feira, os animais do jardim zoológico de Berlim, na Alemanha, puderam desfrutar de um banquete de Natal tardio à base de pinheiros de Natal que não foram vendidos ou usados.

De acordo com o jornal The Independent, vários animais do jardim zoológico de Berlim, localizado no Parque Tiergarten, deliciaram-se, esta quarta-feira, com os pinheiros de Natal doados pela população.

Esta é uma tradição anual do zoo da capital alemã, na qual os residentes da cidade podem doar as árvores que não foram vendidas ou usadas nesta época festiva.

É uma forma não só de minimizar o típico desperdício desta altura, mas também ajudar os jardins zoológicos, que têm sofrido a nível financeiro com a pandemia da covid-19.

Em declarações ao jornal britânico, Philine Hachmeister, porta-voz do zoo, contou que “muitos animais ficam fascinados e entusiasmados com o cheiro [das árvores de Natal]”.

Além disso, acrescentou, os pinheiros “têm uma forma incomum e são espinhosos”, características que geralmente os animais, como os elefantes, as renas e os bisontes, não podem encontrar na ementa diária.

Hachmeister considerou ainda que esta tradição dá aos animais, simultaneamente, “um brinquedo e um petisco” para se entreterem.

“Pode-se dizer que são um tipo de brinquedo e um snack festivo num só”, concluiu.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE