Arqueólogos revelam o que se esconde debaixo do castelo do “Conde Drácula”

Os arqueólogos estudaram o conhecido castelo de Corvin na região romena de Transilvânia, onde Vlad III foi preso, e encontraram vestígios de várias estruturas desconhecidas.

O castelo de Corvin, também conhecido como Castelo de Hunyadi ou Castelo de Hunedoara, é um castelo gótico-renascentista em Hunedoara, na Roménia.

As fortificações de pedra mais antigas da estrutura datam do século XIV e a sua transformação de fortaleza em castelo já estava em andamento no século XV, de acordo com a investigadora Isabel Morris, do Departamento de Engenharia Civil e Ambiental da Universidade de Princeton.

No século XV, Vlad III, príncipe da Valáquia, foi preso no castelo de Corvin pelo governador húngaro John Hunyadi, que supervisionou a primeira expansão do castelo. Mais duas expansões foram feitas nos séculos XVII e XVIII.

A imagem de Vlad III está coberta por muitas lendas sobre a barbaridade com que tratava os seus inimigos, ao ponto de se ter tornado difícil distinguir a verdade da mentira. Apesar de tudo, o castelo da família Corvin continua a chamar a atenção de cientistas e amadores de histórias sobre vampiros, que tentam encontrar vestígios do Drácula real.

Consequentemente, o edifício é uma miscelânea de construções de diferentes períodos. O edifício tem sido objeto de numerosas escavações. No entanto, os mapas são inconsistentes e falta muito do registo arqueológico, o que representa um desafio para os arqueólogos que exploram o castelo hoje. Por esse motivo, Morris escolheu o radar de penetração no solo para realizar o seu estudo.

A investigadora queria encontrar “quartos de tortura” e outras salas perdidas, ao estudar os alicerces do castelo de Vlad III. As ondas dos radares permitem penetrar na profundidade de várias dezenas de metros.

A equipa não conseguiu encontrar tais salas, mas encontrou vestígios de uma construção dos tempos mais remotos, que teria funções administrativas. As conclusões foram apresentadas a 12 de dezembro na reunião anual da American Geophysical Union.

“Para fazer um bom trabalho com a nossa reconstrução, precisámos de saber onde todas estas peças estão”, disse a investigadora. “Identificámos um complexo administrativo construído durante o século XVII”. O radar também revelou lugares onde partes do castelo eram sustentadas por rochas e suportadas por estruturas construídas pelo homem.

Os quartos já reconstruidos nas profundezas do castelo incluem uma câmara de tortura – com um modelo de uma vítima amarrada e pendurada no teto -, mas não se sabe se a sombria câmara já abrigou o infame Vlad III.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. O Governador Húngaro poderia chamar-se muita coisa, mas John não se chamava de certeza quanto muito Jan ou Johann, que são nomes possíveis no império Austro-húngaro ou no reino da Hungria. John é um nome inglês e que não tem qualquer enquadramento local.

RESPONDER

Mulheres menos propensas à covid-19 por respeitarem mais o distanciamento social

Uma das razões pelas quais as mulheres podem ser menos vulneráveis ​​a infeção pelo novo coronavírus deve-se ao facto de serem mais propensas a aderir às políticas de distanciamento social, sugeriu uma nova pesquisa. Uma pesquisa …

Braga 3 - 0 AEK | Minhotos de gala conquistam atenienses

O Sporting de Braga iniciou a sua participação no Grupo G da Liga Europa com uma vitória. Na recepção aos gregos do AEK de Atenas, os minhotos mostraram ser muito mais equipa e ganharam por …

Capitalismo vai arruinar o planeta até 2050, alertam cientistas

Um grupo de cientistas alerta que se continuarmos com este capitalismo desenfreado, o nosso planeta vai sofrer consequências a nível climático e ambiental. Até 2050, o planeta Terra pode sofrer seriamente às mãos do capitalismo desenfreado. …

Os novos faróis inteligentes da Audi levam-no ao cinema sem sair do carro

Os novos faróis LED da Audi levam-no ao cinema sem sair do carro, já que são capazes de projetar imagens na estrada ou em paredes. A novidade é lançada na nova linha de SUVs elétricos da …

FC Porto foi "histriónico" e não se portou bem, escreve-se em Manchester

Jornal inglês alega que os elementos do FC Porto foram exagerados, turbulentos e não tiveram um comportamento adequado. Não há uma única palavra sobre o árbitro. Na manhã seguinte à derrota (3-1) do FC Porto em …

De passagem secreta a cemitério de carros. Túnel sob Nápoles "esconde" veículos enferrujados da II Guerra

No centro de Nápoles, em Itália, há veículos e motocicletas abandonados e enferrujados dos anos 1940 alinhados num túnel a mais de 30 metros abaixo dos seus pés. A Piazza del Plebiscito foi nomeada após uma …

Primeira ministra islandesa interrompida por um terramoto quando dava uma entrevista em direto

Um terramoto de magnitude 5.6 interrompeu uma entrevista em direto da primeira ministra islandesa ao The Washington Post. Mas Katrin Jakobsdottir reagiu à situação de forma tranquila: "Isto é a Islândia". Katrin Jakobsdottir estava a dar …

O voo mais longo do mundo está de volta (e agora é ainda mais longo)

O voo da Singapore Airlines que partia de Singapura com destino até Nova Iorque, foi uma das vítimas do covid-19 e ficou suspendo a 23 de março. Agora, é possível viajar nesta rota novamente, e …

Obras de cinco museus de Berlim vandalizadas no início do mês

Sarcófagos egípcios, pinturas do século XIX e esculturas em pedra de três dos principais museus de Berlim foram atacados com uma substância líquida oleosa a 3 de outubro, dia em que se festejaram os 30 …

Lech Poznań 2 - 4 Benfica | Darwin e a teoria da vitória

Pela primeira vez na fase de grupos da Liga Europa, desde que a prova foi criada na época 2009/10, o Benfica iniciou da melhor forma o trajecto na competição, venceu em solo polaco o Lech …