Animais terrestres começaram a morrer muito antes da vida marinha no Permiano

Uma equipa internacional de geólogos e paleobiólogos descobriu evidências que poderão redefinir a linha do tempo estabelecida quando a vida começou a desaparecer na extinção do Permiano-Triássico.

Há cerca de 252 milhões de anos, a grande maioria das espécies terrestres e marinhas foi exterminada na chamada “Great Dying” (extinção do Permiano-Triássico), graças a uma série de erupções vulcânicas que expeliram gases nocivos de efeito de estufa.

“A maioria das pessoas pensa que o colapso terrestre começou ao mesmo tempo que o colapso marinho e que aconteceu simultaneamente no hemisfério sul e no hemisfério norte”, diz a paleobotânica Cindy Looy, da Universidade da Califórnia, em Berkeley, citada pelo site Science Alert.

O padrão para separar o Permiano do Triássico baseia-se num leito de fósseis marinhos perto da cidade de Meishan, no sul da China. Os sedimentos apontam para um momento catastrófico há 251,96 milhões de anos (com uma margem de erro de mais ou menos 35 mil anos), quando os ecossistemas aquáticos entraram em colapso e cerca de 96% de todas as espécies oceânicas morreram.

Mas, pelos vistos, não é o único. A equipa de investigadores analisou isótopos encontrados em cristais de zirconita embutidos numa amostra de cinzas vulcânicas na região sul-africana de Karoo. Durante o Permiano, esta bacia fazia parte do supercontinente Gonduana. É nestes registos fósseis do hemisfério sul que os sinais de desaparecimento da vida terrestre são mais claros.

Segundo o mesmo site, a assinatura isotópica da zirconita sugeriu que o material vulcânico estava lá há 252,24 milhões de anos. Ou seja, mesmo dando algum espaço de manobra, parece que as cinzas haviam caído centenas de milhares de anos antes do sedimento que define o padrão perto de Meishan.

“A nossa nova datação da zirconita mostra que a base da Zona de Montagem de Lystrosaurus é anterior à extinção marinha por várias centenas de milhares de anos. Isto significa que a rotação floral e da fauna em Gonduana está fora de sincronia com a crise biótica marinha do hemisfério norte”, afirma Looy, cujo estudo foi publicado, este mês, na revista científica Nature Communications.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas capturaram em vídeo explosão de um enorme buraco negro

Uma equipa de astrónomos capturou o momento exato em que um buraco negro lança material quente para o Espaço à velocidade da luz. O telescópio espacial de raios-X Chandra captou a explosão de um buraco negro. …

Vitória SC 2-2 Sporting | Emoção, erros e golos no Castelo

Vitória de Guimarães e Sporting empataram 2-2 no “Castelo”, num bom jogo de futebol, com golos, emoção, bons lances colectivos, erros individuais e recuperações. Andraz Sporar, com dois golos, foi a figura da partida, o …

A seis meses das eleições, taxa de desaprovação de Trump atinge novo recorde

Mais de metade dos norte-americanos (54,2%) está insatisfeita com a liderança de Donald Trump, segundo as recentes pesquisas de opinião. De acordo com o jornal online Independent, que cita o site especializado em análise de pesquisas de …

O Uruguai passou no teste: a quantidade de idosos não parece tê-lo penalizado

O Uruguai tem quase 1.000 quilómetros de fronteira com o Brasil e a população mais envelhecida da América do Sul. Ainda assim, é o país sul-americano que melhor faz frente à pandemia de covid-19 na …

No trânsito, não só perdemos paciência como também saúde

Começar o dia com um engarrafamento é o truque ideal para o nosso dia ficar arruinado. O trânsito, além de alterar o humor, pode também afetar a nossa saúde. Além das consequências negativas diretas do trânsito, …

CO2 na atmosfera no nível mais alto de sempre em maio

A concentração de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera atingiu, em maio, o nível mais alto de sempre, anunciaram cientistas da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos Estados Unidos. Em maio, a concentração de dióxido de …

Tem 15 anos e é o "coração de leão". Jyoti pedalou quase 1.200 quilómetros com o pai ferido na bicicleta

Jyoti Kumari, conhecida na Índia como "coração de leão", transportou o pai ferido por mais de 1.200 quilómetros de bicicleta, durante sete dias. Jyoti Kumari, uma adolescente de 15 anos, vivia com o pai em Gurugram, …

Açores considerados "um dos destinos mais seguros na Europa" em 2020

Os Açores são um dos destinos mais seguros da Europa em 2020. A distinção tem por base as medidas de segurança sanitárias, o baixo número de casos e a segurança no serviço de saúde. Os Açores …

Benfica 0 - 0 Tondela | Muro amarelo trava liderança da "águia"

Uma espécie de empate com sabor a derrota. Menos de 24 horas após o desaire do FC Porto ante o Famalicão por 2-1, o Benfica não foi além de um nulo na recepção desta quinta-feira …

Premier League aprova cinco substituições

A Premier League aprovou, esta quinta-feira, as cinco substituições por jogo até final da presente temporada, assim como o aumento do número de jogadores no banco de suplentes, de sete para nove. Os clubes da Liga …