A civilização está à beira do colapso, diz a NASA

Javrri / Flickr

Detalhe do cartaz de "END:CIV", filme de Franklin Lopez, 2011

Detalhe do cartaz de “END:CIV”, filme de Franklin Lopez, 2011

Um estudo patrocinado pela NASA prevê que a civilização industrial poderá entrar em colapso nas próximas décadas devido à exploração não sustentável dos recursos e à distribuição cada vez mais desequilibrada da riqueza. 

A investigação, publicada na Ecological Economics e realizado com o apoio do Goddard Space Flight Center, da NASA, utilizou modelos teóricos para prever que o mundo tal como o conhecemos deverá durar, no máximo, mais um século. Se nada mudar, seremos “engolidos” por fatores como as alterações climáticas, o aumento da população, o consequente aumento da exploração dos recursos e a estratificação da sociedade em “elite” e “massas”.

Os casos de grandes rupturas civilizacionais devido a “colapsos vertiginosos – por vezes durante séculos – são muito comuns”, mesmo em civilizações avançadas e complexas, tais como o Império Romano ou os impérios Han, na China, Máuria e Gupta, na Índia, e da Mesopotâmia.

Ascensão e queda

O estudo, divulgado pelo Guardian, analisou o declínio de civilizações antigas e conclui que “o processo de ascensão e queda é um ciclo recorrente ao longo da História”, identificando cinco fatores que explicam o declínio da civilização e que podem determinar o risco atual de um colapso: população, clima, água, agricultura e energia

Nos últimos cinco mil anos, a conjugação destes fatores levou a situações de colapso quando se verificaram os fenómenos da “exploração prolongada de recursos” de forma insustentável, influenciando o equilíbrio ecológico, e “a estratificação económica da sociedade em Elites [ricas] e Massas (ou Plebeus) [pobres]”.

sesync.org

Safa Motesharrei, investigador do Sesync

Safa Motesharrei, investigador do National Socio-Environmental Synthesis Center

O trabalho de investigação foi liderado por Safa Motesharrei, do National Socio-Environmental Synthesis Center. Em conjunto com uma equipa de cientistas das áreas naturais e sociais, o especialista em matemática aplicada criou um modelo multidisciplinar chamado “Human And Nature DYnamical” (HANDY).

Os cientistas enfatizam que “o colapso pode ser evitado e a população pode alcançar um equilíbrio se a utilização per capita dos recursos naturais for reduzida a níveis sustentáveis e se esses recursos forem distribuídos de uma forma equitativa”.

A batata quente fica, portanto, nas mãos das Elites que têm poder para “restabelecer um equilíbrio económico”.

Aline Flor, ZAP

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Este estudo da Nasa vem apenas confirmar que 2 + 2 são mesmo 4. O problema é que as grandes elites não estão muito interessadas em corrigir o erro em que nos encontramos pois isso seria ceder parte do seu poder. E aqui só mesmo uma revolução nos poderá levar lá. A única forma de trazer esse equilíbrio é abandonar o modelo da globalização económica, que destruiu as economias dos paises mais frágeis levando ao empobrecimento crescente das populações, pelo modelo da Localização Concênctrica que leverá a uma distribuição mais equitativa dos recursos e da riqueza. Poderão encontrar mais informação sobre este modelo no capítulo “A Revolução que mudou Portugal e o Mundo” que se encontra para download neste endereço: http://www.caminhosdepax.pt/editora/catalogo/pedro-elias/memorias-de-um-despertar-pre-reserva/download.html

    • Aposto que a civilização colapsava estrondosamente se 5% da população fosse constituída por cérebros equivalentes ao teu.

  2. A raça humana não está interessada em progredir, em melhorar. As pessoas querem consumir desenfreadamente e satisfazer seus anseios mais primais, sem se importar com o que realmente importa: amar o próximo. O calapso em um futuro próximo é o caminho óbvio e merecido!!!!! Como se não bastasse o próprio homem ser RUIM por natureza, ainda há países como EUA, Inglaterra e aqueles lixos do Oriente Médio a se matarem incessantemente por seu “deus” inexistente…. “Guerra Santa”, dizem eles, o que só mostra o quão primitivos nós somos e o quanto merecemos ir para o buraco!!!!

  3. Engraçado é que se a raça humana é prejudicial ao meio ambiente devemos primeiro nos matar a todos um genocídio completo. Ocupamos apenas 3% do planeta, mas apenas agora começam o conversadeira, os três maiores poluidores do planeta USA, Russia e China não irão parar de poluir, engraçado que a maquina comunista é que mais produz lixo toxico e os defensores do meio ambiente no Brasil são meio comunistas, pois lutam contra o capitalismo, mas utilizam iPhone e comem Macdonalds. Quem quer ver o desespero são justamente aqueles que vendem produtos “ecológicos” no caso o moço da foto, temos que nos preocupar sim com a natureza, mas isso é dever de todos.

  4. Os Árabes já destruíram todas as civilizações que entraram em contacto,
    a América não vai ser diferente…

    Os Árabes querem que a civilização seja destruída, para depois eles reinarem mediante o caos!!!

RESPONDER

Bill Gates é o homem mais admirado do mundo. Ronaldo também está na lista

O cofundador da Microsoft já não é o homem mais rico do mundo, mas continua a ser o mais admirado. Cristiano Ronaldo é o 7.º. Na semana passada, Bill Gates perdeu o lugar que ocupava há …

Volvo vai chamar à oficina mais de 500 mil carros até ao fim do ano

O problema detetado no motor dos carros poderá afetar os automóveis a diesel de quatro cilindros, construídos entre 2014 e 2019, nas marcas V40, o V60, V70, S80 e XC60. A Volvo retirou cerca de 70 …

A baunilha é mais cara do que a prata (e há já quem mate pelo "ouro verde")

A baunilha, que era vendida em 2015 por cerca de 90 euros o quilograma, disparou no ano passado para 535 euros, ultrapassando assim o valor da prata. Esta subida que quase sextuplicou o valor da …

"Nova Expo". 300 milhões para requalificar zona ribeirinha entre Pedrouços e Cruz Quebrada

O projeto que vai requalificar a zona ribeirinha entre Pedrouços e Cruz Quebrada conta com um investimento de 300 milhões de euros. À zona ocidental de Lisboa já lhe chamam de "nova Expo". A zona ribeirinha …

Descoberta imensidão de tesouros arqueológicos ao largo da Galiza. São mais de 1.600 objetos

Trabalhos de arqueologia subaquática ao largo das costas galegas permitiram descobrir nas últimas três décadas um total de 1600 objetos arqueológicos. As peças afundaram-se ao longo dos séculos durante inúmeros naufrágios e ali se foram acumulando. …

27 anos depois, Clã anunciam saída de dois elementos

Mais de um quarto do século após a sua formação, a banda do Porto vê dois dos seus elementos fundadores partirem. Os Clã anunciaram a saída de dois dos seus elementos através de um comunicado publicado …

Reduzir o uso de ar condicionado pode ajudar a salvar vidas

Há muitas pessoas a precisar da ajuda preciosa do ar condicionado para sobreviver a temperaturas cada vez mais altas. Contudo, aquele que pensamos ser o nosso maior aliado pode ser, na verdade, o nosso pior …

Porto vai ter policiamento gratificado em "zonas particularmente sensíveis"

Rui Moreira diz que nos últimos 20 anos não houve investimento na polícia e afirma que o espaço público "não pode ser apropriado por gangues". O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, anunciou esta segunda-feira …

Altos níveis de ferro associados a um menor risco de doença cardíaca

Diferentes níveis de ferro podem ter efeitos dispares na nossa saúde. Uma equipa de cientistas descobriu uma associação entre altos níveis de ferro e um menor risco de doença cardíaca. A tarefa não foi propriamente fácil …

Quénia. Ministro das Finanças preso por suborno e fraude

O Ministro das Finanças do Quénia, Henry Rotich, e vários funcionários do seu ministério foram presos esta segunda-feira por suborno e fraude num projeto de construção de duas barragens que envolve milhões de dólares. Em declarações …