A civilização está à beira do colapso, diz a NASA

Javrri / Flickr

Detalhe do cartaz de "END:CIV", filme de Franklin Lopez, 2011

Detalhe do cartaz de “END:CIV”, filme de Franklin Lopez, 2011

Um estudo patrocinado pela NASA prevê que a civilização industrial poderá entrar em colapso nas próximas décadas devido à exploração não sustentável dos recursos e à distribuição cada vez mais desequilibrada da riqueza. 

A investigação, publicada na Ecological Economics e realizado com o apoio do Goddard Space Flight Center, da NASA, utilizou modelos teóricos para prever que o mundo tal como o conhecemos deverá durar, no máximo, mais um século. Se nada mudar, seremos “engolidos” por fatores como as alterações climáticas, o aumento da população, o consequente aumento da exploração dos recursos e a estratificação da sociedade em “elite” e “massas”.

Os casos de grandes rupturas civilizacionais devido a “colapsos vertiginosos – por vezes durante séculos – são muito comuns”, mesmo em civilizações avançadas e complexas, tais como o Império Romano ou os impérios Han, na China, Máuria e Gupta, na Índia, e da Mesopotâmia.

Ascensão e queda

O estudo, divulgado pelo Guardian, analisou o declínio de civilizações antigas e conclui que “o processo de ascensão e queda é um ciclo recorrente ao longo da História”, identificando cinco fatores que explicam o declínio da civilização e que podem determinar o risco atual de um colapso: população, clima, água, agricultura e energia

Nos últimos cinco mil anos, a conjugação destes fatores levou a situações de colapso quando se verificaram os fenómenos da “exploração prolongada de recursos” de forma insustentável, influenciando o equilíbrio ecológico, e “a estratificação económica da sociedade em Elites [ricas] e Massas (ou Plebeus) [pobres]”.

sesync.org

Safa Motesharrei, investigador do Sesync

Safa Motesharrei, investigador do National Socio-Environmental Synthesis Center

O trabalho de investigação foi liderado por Safa Motesharrei, do National Socio-Environmental Synthesis Center. Em conjunto com uma equipa de cientistas das áreas naturais e sociais, o especialista em matemática aplicada criou um modelo multidisciplinar chamado “Human And Nature DYnamical” (HANDY).

Os cientistas enfatizam que “o colapso pode ser evitado e a população pode alcançar um equilíbrio se a utilização per capita dos recursos naturais for reduzida a níveis sustentáveis e se esses recursos forem distribuídos de uma forma equitativa”.

A batata quente fica, portanto, nas mãos das Elites que têm poder para “restabelecer um equilíbrio económico”.

Aline Flor, ZAP

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Este estudo da Nasa vem apenas confirmar que 2 + 2 são mesmo 4. O problema é que as grandes elites não estão muito interessadas em corrigir o erro em que nos encontramos pois isso seria ceder parte do seu poder. E aqui só mesmo uma revolução nos poderá levar lá. A única forma de trazer esse equilíbrio é abandonar o modelo da globalização económica, que destruiu as economias dos paises mais frágeis levando ao empobrecimento crescente das populações, pelo modelo da Localização Concênctrica que leverá a uma distribuição mais equitativa dos recursos e da riqueza. Poderão encontrar mais informação sobre este modelo no capítulo “A Revolução que mudou Portugal e o Mundo” que se encontra para download neste endereço: http://www.caminhosdepax.pt/editora/catalogo/pedro-elias/memorias-de-um-despertar-pre-reserva/download.html

    • Aposto que a civilização colapsava estrondosamente se 5% da população fosse constituída por cérebros equivalentes ao teu.

  2. A raça humana não está interessada em progredir, em melhorar. As pessoas querem consumir desenfreadamente e satisfazer seus anseios mais primais, sem se importar com o que realmente importa: amar o próximo. O calapso em um futuro próximo é o caminho óbvio e merecido!!!!! Como se não bastasse o próprio homem ser RUIM por natureza, ainda há países como EUA, Inglaterra e aqueles lixos do Oriente Médio a se matarem incessantemente por seu “deus” inexistente…. “Guerra Santa”, dizem eles, o que só mostra o quão primitivos nós somos e o quanto merecemos ir para o buraco!!!!

  3. Engraçado é que se a raça humana é prejudicial ao meio ambiente devemos primeiro nos matar a todos um genocídio completo. Ocupamos apenas 3% do planeta, mas apenas agora começam o conversadeira, os três maiores poluidores do planeta USA, Russia e China não irão parar de poluir, engraçado que a maquina comunista é que mais produz lixo toxico e os defensores do meio ambiente no Brasil são meio comunistas, pois lutam contra o capitalismo, mas utilizam iPhone e comem Macdonalds. Quem quer ver o desespero são justamente aqueles que vendem produtos “ecológicos” no caso o moço da foto, temos que nos preocupar sim com a natureza, mas isso é dever de todos.

  4. Os Árabes já destruíram todas as civilizações que entraram em contacto,
    a América não vai ser diferente…

    Os Árabes querem que a civilização seja destruída, para depois eles reinarem mediante o caos!!!

RESPONDER

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …

Na Indonésia, são os recém-licenciados quem mais vai sofrer com o impacto económico da covid-19

A covid-19 continua a desacelerar a economia na Indonésia e pode causar graves impactos nos recém-licenciados que entram no mercado de trabalho pela primeira vez. Na Indonésia, o crescimento económico diminuiu para 2,97% durante o primeiro …

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …

Novo comboio-bala entra ao serviço na linha Tóquio-Osaka

O mais novo modelo de comboio-bala do Japão - o N700S - entrou ao serviço no dia 1 de julho, numa jornada inaugural de Tóquio a Osaka. A série N700S (sendo que o "S" significa "Supreme") …

Kanye West anuncia candidatura à Presidência dos EUA

O músico norte-americano Kanye West anunciou este sábado, Dia da Independência dos Estados Unidos, a sua candidatura à Casa Branca, depois de ter apoiado anteriormente o atual Presidente e candidato à reeleição, Donald Trump. "Agora devemos …

Vídeo revela, pela primeira vez, como é que o cérebro se livra dos neurónios mortos

Uma equipa de cientistas conseguiu usar, pela primeira vez, uma técnica que "mata" uma célula cerebral isolada e permite observar o processo de limpeza do sistema nervoso em tempo real. A equipa de investigadores conseguiu registar …

Reutilizável, dobrável e esterilizável. Novo "escudo" protege profissionais de saúde

Uma equipa de cientistas desenvolveu, recentemente, um dispositivo dobrável em forma de tenda que atua como um escudo físico para os profissionais de saúde na linha da frente contra a covid-19. A tenda redutora de gotículas …