Cerca de 900 milhões de indianos vão às urnas. Eleições duram mais de um mês

 

A partir desta quinta-feira, e até dia 19 de maio, os indianos estão envolvidos num grande processo de eleições gerais. O transporte das urnas é um dos grandes problema.

Cerca de 900 milhões de eleitores vão às urnas a partir desta quinta-feira e até e 19 de maio na Índia, num gigantesco processo para eleições gerais que exigem a sua divisão em sete fases. Em disputa estarão 543 assentos da Assembleia do Povo (Lok Sabha), dos 545 assentos possíveis (dois são indicados pelo Presidente), para um mandato de cinco anos.

Os eleitores irão também às urnas para eleger os governos regionais dos Estados de Andhra Pradesh (sul), Arunachal Pradesh (nordeste), Odisha (leste) e Sikkim (nordeste), deixando de fora Jammu e Caxemira (norte), por requerer um amplo deslocamento das forças de segurança.

Com cerca de 1,3 mil milhões de habitantes, 29 Estados e sete territórios, a maior democracia do mundo vai enfrentar este mês e no próximo um processo complicado para o qual serão ativadas um milhão de assembleias eleitorais, 100.000 a mais do que nas eleições de 2014.

O número de eleitores também tem crescido ao longo dos últimos cinco anos, passado de 814 milhões para 900 milhões, o que representa a inclusão de 86 milhões de jovens que vão votar pela primeira vez, de acordo com Comissão Eleitoral da Índia (ECI).

Devido à magnitude dos números, as eleições ocorrerão em sete fases, a serem realizadas em 11 de abril, 18 de abril, 23 de abril, 29 de abril, 06 de maio, 12 de maio e 19 de maio. A publicação dos resultados será divulgada a 23 de maio.

Um dos maiores desafios de um processo de tais dimensões é o transporte de urnas eletrónicas para as partes mais remotas do país, utilizando-se todos os tipos de transporte, incluindo os lombos de alguns animais. De acordo com o ECI, “depois de receber reclamações sobre a segurança das urnas eletrónicas”, nos últimos 1,6 quilómetros do seu transporte serão rastreadas através de sistemas de GPS.

A taxa de analfabetismo é de 64,8%, de acordo com os últimos dados disponíveis, do censo realizado pelo Governo em 2001.

Há mais de dois milhares de partidos registados na Índia e entre os principais que vão concorrer neste sufrágio estão o Partido Bharatiya Janata (BJP), que está no poder, e o Congresso Nacional Indiano (conhecido como Partido do Congresso).

O primeiro-ministro Narendra Modi, do BJP, emerge como o candidato favorito para a reeleição, embora em recentes eleições regionais, visto como um termómetro para o sufrágio geral, a sua formação não venceu em nenhum dos cinco Estados que foram a votos.

O principal partido da oposição, o histórico Partido do Congresso, da dinastia Nehru-Gandhi, alcançou entre novembro e dezembro vitórias em Chhattisgarh (oeste), Madhya Pradesh (centro) e Rajastão (oeste), fortalecendo a candidatura do seu presidente, Rahul Gandhi (neto da ex-primeira-ministra Indira Gandhi), nas eleições gerais.

O Partido do Congresso sofreu a sua maior derrota ao obter 44 dos 543 assentos nas eleições gerais de 2014 e ter perdido 162 assentos, a que se seguiu uma queda livre nas eleições regionais, tendo sido a formação que governou a Índia moderna na maior parte da sua história.

O Governo do BJP congratula-se por ter fortalecido a economia da Índia nos últimos cinco anos, deixando um Produto Interno Bruto (PIB) de 6,6% no terceiro trimestre do ano fiscal atual (de outubro a dezembro do ano passado), segundo os dados mais recentes oficiais disponíveis.

No seu orçamento para o ano fiscal 2019-2020 (abril a março), apresentado no início de fevereiro, o executivo de Modi optou por uma ação mais populista, com os subsídios aos agricultores e trabalhadores do setor informal, e isenções fiscais para a classe média.

No plano político, Modi tem recebido mais apoios após o bombardeamento, que ocorreu em meados de março, de um alegado campo de treino do grupo terrorista paquistanês Jaish-e-Mohammed (JEM), no Paquistão, que reivindicou a responsabilidade pelo ataque a 14 fevereiro na Caxemira indiana, que provocou a morte de 42 polícias indianos.

Esta é a segunda vez na legislatura que o Governo de Nova Deli responde a um ataque por terroristas paquistaneses ou com base no Paquistão, algo que o primeiro-ministro enfatizou nos seus discursos ao comparar a sua ação militar à diplomacia de seus antecessores.

No mês passado, o Facebook, Google, Twitter, WhatsApp e ShareChat concordaram em aderir a um código de ética voluntário em colaboração com a Comissão Eleitoral indiana para conter a ameaça de informações falsas, prometendo retirar qualquer informação deliberadamente enganosa no espaço de três horas.

Facebook e Whatsapp já lançaram serviços e medidas para evitar que notícias e perfis falsos que envolvam as eleições no país circulem neste meio de comunicação.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Acusado de racismo e sexismo, conselheiro político de Boris demite-se

Andrew Sabisky, conselheiro direto do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, demitiu-se esta segunda-feira, depois de ser acusado de racismo e sexismo pelo próprio Partido Conservador por causa de declarações suas no passado. Em causa estão declarações feitas …

"Impressora de pele" promete ajudar na cicatrização de queimaduras

Uma nova impressora 3D portátil é capaz de depositar "folhas de pele", umas sobre as outras, e criar um curativo biológico para cobrir grandes queimaduras. A nova impressora 3D foi desenvolvida por uma equipa de investigadores …

"Made in Space". A primeira fábrica espacial vai começar a ganhar forma

Com o objetivo de construir coisas cada vez maiores no Espaço, uma empresa do Colorado, nos Estados Unidos, está a preparar-se para uma missão de demonstração de construção. A Blue Canyon Technologies vai fornecer a infraestrutura …

Asteróide que passou recentemente pela Terra não estava sozinho

Astrónomos descobriram que o asteróide 2020 BX12, que passou pela Terra na semana passada, era afinal um sistema binário de asteróides. Estamos a falar do asteróide 2020 BX12, que passou a 4,3 milhões de quilómetros de distância da …

"Parasitas" vai ter uma série na HBO. E já são conhecidos dois nomes do elenco

A produção sul-coreana de Bong Joon Ho, especialmente condecorada pela Academia, merece agora uma adaptação para a televisão pelas mãos da HBO. A série televisiva de "Parasitas" foi anunciada em janeiro e a produção está encarregue …

O carregador do seu smartphone é mais potente do que o computador da Apollo 11

Não restam dúvidas de que a informática deu um passo gigante em termos de evolução nos últimos 50 anos. Agora, um engenheiro de software descobriu que até mesmo o carregador do seu smartphone é mais …

Tribunal suspende construção da Gigafactory na Alemanha

Um tribunal alemão ordenou à Tesla, este domingo, a suspensão das obras da sua fábrica "Gigafactory" por questões ambientais. Em novembro do ano passado, Elon Musk, presidente executivo da Tesla, anunciou que a Alemanha tinha sido …

Novos semáforos da Índia ficam vermelhos quando os condutores buzinam

A Polícia de Mumbai, na Índia, instalou detetores de ruído em vários semáforos de cruzamentos importantes da cidade, visando reduzir a poluição sonora. Agora, quanto mais os condutores buzinam, mais tempo a luz se mantém …

Polícia de Hong Kong procura autores de roubo de papel higiénico

Um camião que transportava papel higiénico foi, esta segunda-feira, alvo de um assalto à mão armada em Hong Kong, onde a escassez do produto motivou uma corrida ao comércio local. As autoridades informaram que um motorista …

Centeno considera gravações de Varoufakis "politicamente lamentáveis"

O presidente do Eurogrupo considerou, esta segunda-feira, a atitude do antigo ministro das Finanças grego, que gravou reuniões do fórum de ministros das Finanças da zona euro, "politicamente lamentável". "Honestamente, não tenho comentários a fazer sobre …