Bruno de Carvalho pagou 330 mil euros por jogadores “fantasma”

A direção de Bruno de Carvalho pagou 330 mil euros pelo direito de preferência de sete jogadores, dos quais quatro…

Ler mais