Trump aponta o dedo aos aliados da NATO (e Portugal é um deles)

Etienne Laurent / EPA

O Presidente dos Estados Unidos enviou, em junho, mensagens aos aliados da NATO, incluindo Portugal, queixando-se das contribuições insuficientes dos respetivos países junto da Aliança Atlântica.

De acordo com a notícia publicada hoje no New York Times, os destinatários das cartas foram, entre outros, o Governo português, a chanceler alemã, Angela Merkel, o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, e o novo chefe do Governo espanhol, Pedro Sánchez. As mensagens de Donald Trump são conhecidas uma semana antes da cimeira da NATO, agendada para os dias 11 e 12 de julho, em Bruxelas.

Nas cartas, Trump refere que em 2017 formulou queixas em privado e em público para pressionar os países da NATO a contribuírem com 2% do Produto Interno Bruto para a defesa comum.

Segundo a notícia, o Presidente indica que os pagamentos não foram “suficientes”, acrescentando que na sequência da situação os Estados Unidos podem vir a reconsiderar a “presença militar” a nível mundial.

“Como discutimos durante a visita em abril, verifica-se uma frustração que é crescente nos Estados Unidos em relação a alguns aliados que não deram o passo seguinte, tal como tinham prometido”, diz Trump na mensagem enviada a Angela Merkel.

“Os Estados Unidos continuam a contribuir com mais recursos para a defesa da Europa numa altura em que a economia europeia se encontra bem. Isto já não é sustentável para os Estados Unidos”, sublinha Trump.

Segundo o New York Times, além dos Governos de Portugal, Espanha, Alemanha e Canadá também receberam a carta os Governos da Noruega, Bélgica, Itália, Holanda e Luxemburgo.

Desde que foi eleito Presidente dos EUA, Trump queixa-se de que Washington gasta demasiados recursos com a Aliança Atlântica e tem criticado a situação, de forma reiterada, aos líderes dos vários países. Trump chegou a considerar a NATO “uma organização obsoleta” durante a campanha presidencial.

“A NATO é maravilhosa, mas ajuda mais a Europa do que os Estados Unidos. Por que motivo somos nós a pagar a maior parte dos custos?” afirmou Trump durante a recente visita de Angela Merkel a Washington.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Este (pato) Donald enquanto furioso Sheriff do Império dos Cowboys (USA e abusa), não desiste de destruir o Planeta.
    Mas o problema é que ainda restam (demasiados) cobardolas subservientes, sempre prontos a obedecer à arrogância do Imperador do Mundo.

  2. Este (pato) Donald como furioso Sheriff do Império dos Cowboys (USA e abusa), não desiste de destruir o Planeta.
    Mas o problema é que ainda restam (demasiados) cobardolas subservientes, sempre prontos a obedecer à arrogância do Imperador do Mundo.

  3. Acho muito bem!
    Que o mundo pague aos EUA a protecção que o planeta terra tem!
    A humanidade está em declínio e invés de se olhar para a terra como planeta para a humanidade, sem visão de guerra, criando autosustentatibilidade humana, andasse a brincar ao dinheiro e poder que deverá ser a salvação da humanidade se extinguir.
    Sem ser assunto acho muito engraçado o movimento da salvar a terra, quando na verdade se querem salvar alguém será o ser humano, porque o planeta acreditem que se auto regenera e dentro de milhões de anos cá estará sem qualquer rasto do vírus humano que se auto destruía porque não se pagou a protecção americana. Americanos esses que rasgam os acordos internacionais sem qualquer consequência ou pagamento. Acreditemos que esta nova Era nos traga pessoas sérias e que desejem o bem humano e não os seus bolsos sem fundo.
    Viva o Trump!!!

RESPONDER

Já pode "adotar" um pedaço de Notre-Dame para ajudar na sua reconstrução

Uma organização está a dar a oportunidade de o público ajudar na reconstrução de artefactos específicos da catedral de Notre-Dame, em França, que foi parcialmente destruída por um incêndio em 2019. De acordo com a cadeia …

Proporção divina identificada na gerbera

Descobrir como se formam os padrões distintos e omnipresentes das cabeças das flores tem intrigado os cientistas há séculos. Quando se pede a alguém que desenhe um girassol, quase todas as pessoas desenham um grande círculo …

Audi apresenta o novo Q4 e-tron que traz uma autonomia até 520 km

Ainda antes do verão, a Audi vai colocar no mercado o seu primeiro SUV elétrico concebido de raiz e não adaptado a partir de uma plataforma concebida para motores a combustão. O Q4 e-tron destaca-se pela …

Vanuatu em alerta depois de um corpo com covid-19 ter dado à costa

Vanuatu proibiu viagens de e para a sua principal ilha três dias depois de ter dado à costa um corpo de um pescador filipino, que testou positivo à covid-19. De acordo com a Radio New Zealand, …

Cientistas russos querem criar a primeira vacina comestível contra a covid-19

O Instituto de Medicina Experimental de São Petersburgo, na Rússia, anunciou o seu plano de concluir dentro de um ano os testes pré-clínicos da primeira vacina comestível do mundo contra o novo coronavírus. Em entrevista à …

Em plena crise política, o país mais pobre das Américas ainda não recebeu nenhuma vacina

Numa altura em que a maior parte dos países já têm o processo de vacinação a decorrer, o governo do Haiti ainda não garantiu uma única dose da vacina contra o coronavírus. O país mais pobre …

Afinal, Leonardo da Vinci não esculpiu o busto de Flora

Está terminada a controvérsia que durou mais de cem anos após a aquisição do Busto de Flora em 1909, por Wilhelm von Bode. A datação por radiocarbono revelou, recentemente, que a obra não foi …

Crise climática "implacável" intensificou-se em 2020, diz relatório da ONU

Houve uma intensificação "implacável" da crise climática em 2020, com a queda temporária nas emissões de carbono devido ao confinamento a ter um impacto pouco significativo nas concentrações de gases de efeito de estufa, revelou …

Já se sabe o que causou a misteriosa "tempestade de asma", que vitimou dez pessoas em 2016

Em 2016, na cidade de Melbourne, aconteceu o evento de "tempestade de asma" mais grave do mundo. Os cientistas descobriram agora o culpado. No dia 21 de novembro de 2016, as urgências de um hospital em …

Carlos César reivindica papel do PS na construção da democracia e no combate à corrupção

O presidente do PS defendeu, esta segunda-feira, que se deveu ao seu partido o aprofundamento da democracia e os avanços no combate à corrupção, embora admitindo desvios", "erros" e "omissões num ou outro momento da …