Talibãs garantem que não haverá vingança (e mulheres vão poder trabalhar e estudar)

Ler mais