A Salmonella encontrou uma forma de evitar ser lavada das nossas saladas

Algumas estirpes de bactérias Salmonella encontraram uma forma de fugir às defesas das plantas e de se infiltrar nas suas folhas: uma estratégia que é eficaz o suficiente para protegê-las quando estas são lavadas para consumo.

De acordo com o site Science Alert, esta estratégia acontece através dos estômatos, pequenos orifícios nas folhas das plantas que abrem e fecham naturalmente para permitir que estas arrefeçam e respirem.

A equipa de cientistas responsável pelo estudo, publicado na revista científica Frontiers in Microbiology, passou por um processo minuciosamente detalhado para estudar como os estômatos dos espinafres e da alface respondiam aos patógenos da Salmonella, Listeria e Escherichia coli, os quais podem infetar as plantas sem deixar vestígios.

Foi assim que o método de ataque da Salmonella foi descoberto, e isso tem implicações em como a nossa comida pode ser protegida no futuro – tanto no cultivo como no processamento para venda e alimentação.

“A novidade é como as bactérias não hospedeiras estão a evoluir para contornar a resposta imunitária das plantas. São realmente oportunistas. Quando vemos estas interações incomuns, é aí que começa a ficar complexo”, declarou o biólogo Harsh Bais, da Universidade de Delaware, nos Estados Unidos.

“Agora, temos um patógeno humano a tentar fazer o que os patógenos vegetais fazem. E isso é assustador“, acrescenta.

A lavagem e até tratamentos químicos não conseguem limpar as bactérias que já chegaram às folhas de uma planta. Quando se trata de agricultura vertical, as infeções podem espalhar-se facilmente pelos sistemas de água e pelo toque humano.

Porém, há esperança – e se entendermos melhor as ameaças, podemos protegê-las melhor. Controles biológicos e rígidos controles de segurança para sistemas de irrigação e limpeza podem ser adaptados para manter os nossos alimentos em segurança, destaca a equipa.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Mas toda essa investigação custa muitos milhões de €€€, por isso, penso que não vai ser fácil a aplicação de “Controles biológicos e rígidos controles de segurança para sistemas de irrigação e limpeza podem ser adaptados para manter os nossos alimentos em segurança”…

  2. “Controles biológicos e rígidos controles de segurança para sistemas de irrigação…”

    “controle” não existe em Português. A forma correta é “controlo”.
    É lamentável que os jornalistas não saibam escrever na Língua Mãe!

    • con·tro·le
      (francês contrôle)
      nome masculino
      1. Vigilância, exame minucioso.
      2. Inspecção, fiscalização, comprovação.
      3. Lugar onde se faz a verificação de alguma coisa.
      4. Domínio.
      5. Acto de dirigir um serviço orientando-o do modo mais conveniente.
      Sinónimo Geral: CONTROLO
      controle“, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa

    • Se o senhor não fosse agressivo, prepotente e até ofensivo, escusava de receber uma resposta seca que é um verdadeiro “atestado” de estupidez, ignorância e incapacidade.
      É lamentável quando um jornalista não se defende, como foi o caso, educadamente.
      Parabéns ZAP.

  3. Errei, o que reconheço, pelo que não respondi ao comentário do jornalista, que foi assertivo e educado na resposta. Devia ter verificado nos dicionários atuais, o que não fiz, pelo que me penalizo.
    Os “mimos” que me deixou são próprios de alguém que nunca se enganou. Ainda bem.

RESPONDER

FC Porto 1-0 Guimarães | Dragão já vê Sporting no horizonte

O Porto venceu no fecho da 28ª jornada da Liga NOS pela margem mínima, na recepção ao Vitória SC, e conseguiu o principal objectivo, que passava por somar os três pontos e reduzir para quatro …

Italiano faltou ao trabalho durante 15 anos, mas ganhou quase 600 mil euros

Um funcionário de um hospital no sul de Itália recebeu o salário durante 15 anos, apesar de nunca ter aparecido para trabalhar. De acordo com a polícia italiana, citada pela cadeia televisiva CNN, Salvatore Scumace está …

Google ficou sem o domínio na Argentina (e Nicolás achou que ia ser o novo dono)

Na última quarta-feira, um jovem argentino achou que ia ficar rico à custa da distração da Google no seu país. Acabou por não acontecer e tudo ficou resolvido. "Que pague a dívida externa", "que compre vacinas", …

Lola, a robô humanóide, dá "passos de bebé" (e equilibra-se com as mãos)

Uma equipa de cientistas está a ensinar a robô humanóide Lola a dar "passos de bebé", equilibrando-se com as suas mãos em vários pontos de contacto. Há muito tempo que os investigadores estudam a locomoção de …

Presidente da República veta decreto sobre inseminação post mortem

O Presidente da República vetou, esta quinta-feira, o decreto do Parlamento sobre inseminação post mortem, considerando que suscita dúvidas no plano do direito sucessório e questionando a sua aplicação retroativa. Na mensagem dirigida à Assembleia da …

Primeiro-ministro francês está a receber centenas de peças de lingerie no correio

O primeiro-ministro francês tem estado a receber roupa interior feminina na sua caixa de correio. Foi a forma encontrada pelas lojas de lingerie para protestarem contra as restrições da pandemia que as obrigam a estar …

Inteligência artificial "identifica" autores dos Manuscritos do Mar Morto

Investigadores da Universidade de Groningen, nos Países Baixos, recorreram à inteligência artificial para concluir que os Manuscritos do Mar Morto foram redigidos por vários escribas, o que abre uma "nova janela" para o estudo do …

Inteligência Artificial vai ajudar a identificar fontes de poluição no Bangladesh

A produção de tijolos é uma fonte de poluição que ameaça a saúde da população e do planeta, mas regular esta indústria pode ser uma tarefa difícil para as autoridades. Para resolver o problema, uma …

Portimonense 1-5 Benfica | "Águia" arrasa em solo algarvio

O Benfica regressou aos triunfos depois de ter vencido o Portimonense por 5-1, numa partida relativa à 28.ª jornada da Liga NOS, após o desaire registado na recepção ao Gil Vicente.  Porém, não foi um duelo …

Vigaristas burlaram mulher de 90 anos em 32 milhões de dólares

Uma mulher de Hong Kong, de 90 anos, foi defraudada em 32 milhões de dólares por burlões que se fizeram passar por agentes policiais chineses, via chamada telefónica. A Agence France-Presse (AFP) escreve que um jovem …