Relógio do Apocalipse: Há novas ameaças mas o mundo continua a 2 minutos da destruição

O Boletim de Cientistas Atómicos da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, atualizou nesta quinta-feira a hora do “Juízo Final”. Neste momento, o “Relógio do Apocalipse” está a dois minutos do fim.

A agulha do relógio, destinado a promover a consciência global sobre a perigosidade do mundo, marca agora 23h58, ou seja, o relógio está a dois minutos do “fim do mundo”. No ano passado, os ponteiros marcavam já esta posição, assinalando, pela terceira vez desde que o relógio existe, a maior aproximação à meia noite.

Os cientistas, que anualmente atualizam o relógio, consideraram que a atual situação internacional configura um novo anormal. “Este novo anormal é simplesmente muito volátil e perigo demais para ser aceite”, alertou a presidente do grupo, Rachel Bronson, durante a apresentação do relógio de 2019.

“O novo anormal descreve um momento em que os factos se tornam indistinguíveis da ficção, enfraquecendo as nossas grandes capacidades para desenvolver e aplicar soluções para os grandes problemas do nosso tempo”, considerou Bronson.

As armas nucleares, a aceleração das mudanças climáticas e o crescente uso da desinformação e das apelidadas fake news são apontadas como as principais ameaças à sociedade mundial no decorrer deste ano. Segundo os cientistas, citados pela RT, estas são as armas que pretendem minar a democracia mundial.

“Apesar de [o relógio permanecer] inalterado desde 2018, este cenário não deve ser encarado como um sinal de estabilidade, mas antes como uma advertência aos líderes e aos cidadãos em todo o mundo”, afirmaram os especialistas em declarações aos jornalistas, reiterando a vulnerabilidade do mundo moderno.

“É um estado tão preocupante como os momentos mais perigosos da Guerra Fria, um estado que traça um panorama imprevisível e mutável de conflitos latentes, que multiplicam as possibilidades de grandes conflitos militares explodirem”, alertaram.

O “Relógio do Apocalipse” foi criado em 1947 pelo artista Martyl Langsdorf, visando representar o grau de ameaça nuclear, ambiental e tecnológica à humanidade. À época, o relógio marcava 23h50, a dez minutos da meia noite que simboliza a ameaça máxima, o tempo de catástrofe nuclear,

A última vez que o relógio esteve tão perto da meia noite como nos dois anos anteriores foi em 1953, quando os Estados Unidos e a União Soviética testavam armas termnucleares.

Em sentido oposto, o ano em que o relógio esteve mais distante do Juízo Final – marcando 17 minutos para a meia-noite – foi em 1991, depois da Guerra Fria e da queda do muro de Berlim, quando os EUA e a URSS assinaram o Tratado de Redução de Armas Estratégicas.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Invasão ao Capitólio recriada através de vídeos divulgados nas redes sociais

A VICE recriou a invasão ao capitólio, no dia 6 de janeiro de 2021, através de vídeos divulgados pelos manifestantes nas redes sociais. Os resultados das eleições presidenciais norte-americanas não convenceram toda a gente. Uma parcela …

França cria delito de "ecocídio" para punir poluição ambiental

A lei resulta de uma recomendação da Convenção de Cidadãos pelo Clima e visa penalizar casos de poluição ambiental com crime específico. A câmara baixa francesa aprovou, este sábado, a criação do delito de “ecocídio” para …

Estação de metro abandonada em NY é o set de filmagens secreto mais bem guardado de Hollywood

A Bowery Station, uma estação de metro em Nova Iorque, permaneceu abandonada durante cerca de 20 anos, mas desfruta agora de uma nova vida. Tudo começou em 2016, quando Sam Hutchins, um veterano da indústria cinematográfica, procurava …

Nacional 0-1 FC Porto | Dragão cansado não facilita

O FC Porto foi à Madeira vencer o Nacional por 1-0. Quem pensou que seria jogo de goleada para os “azuis-e-brancos” enganou-se por completo. Os insulares deram luta, só permitiram um golo, por parte de Mehdi …

João Leão aposta num OE de "expansão" (e mantém a fé num acordo à esquerda)

O ministro das Finanças, João Leão, acredita que o sétimo Orçamento do Estado será aprovado com os partidos à sua esquerda. Ao semanário Expresso, João leão explicou que os próximos Orçamentos do Estado não serão de …

Português investigou histórias por detrás das dedicatórias de Beethoven

A dedicatória do compositor Beethoven da famosa "Sonata ao Luar" a uma alegada musa foi, afinal, uma forma sarcástica de se vingar pela forma como se sentiu desrespeitado, descobriu o musicólogo e pianista português Artur …

Nos canais de Utrecht, os peixes têm uma "campainha" para passar pela barreira

Quando os peixes desovam pelos canais de Utrecht, nos Países Baixos, costumam ser bloqueados pela eclusa Weerdsluis. Agora, a cidade lançou a primeira campainha para peixes do mundo. De acordo com o Dutch Review, o sistema …

Jorge Jesus acusa Gil Vicente de antijogo: "Fez o que o árbitro permitiu"

Este sábado, o Gil Vicente visitou o Benfica e saiu com os três pontos na bagagem ao vencer por 2-1, num duelo relativo à 27ª jornada da Liga NOS. O Benfica perdeu no Estádio da Luz …

Site chinês "apaga" mulheres que não querem casar ou ter relações com homens

Vários grupos de feministas com ideias mais radicais começaram a ser bloqueados de um dos sites mais influentes na China. Num país conhecido pelo seu regime ditatorial e conservador, um grupo de mulheres uniu-se para lutar …

Grande Crise do Ketchup. A pandemia atacou um mercado improvável (e já há um mercado negro para o molho)

Os problemas da cadeia de suprimentos estão a chegar a um canto distante do universo empresarial: os pacotes de ketchup. O ketchup é o molho de mesa mais consumido nos restaurantes dos Estados Unidos, com cerca …