Nota artística: vais trabalhar à 1h da manhã, mas vais contente

Eles sabem que, provavelmente, vão perder. Perderão, quase de certeza. Mas este é o jogo da vida deles. É o jogo em que eles demonstram ainda mais o amor pela camisola, o amor pelo jogo. Como contou um deles, antes deste encontro: “Trabalho da uma às cinco da manhã no Metro. Chego a casa às seis horas, durmo até às sete e meia, depois levo o meu filho à escola e sigo para o treino. Isto é o amor que temos ao clube e ao futebol”. E ao jogo.

Estádio do Jamor, Taça de Portugal. Não, não é a final. O Sacavenense gostava que fosse, mas não é. É ainda a terceira eliminatória.

Em campo vão estar, pelo Sporting: Max, Coates, Neto, Inácio, Borja, Antunes, Matheus Nunes, João Mário, Nuno Santos, Jovane e Šporar. Qualquer adepto atento ao futebol em geral conhece todos estes futebolistas.

Pelo Sacavenense são titulares: Tiago Mota, Carlos Bebé, Ricardão Santos, Diogo Duque, André Pires, Daniel Pinto, Carlos Saavedra, João Job, Léo Mofreita, Didi e Iaquinta. Qualquer adepto atento ao futebol em geral não conhece qualquer destes futebolistas. Pode lembrar-se do nome Iaquinta, mas de um italiano que viria a ser condenado em tribunal.

Que diferença entre um plantel e outro. Nas bancadas vazias do Jamor até comentavam: “Coitados”

Mais uma vez, um Nuno sportinguista marcou cedo nesta época. O Santos, logo ao terceiro minuto. Na fase seguinte a equipa de Sacavém até conseguiu aguentar o jogo, estava melhor, parecia que nem ia sair goleada dali. Mas perto da meia hora, Coates apareceu lá na frente, marcou. Um golo quase caído do céu, diga-se.

Jovane apontou o terceiro logo a seguir, numa grande penalidade. 0-3 ao intervalo mas 0-4 logo aos dois minutos da segunda parte. Olha um defesa a bisar. Coates andou a aprender com um ex-rival que agora anda pela cidade de Manchester.

E eis que, aos 52 minutos, surge o momento do jogo. Iaquinta. Foi mesmo ele. Um dos dois jogadores do Sacavenense que trabalham na Metro de Lisboa. Vais trabalhar à uma hora da madrugada, já a seguir, mas vais contente: marcaste um golo ao Sporting! Bem, por um lado, esperemos que esta partida não siga para prolongamento. Porque já começou às nove e um quarto da noite e, se ainda tiver tempo extra, a noite fica mesmo longa… Mas será uma noite diferente para Iaquinta. Uma companheira dos seus gritos de alegria.

1-4 no marcador. E assim parecia que ia ficar. Sem prolongamento. Vais chegar a tempo ao emprego. Até que, nos últimos minutos, três golos provenientes de Alcochete: dois de Pedro Marques e um de Gonçalo Inácio. Contas fechadas.

Quanto ficou mesmo? Sete a um. Bom, este Sporting do evangelista Ruben gosta mesmo de ganhar e de marcar muitas vezes. Três golos ao Gil Vicente, quatro ao Tondela, quatro em Guimarães, sete no Jamor… Sete no Jamor? O evangelista não tinha vencido aqui por 7-1? Pois tinha. Logo no seu primeiro jogo como líder da equipa principal do Sporting…de Braga. Pois, um evangelista costuma gostar do sete.

E, ao som do piano, embalem-se no sonho. Os homens do Sacavenense tinham o sonho de afastar o Sporting da Taça, disse o próprio treinador. Ficaram com o sonho.

Mas, ao som do piano, fiquem com as memórias de um jogo histórico. Não memorizem o desfecho. Memorizem que dividiram o relvado com um dos maiores clubes portugueses.

NMT, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Há uma nova explicação para o facto de bebés amamentados terem sistemas imunitários mais saudáveis

Um novo estudo realizado por investigadores da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, descobriu que o leite materno promove o crescimento de importantes células imunitárias que ajudam a controlar eventuais inflamações. De acordo com o site …

PS diz que Marcelo deve vitória aos socialistas (e cobra-lhe apoio em tempos difíceis)

"A democracia venceu na primeira volta e o extremismo de direita foi derrotado". É desta forma que o presidente do PS, Carlos César, comenta os resultados das eleições presidenciais ganhas por Marcelo Rebelo de Sousa, …

"Liberdade para a Dinamarca". Novos incidentes em manifestação contra restrições

Uma manifestação contra as restrições impostas para conter a pandemia, organizada por um grupo radical, em Copenhaga, originou novos incidentes na noite de sábado e resultou em cinco detenções, relataram a polícia e os meios …

Pela primeira vez, um restaurante vegan ganha uma estrela Michelin em França

Um restaurante de comida totalmente vegan em França foi o primeiro do país a receber a desejada estrela Michelin. Localiza-se perto de Bordéus. A concessão da estrela ao ONA (Origine Non-Animale) é mais uma evidência de …

Onze mineiros resgatados com vida de uma mina de ouro na China

Onze mineiros presos há duas semanas dentro de uma mina de ouro na China, devido a uma explosão, foram hoje trazidos em segurança para a superfície, informou a televisão estatal chinesa. No dia 10 de janeiro, …

Multimilionário oferece 1 milhão em prémios por evidências de vida após a morte

Um empresário de Las Vegas, nos Estados Unidos, está a oferecer um milhão de dólares em prémios em troca de evidências de que existe vida após a morte. O investidor imobiliário e empresário espacial Robert Bigelow, …

Marcelo reeleito com 55% a 62% dos votos. Ana Gomes em segundo lugar

Marcelo Rebelo de Sousa foi reeleito para um segundo mandato como Presidente da República, após vencer as eleições deste domingo com 55% a 62% dos votos.  Segundo as primeiras projeções, Ana Gomes deverá ficar em …

Itália vai processar Pfizer e AstraZeneca devido a atrasos nas vacinas. UE pede "transparência"

A Itália vai processar a Pfizer Inc e a AstraZeneca devido aos atrasos na entrega das vacinas contra a covid-19 e para garantir os fornecimentos – não para obter compensações, disse neste domingo o ministro …

Declínio cognitivo relacionado com a idade pode ser reversível

Cientistas conseguiram reverter em ratos o declínio cognitivo causado pelo envelhecimento. O objetivo dos investigadores é que as farmacêuticas baseiem-se neste estudo para criar um composto que possa ser administrado em humanos. As células específicas do …

Afluência às urnas é menor (mas há mais votantes). Abstenção deverá ficar entre os 56 e 60%

A afluência às urnas às 16:00 nas presidenciais de hoje em Portugal, 35,4%, é a segunda mais baixa desde as eleições de 2006, ano em que este número passou a ser divulgado pela administração eleitoral. Esta …