Marinha dos EUA obrigada a divulgar relatório secreto sobre o USS Thresher

US Navy

USS Thresher

O submarino USS Thresher afundou misteriosamente em 1963, e as razões são, até hoje, desconhecidas. Graças a um processo interposto por Jim Bryant, um capitão da Marinha norte-americana já reformado, estamos prestes a descobrir a razão.

No dia 12 de abril de 1963, às 9h17, o submarino nuclear norte-americano USS Thresher emitiu a sua última mensagem, antes de afundar e ser esmagado pela pressão da água nas profundezas do Atlântico. A bordo do navio estavam 129 oficiais e marinheiros.

Quase 57 anos depois, este continua a ser o pior desastre submarino da Marinha dos Estados Unidos, além de ser um dos mais enigmáticos. Ao longo deste anos, a Marinha recusou divulgar o relatório, de 1.700 páginas, alegando a sua extrema confidencialidade. Até hoje, foram divulgadas apenas 19 páginas.

Jim Bryant, um capitão da Marinha norte-americana já reformado, fez da divulgação do relatório uma causa. “Sinto responsabilidade para com os homens que estavam a bordo e para com as suas famílias”, disse, citado pelo portal Stars and Stripes.

“As primeiras sociedades indígenas norte-americanas provaram ser um livro aberto,  ao contrário dos submarinos da Marinha movidos a energia nuclear. Mesmo o material já desclassificado sobre estes sistemas de propulsão está bloqueado, fora da vista do público”, salientou Bryant.

Em duas ocasiões diferentes, a primeira em junho de 2017 e a segunda em abril do ano passado, o capitão de 72 anos recorreu, ainda que sem sucesso, à Lei de Liberdade de Informação, adianta o Popular Mechanics.

No início de 2019, apresentou um pedido de divulgação do relatório no Tribunal Distrital dos Estados Unidos para o Distrito da Columbia, tendo um juiz federal ordenado que a Marinha fosse tornando públicos excertos do relatório em segmentos mensais de 300 páginas, desde 15 de maio até 15 de outubro.

A Marinha recorreu, solicitando mais tempo para analisar os documentos e apagar informações confidenciais. O advogado de Bryant contestou, sublinhando que a Marinha norte-americana já havia prometido fazer isso há 22 anos.

Este mês, o juiz recusou o recurso da Marinha norte-americana.

Em 1963, um tribunal de investigação naval determinou que a causa do acidente terá sido o rompimento de um tubo, que terá provocado o afundamento do submarino.

Bruce Rule, um oficial da Marinha, também reformado, que era responsável pela rede secreta de hidrofones instalados no fundo do oceano (que servia para escutar os submarinos russos), escreveu um pequeno livro de 42 páginas sobre o assunto.

Rule concluiu que o submarino perdeu energia por razões desconhecidas. Depois de ter afundado, foi esmagado pela pressão da água do oceano. Bryant não descarta esta hipótese, mas insiste em ler o relatório oficial da Marinha dos Estados Unidos.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Bolsonaro diz que só tomará vacina aceite na Europa e nos EUA

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse esta quarta-feira que só vai tomar uma vacina contra a covid-19 que lhe permita viajar e voltou a desacreditar a CoronaVac, vacina patrocinada pelo governador de São Paulo, …

Surto com 127 infetados e um morto na Misericórdia de Proença-a-Nova

Um surto de covid-19 detetado na quarta-feira na Santa Casa da Misericórdia de Proença-a-Nova provocou uma morte e regista 127 casos ativos, disse hoje à agência Lusa o presidente da câmara local. Segundo o presidente da …

Não é só Cuomo. Já há anos que se proclama "Me Too" pelos corredores políticos dos EUA

O caso do governador de Nova Iorque colocou novamente o problema do assédio em discussão. Mas Cuomo não está sozinho - entre juízes, ex-presidentes ou congressistas, já vários políticos dos EUA foram acusados de má …

Ryanair vai investir 253,4 milhões de euros no aeroporto de Lisboa com reforço da frota

A companhia aérea Ryanair revelou esta quinta-feira que vai investir 300 milhões de dólares (253,4 milhões de euros) no aeroporto de Lisboa, onde irá alocar mais três aeronaves a partir de novembro como parte da …

Responsabilidade por redução da população "é única e exclusivamente dos Governos dos últimos 40 anos"

A responsabilidade pela redução da população “é única e exclusivamente dos Governos portugueses dos últimos 40 anos”, considera o investigador Manuel Villaverde Cabral. “Se há uma coisa que é muito mais importante do que a política …

Prémio da assiduidade vai para IL, PEV e deputadas não inscritas. Chega e PAN "reprovam" por faltas

Dos 91 plenários decorridos na Assembleia da República nesta sessão legislativa, registaram-se 749 faltas. Dos 230 deputados, só 46 nunca faltaram. O jornal Inevitável fez um levantamento das faltas dos deputados, depois de terminada a …

PAN foi o único partido sem irregularidades nas autárquicas de 2017. Movimentos cívicos são dos que menos cumprem

Depois da notificação da Entidade das Contas e Financiamentos Políticos, o Ministério Público fica agora encarregue de aplicar as coimas por violação da lei do financiamento dos partidos políticos e das campanhas eleitorais. As informações reveladas …

Jesus terá acusado Taarabt de ter adormecido em campo no Spartak-Benfica

O treinador benfiquista, Jorge Jesus, terá acusado Adel Taarabt de ter adormecido em campo no encontro entre o SL Benfica e o Spartak Moscovo. Com o Benfica já a vencer por 2-0 diante do Spartak Moscovo, …

Sistema de avaliação da Função Pública em stand by

As negociações em torno da revisão do sistema de avaliação de desempenho dos funcionários públicos estão paradas. A última vez que o Governo se reuniu com os sindicatos foi em maio. Nessa altura, o Governo falhou …

Central do Pego. Governo acusado de leiloar um bem que não lhe pertence

O Governo está a ser acusado de querer leiloar a Central do Pego, um bem que, segundo a Trustenergy, não lhe pertence. Em outubro de 2019, o primeiro-ministro anunciou que o Governo estava preparado para encerrar …