Linha de Fundo: Leão conquista o trono, Benfica e Porto unidos na desilusão. CR7 de volta, Félix e Jota entre os melhores

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Depois do desaire portista, o Sporting atacou a liderança e ficou à espera do jogo no Bessa, onde o Benfica foi goleado. A equipa de Alvalade é líder à 6.ª jornada, o que não acontecia há 25 anos. A reviravolta na tabela, vista da Linha de Fundo.

“Erros meus, má fortuna”

FC Paços de Ferreira 3 (Dor Jan 11′, Stephan Eustáquio 43′, Bruno Costa 59′ (g.p.) x FC Porto 2 (Sérgio Oliveira 45′, Otávio 78′)

Exibição de luxo dos pacenses. Os “castores” foram uma equipa com muita personalidade com bola, em constante procura do golo, vencendo de forma justa o campeão, que esteve mal a defender e sem ideias para contrariar um adversário forte.

Sempre desconfortável no jogo, os portistas revelaram incapacidade a todos os níveis, somando a segunda derrota no campeonato. Foi um campeão vulgar. Sérgio Conceição avisou na véspera que seria um dos jogos mais difíceis. Uma previsão que viria a ficar comprovada. Noite “épica” do Paços de Ferreira, num jogo que exige reflexão portista.

O desaire do FC Porto em Paços de Ferreira deixa os dragões com dez pontos à sexta jornada e já oito pontos desperdiçados. Quase metade. É o pior arranque do clube desde o ano de 1993. Salta à vista a urgência de encontrar uma identidade.

A intensidade do calendário, assim como o processo de integração dos reforços têm levado Sérgio Conceição a mexidas constantes, tanto no onze como a nível tático, exposto fragilidade à equipa e dúvidas aos adeptos.

Quanto à arbitragem de Nuno Almeida, a noite foi desastrada. Ficou ligado ao jogo pela decisão polémica de anular um golo ao Paços de Ferreira e, depois, mostrou critério apertado na grande penalidade assinalada por mão de Eustáquio. Erros grosseiros em tempos de VAR e os castores têm razões de queixa.

FC Porto não sofria 9 golos em 6 jornadas (1,5 G/J) desde a época 1969/70 que culminou na pior classificação dos dragões na Liga Portuguesa (9.º lugar).
Foi a 15.ª vez em 87 edições do campeonato, que os dragões sofreram 9+ golos em 6 jogos.

Dado histórico: é a pior pontuação (10 pontos) do FC Porto nas primeiras 6 jornadas da Liga Portuguesa desde que a vitória vale três pontos (1995/96).

Há quase meio século que o FC Porto não perdia dois jogos nas primeiras seis jornadas da Liga Portuguesa: 2020/21 Sérgio Conceição (3V, 1E, 2D) e 1972/73 Fernando Riera (2V, 2E, 2D) O FC Porto perdeu três vezes esta temporada e sempre com três golos sofridos.

Os 12 golos sofridos em 8 jogos, é o pior registo defensivo dos últimos 61 anos!!!

Leão também sabe arrasar…

Sporting CP 4 (Pedro Gonçalves 45′ e 49′, Pedro Porro 79′ e Andraž Šporar 90′) x CD Tondela 0

Quatro dias depois do triunfo frente o Gil Vicente (3/1), nova vitória leonina, agora diante do Tondela (4/0), com o Sporting a seguir sem qualquer derrota na presente edição do campeonato português. Rúben Amorim deu, pela primeira vez neste época, a titularidade a João Mário e Sporar, alterando o onze com que já alinhava há três jogos, prescindindo de Matheus Nunes e Nuno Santos.

Jogo bem conseguido pela equipa treinada por Rúben Amorim, apresentando um futebol dominante, autoritário, sólido e criativo. “Dá gosto ver esta equipa jogar”, referiu Pako Ayestarán, treinador do Tondela, em declarações na zona de entrevistas rápidas da Sport TV, após a goleada sofrida pelos beirões em Alvalade, diante do Sporting.

Foi a melhor exibição da temporada, com Pedro Gonçalves mais uma vez em destaque ao bisar na goleada leonina… é craque! Há um ano que os leões não venciam com um resultado tão expressivo (0-4 Santa Clara, Liga).

Ao Tondela vale o guarda-redes Pedro Trigueira. impedindo que a vantagem do Sporting ganhasse outra expressão. O Sporting fez 26 remates na partida frente ao Tondela. É o 3.º melhor registo da prova depois dos 32 remates do FC Porto (Marítimo) e 29 Benfica (Moreirense). Um Sporting líder à 6.ª jornada.


Carlos Queirós foi o último líder à 6.ª jornada da Liga com o Sporting na época 1993/94. Foi só uma questão de esperar pelo final da jornada para confirmar a subida ao trono.

Pantera mostra as garras e derruba Benfica da liderança

Boavista 3 (Ángel Gomes 18′ (g.p.), Alberth Elis 38′ e Yanis Hamache 76′) x SL Benfica 0

Benfica sofreu esta segunda-feira a primeira derrota no campeonato ao perder no Bessa frente ao Boavista por 3-0. Uma pantera muito assanhada fez das águias presa fácil.

Jogo mal conseguido pelo Benfica, sempre desconfortável na partida, sem reação nem ideias para contrariar um adversário empolgado e inspirado. Mal a defender, inexistente no ataque, a exibição encarnada foi das piores desta temporada.

Bravo Boavista, sempre dominante e a conquistar a primeira vitória no campeonato. Triunfo inteiramente justo dos axadrezados, com uma entrada forte no jogo, deixando o Benfica de braços cruzados, sendo superior ao Benfica na primeira parte. Depois do 2/0, forças mais equilibradas e capacidade de resistência antes do golpe final. Xeque-mate aos 76 minutos, num jogo de absoluto desnorte encarnado.

https://twitter.com/SPORTTVPortugal/status/1323410082789470210

Com este resultado, o Sporting mantém a primeira posição no campeonato. Os leões ficam isolados na classificação, com 16 pontos à sexta jornada, algo que não se registava desde a época 1995/1996.  Fora de casa, o Benfica não perdia por 3 + golos na Liga há 10 anos: 5/0 frente ao FC Porto. 1.ª vez esta época que o Boavista não sofre golos

Maior derrota do Benfica na Liga desde 2015/16 (0/3 frente ao Sporting, na Luz).
O Benfica de Jorge Jesus não soube jogar xadrez no tabuleiro do Bessa.

Os encarnados não só perdem a liderança, como deixam escapar uma vantagem de seis ou oito pontos para o rival FC Porto e se olharem pelo retrovisor veem o Sporting de Braga ficar a três pontos, antes da visita dos minhotos à Luz.

O Boavista deu um salto de três lugares e iguala o Belenenses, na 13.ª posição, alcançando a primeira vitória no campeonato.

Frases da Semana

“Cristiano está de volta. Isso é o mais importante.” Declaração de CR7 após o regresso aos relvados… e aos golos. Bisou na vitória sobre o Spezia (1/4), fazendo o primeiro golo assim que entrou em campo. O internacional português voltou a jogar após 21 dias por causa dos testes positivos à covid-19.

“Quando vi o Ronaldo a vestir a sua camisola eu sabia que tinha acabado para nós.” Vincenzo Italiano, treinador do Spezia.

“O que aconteceu na primeira parte foi vergonhoso. Não consigo perceber o golo anulado e o penálti assinalado à nossa equipa. Peço desculpa pela minha ignorância, é mau demais”. Pepa, treinador do Paços de Ferreira, sobre a arbitragem de Nuno Almeida.

“Nestes momentos temos a arma apontada a nós, às vezes dentro da própria casa.” Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, após a derrota em Paços de Ferreira (3/2).

“Prefiro perder três pontos do que alguém perder a vida.” Edgar Rodrigues, diretor-geral do Cova da Piedade, que não compareceu ao jogo com o Estoril, depois de a Liga não ter aceitado o adiamento do jogo da II Liga, devido a um surto de covid-19 na equipa da margem sul do Tejo.

A ausência deve resultar em perda do jogo por falta de comparência.

Vou ter de dizer isto: uma equipa portuguesa, nas estatísticas da UEFA, fez 22 remates no jogo com o AEK e foi a equipa na Liga Europa que mais atacou naquela jornada e não houve ninguém que valorizasse esse facto. Não percebo. Como é que com equipas brutais na competição, não se valoriza a equipa que mais atacou na jornada. Eu fico incrédulo, porque o mais importante, depois, é a meia do Manel, o brinco do Joaquim e a tatuagem do António.” O desabafo de Carlos Carvalhal após a vitória na Ucrânia, por ninguém ter destacado que o Sporting Braga foi o clube com mais remates na primeira jornada da Liga Europa.

Mariscal / EPA

“Meu Deus, é tão bom.” Oblak sobre João Félix. “É um filho da mãe, este João. Quando quer pode mudar o jogo. Pega na bola e vai para a frente, diverte-se”, referiu Saúl.
Os jogadores do Atlético de Madrid foram filmados a falar de João Félix e mostraram-se encantados com o português após a primeira parte.

O Jota é muito melhor do que eu pensava. É impressionante. Tem um talento excepcional, é rápido, forte, bom tecnicamente e joga com os dois pés.” Jurgen Klopp, treinador do Liverpool, sobre Diogo Jota.

Estamos felizes por teres visto o melhor de sempre no teu campo, Juventus“, publicação da página oficial do Barcelona no Twitter. “Provavelmente foram ver no dicionário errado. Vamos levar o verdadeiro a Camp Nou“, respondeu a Juventus.

Números da Semana

  • 126: Cristiano Ronaldo está de volta à competição e, além de marcar apenas 126 segundos depois de entrar no jogo, frente ao Spezia, CR7 ainda bisou no jogo com um penálti… à Panenka.
  • 10.000: O Liverpool alcançou o golo 10 mil em todas as competições.
    Quem assinou o momento histórico? Diogo Jota. O internacional português marcou frente ao Midtjylland, em jogo da Liga dos Campeões. “Obviamente, estou feliz por marcar e ajudar a equipa a alcançar a vitória. Atingir essa marca é sempre uma coisa boa, mas estou mais feliz com a vitória”, disse Jota à imprensa inglesa.
  • 100: O lateral esquerdo Nuno Sequeira fez o jogo centenário com a camisola do Sporting de Braga. Cumpre a quarta temporada pelos “guerreiros do Minho”.
  • 100: Onze anos depois, o guarda-redes Beto regressou ao Leixões e, no domingo, 1 de novembro, frente ao SL Benfica B, realizou o centésimo jogo oficial com a camisola do Leixões SC. Momento assinalado com uma vitória por 3/2.
  • 007: O Flamengo promoveu uma homenagem ao ator Sean Connery, falecido do sábado, 31 de outubro. No jogo frente ao São Paulo, o médio Everton Ribeiro vestiu uma camisola com o número 007, em alusão ao personagem do agente secreto, James Bond, que o ator escocês tornou popular nos primeiros seis filmes da popular saga.
  • 2-2-2: É o número de vitórias, empates e derrotas (!) do Barcelona no Campeonato espanhol. Em seis jogos o Barça apenas conquistou 8 pontos, tendo já perdido 10 pontos. Na última jornada o Barcelona não foi além de um empate na visita ao Alavés, ocupando um surpreendente 12.º lugar na classificação, com apenas duas vitórias em seis jogos, apesar de ter menos jogos do que algumas equipas na prova.
  • 11: Liderados por André Villas-Boas e antigo treinador do FC Porto, o Marselha chega a Portugal com uma série de 11 derrotas seguidas na Liga dos Campeões. Um desaire frente aos dragões significa que o Marselha iguala a pior sequência da Champions League, que pertence ao Anderlecht com 12 derrotas.A última vitória do Marselha na Liga dos Campeões foi um triunfo por 1-0, sobre o Inter de Milão, nos oitavos de final de 2011/12.
  • 14: Com um golo de Aubameyang (camisola 14), 14 anos depois, o Manchester United voltou a perder em Old Trafford com o Arsenal para a Premier League (0/1). A equipa de Bruno Fernandes sofreu a terceira derrota em casa na prova. O Manchester United, que regista mais derrotas (3) que vitórias (2), é 15.º com sete pontos.

Jogadores da Semana

João Félix e Diogo Jota em semana inspirada

Depois do bis a meio da semana, na vitória da Liga dos Campeões, João Félix voltou a estar em destaque e foi decisivo para o o Atlético Madrid para a conquista da terceira vitória consecutiva. Em jogo referente à jornada 8 da La Liga, os colchoneros bateram o Osasuna por 1/3, com 2 golos de Félix.

O jogador luso já tinha feito uma categórica exibição na vitória do Atlético de Madrid (3-2) frente ao RB Salzburg, jogo a contar para a Liga dos Campeões.

Marcou 2 golos, fez 7 remates (4 à baliza, 1 à barra), conseguiu o pleno de dribles bem sucedidos (7/7) e passes longos (3/3).

Em Inglaterra… Diogo Jota chegou, viu e continua a dar que falar. O Liverpool venceu na última jornada da Premier League o West Ham por 2/1, num jogo que ficou resolvido com um golo do internacional português.

Peter Powell / EPA POOL

Diogo Jota entrou aos 70 minutos, com a partida empatada 1/1. Precisou de quinze minutos para resolver o assunto, marcando aos 85 minutos. O camisola 20 dos “Reds” continua a surpreender tudo e todos. Jurgen Klopp, no final do jogo mostrou estar rendido ao novo abono de família do Liverpool: “é um jogador impressionante.”

Diogo Jota voltou a estar em destaque, ao marcar o seu quarto golo pelo Liverpool para virar o marcador a favor do campeão inglês, depois de a meio da semana passada ter-se estreado a marcar para a Liga dos Campeões, marcando o primeiro golo da vitória por 2/0 frente ao Midtjylland. Belo problema para Jurgen Klopp.

Treinador da Semana

챔피언, José Morais

O português José Morais sagrou-se bicampeão na Coreia do Sul com o Jeonbuk, clube quec onquistou o tetracampeonato ao vencer em casa o Daegu, por 2-0, na última jornada do campeonato.  É o oitavo título de campeão nacional do Jeonbuk, que passou a ser o clube mais vitorioso, com mais um troféu do que o Seongnam e mais dois do que o Seoul.

José Morais, de 55 anos, antigo adjunto de José Mourinho, já tinha sido campeão na Tunísia, em 2008/09, com o Espérance de Tunis.

Foi treinador de Benfica B, Estoril Praia, Académico de Viseu e Santa Clara, registando passagens por clubes de outros nove países (Alemanha, Suécia, Jordânia, Arábia Saudita, Tunísia, Turquia, Grécia, Inglaterra e Ucrânia) e pela seleção do Iémen.

José Morais / Facebook

Momento (mau) da Semana

Sem dó nem Piedade

O Cova da Piedade não teve jogadores disponíveis para defrontar o Estoril, e tudo porque todos os elementos da equipa foram obrigados pela delegada de Saúde de Almada/Seixal a ficar em isolamento profilático devido a, pelo menos, 15 casos positivos de Covid-19 no plantel. Três membros do staff, incluindo o técnico António Pereira, também estão infetados, dois jogadores tiveram resultado inconclusivo e outros dois, apesar de terem testado negativo, têm sintomas.

A SAD do clube enviou à Liga Portugal um “pedido de ausência justificada” e até lembrou outros casos, como o adiamento do jogo entre Sporting e Gil Vicente.

“Entende este clube comunicar a divergência quanto à aplicabilidade da derrota em caso de não comparência ao jogo em causa, em virtude de se tratar de um caso de força maior”, pode ler-se na comunicação do Cova da Piedade à Liga Portugal.

A Liga Portugal justificou que se baseou nos regulamentos para não aceitar o pedido do Cova da Piedade em faltar ao jogo com o Estoril, da oitava jornada da II Liga, que estava agendado para sexta-feira, 30 de outubro.

O Cova da Piedade acusou a Liga de futebol de usar “dois pesos e duas medidas” por recusar o pedido de ausência justificada ao encontro da oitava jornada, frente ao Estoril.
Um caso onde o bom senso ficou claramente fora de jogo.

Teófilo Fernando, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Na primeira fase, será possível administrar 400 mil doses de vacinas “numa semana a dez dias”. Segunda ronda pode ser crítica

Os especialistas já fazem previsões. Se por um lado a primeira fase da vacinação contra a covid-19 se adivinha rápida, a segunda será poderá ser muito complicada. Os representantes dos profissionais dos centros de saúde - …

Bruxelas conclui que Zona Franca da Madeira violou regras e quer devolução das "ajudas indevidas"

A Comissão Europeia (CE) conclui que o regime da Zona Franca da Madeira (ZFM) desrespeitou as regras de ajudas estatais, pois abrangeu empresas que não contribuíram para o desenvolvimento da região, pelo que Portugal deve …

Chuva de críticas ao plano nacional de vacinação: "É vasto em imprecisões e impreparações"

Francisco Rodrigues dos Santos considerou que "faltou planeamento" no plano de vacinação português e observou que "basta comparar" com aqueles anunciados "na Alemanha, no Reino Unido ou em Espanha para perceber que há diferenças abismais". O …

O corpo ideal? O mistério das enigmáticas figuras pré-históricas de Vénus pode ter sido resolvido

Um dos primeiros exemplos mundiais de arte, as enigmáticas estatuetas de "Vénus" esculpidas há cerca de 30 mil anos, intrigaram os cientistas durante quase dois séculos. Agora, o mistério das estranhas figuras pode ter sido …

Nova geringonça à vista? Rui Rio mostra-se disposto a governar mesmo sem vencer eleições

São muitos os sinais que tem dado. Rui Rio está disponível para liderar uma futura maioria de direita se esta vier a surgir no quadro de futuras eleições legislativas - mesmo que o PSD seja …

Cientistas encontram nova criatura gelatinosa no fundo do mar (mas podem nunca mais voltar a vê-la)

Uma equipa de investigadores da Administração Nacional de Pesca Oceânica e Atmosférica (NOAA) revelou que descobriu Duobrachium sparksae, uma nova espécie de ctenóforo - ou águas-vivas-de-pente. A descoberta foi feita remotamente usando imagens de vídeo de …

Costa anuncia hoje medidas que vão vigorar nos períodos de Natal e de passagem de ano

O primeiro-ministro anuncia hoje as medidas de combate à covid-19 enquadradas pelo decreto presidencial de estado de emergência, que indicativamente vigorará até 7 de janeiro, incluindo os períodos de Natal e de passagem de ano. Na …

Especialistas explicam de que forma o novo coronavírus pode afetar o cérebro

Através do uso de amostras de tecido de pacientes que já morreram, uma equipa de investigadores conseguiu desvendar os mecanismos pelos quais o coronavírus é capaz de chegar ao cérebro de pacientes com covid-19 e …

Há círculos fantasmagóricos nunca antes vistos no céu (e os astrónomos não sabem o que são)

Em setembro de 2019, uma equipa de investigadores fez uma apresentação sobre objetos interessantes encontrados em novos dados radioastronómicos. Esses objeto tinham formas muito estranhas que não cabiam facilmente em nenhum tipo de conceito conhecido. A …

Já é possível ouvir a Via Láctea. NASA transforma dados de corpos celestes em música

A NASA converteu dados de astronomia em sons, permitindo ouvir composições musicais derivadas da própria estrutura do Universo. Especialistas da NASA transformaram dados da Via Láctea em sons graças a um processo conhecido como sonificação. …