Especial ZAP | “É preciso frescura”. Tino de Rans quer um “cantinho” no Parlamento para dar voz ao povo

RIR

Frescura e juventude são os conceitos que marcam a campanha eleitoral do RIR, o partido de Tino de Rans. Em entrevista ao ZAP, o líder deixou claro que não se importa de ser “uma pedra pequena”, mas quer chegar “à primeira fila”. Para Tino de Rans, é preciso dar “a vez ao povo”.

O partido RIR (acrónimo de Reagir, Incluir e Reciclar), cujo líder é Vitorino Silva, mais conhecido como Tino de Rans, nasceu a 30 de maio deste ano. De acordo com o site do partido, o RIR assume-se como um partido “humanista, pacifista, ambientalista, europeísta e universal com o grande propósito de aproximar eleitores e eleitos, devolvendo à política a sua missão de serviço público em defesa do Bem Comum e defesa da Democracia”.

Em entrevista ao ZAP, Vitorino Silva sublinha que a principal bandeira eleitoral do RIR é o “combate à abstenção”. “O que é certo é que já há muito tempo em Portugal, quando há eleições, às vezes, 70% dos eleitores não vota”, diz o líder do partido, falando numa percentagem que recorda a abstenção nas Eleições Europeias deste ano.

Vitorino Silva critica mesmo os “partidos do regime”, afirmando que “lhes convém que os jovens não votem porque vão beneficiar da abstenção”.

A razão para a grande abstenção, para Vitorino Silva, é clara: “os partidos estão afastados das pessoas”. E é para contornar isto que o RIR nasceu: “É preciso frescura. Somos um partido fresco e jovem”.

Entre as propostas do RIR para o combate à abstenção está o voto eletrónico. Vitorino Silva dá como exemplo a criação de uma plataforma semelhante ao Portal das Finanças – “onde as pessoas pagam o IRS” – para que os jovens não tenham de se deslocar às mesas de voto. “Considero que temos de acompanhar a evolução da Tecnologia”, explica o líder do partido.

Em relação à Saúde, em declarações ao ZAP, Vitorino Silva critica a desorganização do sistema. “A Saúde tem de ser mais organizada. Não faz sentido uma pessoas esperar num hospital doente, às vezes, 12 horas, 15 horas, 20 e tal horas”, diz.

“Juventude” é a palavra de ordem para o RIR. Na Educação, o líder faz referência ao emprego para os recém-licenciados que, segundo Vitorino Silva, não existe. Para o político, “não faz sentido um jovem acabar o curso numa sexta-feira e, na segunda-feira seguinte, não ter emprego”. É por isso que um dos objetivos do partido é motivar a juventude. “É muito duro ver a juventude desmotivada. Quer queiramos, quer não, os jovens são o futuro deste país”, desabafa.

Ainda há espaço no partido para pensar no ambiente, tema central que tem estado em voga na política nacional e internacional. Vitorino Silva diz mesmo que o RIR, além de ser um partidos das pessoas, é um partido “do oxigénio”. “Mais importante do que ter o voto das pessoas é ter o voto da natureza“, afirma o líder.

Numa altura em que os cientistas alertam para as alterações climáticas e o impacto que podem ter no planeta, Vitorino Silva recorda mesmo que “o homem tem de mudar”. “Já não sei se é o homem que cava a terra, se é a terra que cava o homem, afirma.

Em relação aos últimos quatro anos, o líder diz que o Governo “fez coisas muito boas e coisas muito más” – mas não as especifica. Aliás, diz mesmo que “o RIR não está aqui para a avaliar, mas para ajudar a construir”.

O partido diz ser preciso dar “a voz e a vez ao povo”. Em jeito de conclusão, Vitorino Silva apela ao voto, para que o RIR – “que representa o povo” – possa “chegar à primeira fila” e “ter um cantinho no Parlamento”.

Nota: No âmbito das Eleições Legislativas 2019, o ZAP contactou os partidos que, em 2015, reuniram mais de 0,50% dos votos.

MC, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Apenas, só leio as propostas de partidos não do monopólio político (Tipo PS, PSD, e afins).

    Os partidos do costume, tiveram décadas para implementar soluçoões.
    Os desastres de leis, decisões, etc, que foram feitos, e criaram défice, e má imagem dos políticos (familygate), também eu poderia fazer, por muito menos dinheiro.

    Sendo assim, se fossem só esses partidos, nem sequer iria às urnas..

RESPONDER

PCP quer referendo à regionalização em 2021

O líder parlamentar comunista anunciou, esta sexta-feira, a entrega no Parlamento de um projeto de resolução com o calendário da criação das regiões administrativas em 2021, incluindo um referendo entre abril e junho daquele ano. "PS, …

Alcochete. Jogadores vão testemunhar por videoconferência

O coletivo de juízes que está a julgar o processo do ataque à academia de Alcochete, no Tribunal de Monsanto, decidiu, esta sexta-feira, que os jogadores do Sporting testemunhem por videoconferência. O Sporting, na qualidade de …

"Todos os caminhos levam a Putin". Donald Trump deverá ser acusado formalmente nos próximos dias

Os democratas estão a desenvolver o processo de destituição de Donald Trump, reforçando o foco na Federação Russa e nas ligações ao Presidente da Rússia, Vladimir Putin, quando começam a esboçar o texto acusatório do …

Marcha pelo Clima juntou milhares em Madrid. Greta saiu por recomendação da polícia

Milhares de pessoas participaram, esta sexta-feira, em Madrid, na Marcha pelo Clima, encabeçada pela jovem ativista ambiental sueca, que teve de abandonar a manifestação por recomendação da polícia. A Marcha pelo Clima começou às 18h00 locais, …

City vs United. Em Manchester, há uma guerra anónima a ser travada entre oriente e ocidente

Este sábado, Manchester City e Manchester United defrontam-se dentro de campo. Mas fora das quatro linhas decorre uma batalha oculta pelo domínio ideológico de gestão. O dérbi de Manchester é sempre um confronto importante no calendário …

Múmias milenares tinham tatuagens escondidas (e já podemos vê-las)

As tatuagens escondidas em antigas múmias egípcias estão agora a ser reveladas pelos cientistas, usando uma nova tecnologia de infravermelho, permitindo vislumbrar como os membros da sociedade há três mil anos viviam e trabalhavam. Tatuagens semelhantes …

Miguel Albuquerque avisa: deputados madeirenses do PSD podem viabilizar OE

O presidente da estrutura regional do PSD/Madeira, Miguel Albuquerque, disse esta sexta-feira que os três deputados na Assembleia da República poderão votar o Orçamento do Estado caso as reivindicações da região estejam asseguradas. “O Orçamento do …

"Não há falta de médicos" nos hospitais de Coimbra e Algarve, diz Marta Temido

A ministra da Saúde afirmou esta sexta-feira que não há falta de médicos nos centros hospitalares universitários do Algarve e de Coimbra, admitindo que poderá haver necessidade de rever escalas e formas de organização. “Não me …

Já pode beber uma cerveja que nunca "morre"

https://vimeo.com/377813387 Cientistas chineses criaram uma levedura geneticamente modificada que faz com que a cerveja nunca "morra". Esta inovação pode aumentar o prazo de validade da cerveja, com uma alteração mínima ao seu sabor. Não há nada melhor …

Cotrim Figueiredo: "Siza Vieira não tem peso político para levar a sua avante”

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, "não tem peso político para levar a sua avante" neste Governo, disse o deputado da Iniciativa Liberal João Cotrim Figueiredo, que é também candidato único à liderança do …