DGS admite 9.500 infetados, pico pode já ter ocorrido e Costa não descarta reabertura gradual das escolas

Mário Cruz / Lusa

.

Na terça-feira, decorreu uma reunião à porta fechada que juntou o núcleo de especialistas da Direção-Geral de Saúde e do Instituto Ricardo Jorge com a elite política e os parceiros sociais. Alguns ficaram “otimistas”, outros cautelosos.

O Observador avança que os especialistas da DGS foram os primeiros a pedir cautela na análise da curva e admitiram que o número real de infetados em Portugal pode ser “superior a 9.500” – em vez dos estimados seis mil, número conhecido oficialmente a essa hora. Até terça-feira às 11h, havia 7.443 pessoas infetadas.

A razão desta diferença prende-se com a discrepância entre o aparecimento de sintomas e a realização do teste. Há, “naturalmente”, um atraso entre os números que são publicados nos boletins diários da DGS – os números reais de casos diagnosticados – e os eventuais casos de infeção que possam ainda não ter sido diagnosticados.

A estimativa é que possa haver mais 40% de casos reais que ainda não foram testados. A média de atraso no diagnóstico da doença está nos “cinco dias”, prevendo-se que venha a diminuir com o avançar da fase de mitigação.

Apesar de estar previsto um reforço intensivo nos locais considerados mais críticos, como os lares e as prisões, esta divergência temporal é considerada normal e incontornável no grosso da população.

Pico “pode já ter ocorrido” (mas pode ser só em maio)

Marcelo Rebelo de Sousa questionou os especialistas sobre a evolução da curva e sobre se mantinham a perspetiva de ter o tal planalto que prolonga o “pico” do surto para maio ou se poderia ser em abril.

“O pico pode ser já na primeira quinzena de abril, como pode estar a ocorrer neste momento, como pode até já ter ocorrido“, respondeu o epidemiologista Manuel do Carmo Gomes, lembrando que as previsões são sempre arriscadas.

Segundo o jornal online, tudo depende da evolução do índice R0, que já esteve nos 2,35. Atualmente, estáabaixo dos 2 e, se continuar a tendência de evolução dos últimos dias, pode chegar a menos de 1 nas primeiras semanas de abril, o que significaria que o pico já podia ter ocorrido.

Os especialistas alertam que o facto dos últimos dois dias terem sido bons não significa que a tendência se mantenha. Assim, os especialistas dividem-se: o pico tanto pode ser em maio, como na segunda semana de abril, como já pode ter passado.

Entre os diferentes modelos e cenários apresentados, o pior dos cenários prevê um crescimento exponencial de 30% a 40% dos casos. A curva portuguesa, que parece começar a aplanar, está, neste momento, abaixo da de Itália e de Espanha. Além disso, a velocidade de contágio está a diminuir. No entanto, se olharmos para o número de novos casos por cada 100 mil habitantes, a curva portuguesa continua mais acelerada do que a de Espanha e Itália.

Costa não descarta reabertura de escolas

Sobre a abertura das escolas, Costa admitiu ser uma situação complicada, lembrando que está em causa o acesso dos estudantes à universidade e que esta situação cria implicações na vida das pessoas.

O primeiro-ministro lembrou que dia 9 é dia de tomar decisões e pediu ao núcleo de peritos para, até ao dia 7 de abril, lhe fornecerem toda a informação possível. Costa alertou para a dificuldade da decisão, mas não revelou se estava inclinado a manter as escolas fechadas ou a reabri-las.

A hipótese de haver uma reabertura “gradual” também não está descartada.

Em cima da mesa esteve ainda a possibilidade de um regresso gradual à normalidade na vida social e económica do país. Por exemplo, a Suécia reabriu gradualmente algumas escolas para permitir que os pais regressassem ao trabalho. A hipótese não está descartada.

No final da reunião, Marcelo Rebelo de Sousa onfirmou que o estado de emergência vai ser prolongado por mais 15 dias. Resta saber se as medidas restritivas vão ser agravadas ou apenas mantidas.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Se reabrirem as escolas então vamos todos voltar ao antigamente. De que vale quarentena e cuidados especiais se depois os miúdos levam tudo para casa?!
    Um trimestre na vida de um jovem não é nada. E do modo como os programas estão elaborados, sobretudo no primeiro ciclo, em que os anos letivos em grande medida são revisão e aprofundamento do ano anterior, penso que seria de não reabrir as escolas este ano, fazendo-se o 3º trimestre a partir de casa (internet, televisão… para que serve o canal 2 ou outros em cabo) e provas de conhecimento baseadas em trabalhos, resolução de problemas, pesquisas na internet…

  2. Compreendo as medidas de segurança mas há famílias inteiras a passar fome por causa desta situação. O que as pessoas vão comer? Como vão sobreviver?

  3. É claro que o Pico ainda não foi atingido.
    As últimas variações de crescimento de infectados foi respectivamente de
    21,13 – 15,32 – 7,48 – 16,15 e hoje de 10,86
    A TrendLine (tendência) tem vindo a baixar, mas só quando as variações de crescimento atingirem Zero ou valor negativo, poderemos falar em atingir o pico, ou a parte superior do planalto.
    Supondo que durante 3 dias não há infectados, a percentagem de crescimento é zero, e aí podemos ter atingido o pico.
    Isso pode acontecer a meio de abril. Bem como para a Itália e Espanha. Nunca para os USA que estão numa progressão acelerada.

  4. E as turmas com 25 e 30 alunos dividem-se em 3 para ser respeitada a distância de segurança? Contratam-se mais professores para esses grupos?? Ai ai … É preciso pensar…

RESPONDER

Descoberto mecanismo que pode aumentar a expectativa de vida

Ao longo do tempo foram descobertas várias causas para o envelhecimento, mas permanece a questão de saber se existem mecanismos subjacentes comuns que determinam o envelhecimento e a expectativa de vida. Um equipa de investigadores do …

"Trabalhador atravessou faixa de rodagem". MAI diz que carro de Cabrita não se despistou

O Ministério da Administração Interna esclareceu que não existia sinalização para alertar os condutores dos “trabalhos de limpeza em curso" na autoestrada A6, no Alentejo, na sexta-feira, quando a viatura do ministro atropelou mortalmente um …

Caracol carrega o menor computador do mundo (e desvenda mistério sobre extinção em massa)

A decisão de introduzir caracóis não nativos no Taiti levou à extinção de 56 espécies de caramujos arbóreos. Contudo, uma das espécies sobreviveu. Para perceber como este "milagre" aconteceu, uma equipa usou o menor computador …

Cientistas estudam a presença de água líquida em exoluas de planetas "fugitivos"

Astrofísicos calcularam que tais sistemas poderiam abrigar água suficiente para tornar a vida possível - e sustentá-la. A água - no estado líquido - é o elixir da vida. Tornou a vida possível na Terra e …

Portugal tem o segundo melhor ataque do Euro. E a terceira pior defesa

Fechada a segunda jornada da fase de Grupos do Euro 2020, a seleção nacional tem o segundo melhor ataque da prova, com 5 golos marcados, atrás apenas da Itália. Mas tem também a terceira pior …

Espanha 1-1 Polónia | Hino ao desperdício trama La Roja

A Polónia, comandada pelo treinador português Paulo Sousa, empatou hoje a um golo com a Espanha, em Sevilha, em encontro da segunda jornada do Grupo E do Euro2020, mantendo-se ambas sem vitórias. A formação espanhola, que …

Já pode ajudar a NASA a batizar o manequim que vai até à Lua

A agência espacial norte-americana está a pedir ajuda para batizar o "Moonikin", o manequim que vai a bordo da nave Orion, durante a missão lunar Artemis I, ainda este ano. Quando a nave espacial Orion, da …

Portugal em Europeus: as últimas três derrotas foram (todas) contra a Alemanha

Em 90 minutos, Portugal não era derrotado numa fase final de um Europeu desde a estreia no Europeu 2012. Recorde as seleções que bateram Portugal, até agora. "Já não posso ver os franceses à frente". Esta …

Spotify lança Greenroom (e abre concorrência ao Clubhouse)

O Spotify lançou na quarta-feira, dia 16 de junho, uma app de conversas por áudio em direto chamada Greenroom, uma resposta do gigante sueco de streaming de música à popular plataforma Clubhouse. O Greenroom permite que …

"Médicos de árvores" em Singapura ajudam a preservar os seus pacientes gigantes

Arboristas como Eric Ong são responsáveis pelo bem-estar das milhares de árvores em Singapura. O seu trabalho é essencial para a preservação da natureza. A Singapura é uma cidade-estado insular situada ao sul da Malásia, com …