Desvendado o segredo do exército de Terracota. Estava na terra

O mistério do exército de Terracota, que há anos intriga cientistas devido ao seu incrível estado de conservação, pode ter sido finalmente desvendado. Ao contrário do que os especialistas pensavam, as armas foram preservadas por acidente devido às condições naturais do solo em que o monumento foi edificado.

Desde a sua descoberta, na década de 1970, os cientistas acreditavam que as armas de bronze dos guerreiros de Terracota estavam em bom estado de conservação porque eram cromadas, o que sugeria que poderiam ter sido propositadamente assim projetadas para prevenir e resistir ao avanço da ferrugem.

“Sempre ficámos fascinados com a possibilidade de os artesãos de Qin terem usado alguma forma de tecnologia super avançada para preservar as suas armas na vida após a morte”, explicou Martinon-Torres, arqueólogo do Departamento de Arqueologia da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, que estuda a génese deste exército.

“O trabalho científico pioneiro, realizado por especialistas chineses no final dos anos 1970 e início dos anos 80, foi rigoroso e convincente. Os resultados foram surpreendentes, mas a arqueologia do Mausoléu é cheia de surpresas fascinantes e a possibilidade de uma antiga tecnologia anti-ferrugem baseada em cromo parecia plausível”, sustentou ao Newsweek.

Um novo estudo, cujos resultados foram esta semana publicados na revista especializada Scientific Reports deitam esta teoria por terra. Martinon-Torres participou na nova investigação, que contou também com a participação de investigadores chineses.

A pesquisa, que analisou quase 500 armas encontradas no sítio arqueológico, concluiu que a sua preservação é resultado do acaso. A equipa descobriu que o crómio – que sustentava a teoria que defendia que os artesãos tinham criado uma tecnologia anti-corrosão – estava presente em apenas 37 das 500 (8%) das armas analisadas. Contudo esta não é a maior incongruência: além de serem poucas as armas com este elemento, a distribuição do material não é uniforme, tal como seria de esperar num revestimento protetor para armas.

As maiores concentrações de crómio foram encontradas nas alças de lanças e espadas e no cabo das bestas. Em sentido oposto, não há quase nenhum crómio nos parafusos dos gatilhos e nas pontas das flechas e nenhum vestígio nas lâminas de espadas, lanças e alabardas, que são das armas mais bem preservadas.

“O crómio presente no bronze não foi lá colocado deliberadamente“, disse Martinón, citado pelo El País. “O que resta saber é se o crómio ajudou a evitar a corrosão, ainda que acidentalmente, a questão fica no ar”, considerou.

O segredo está na terra

Descartada a opção da tecnologia anti-ferrugem, os cientistas apontam, em linha com algumas outras teorias já existentes, que a conservação do exército se deveu às condições ambientais do local onde o monumento foi construído, aliadas à composição do bronze. O fator ambiente incluiu a composição do solo.

Este é um “terreno particular, mas não específico do poço de Terracota”, explicou Martinón. Apesar de não ser específico deste monumento, o solo – que tem um pH relativamente alto e um grão fino – dificulta a infiltração de água e de ar, podendo dificultar os processos de oxidação. “É o que acontece no túmulo do guerreiro, mas também noutros locais da região onde o bronze restaurado está num estado de conservação muito bom”, concluiu.

“Mais do que determiná-las, as condições do solo influenciam as possibilidades de conservação”, adiantou o especialista de solos Mark Kibblewhite, que não participou no estudo, em declarações ao diário espanhol.

Apesar da descoberta, Martinon-Torres não considera que o facto de o chineses não terem desenvolvido uma tecnologia avançada anti-ferrugem seja uma desilusão. “Há muitos outros elementos do Exército de Terracota que ilustram a extraordinária habilidade e engenhosidade dos artesãos de Qin, e a conclusão um tanto prosaica desta vertente de investigação em particular não deve ser vista como uma deceção“, defendeu.

O exército de Terracota, datado entre 210 e 209 a.C., foi construído para Qin Shi Huang, o fundador da dinastia Qin e primeiro imperador de uma China unificada. O exército é composto por 8.000 soldados, 130 carros, 520 cavalos e 150 cavaleiros. Na época, fpo enterrado com o imperador, visando protegê-lo na vida após a morte.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

OMS inclui mais dois medicamentos nas recomendações para tratamento

A Organização Mundial de Saúde (OMS) acrescentou na quinta-feira dois medicamentos à lista de fármacos admitidos para tratamento da covid-19 e pediu à farmacêutica que os produz para baixar os preços e levantar as patentes. O …

Puigdemont em liberdade, mas com proibição de sair da Sardenha

O Tribunal de Recurso de Sassari decidiu, esta sexta-feira, deixar em liberdade o ex-presidente catalão Carles Puigdemont. Enquanto decorrer o processo judicial, não pode sair da ilha italiana. Carles Puigdemont saiu em liberdade esta sexta-feira, depois …

Centenas de pessoas protestam em Barcelona contra a prisão de Puigdemont em Itália

Centenas de pessoas reuniram-se próximo do consulado italiano em Barcelona em protesto contra a prisão de Carles Puigdemont. Centenas de pessoas reuniram-se esta sexta-feira próximo do consulado italiano em Barcelona, guardado por um forte dispositivo da …

Portugal com mais 9 mortes e 757 casos de covid-19

Portugal registou 757 novos casos e nove mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal registou, nas últimas …

EUA comprometem-se a tomar medidas concretas para resolver diferenças com França

Os Estados Unidos continuam a tentar resolver as diferenças com a França na sequência da crise dos submarinos, com o secretário de Estado a admitir que Washington terá de tomar medidas concretas para reconquistar a …

Portugueses suspeitos de violação em Espanha vão ser libertados

Depois de um recurso inicial ter sido rejeitado por perigo de fuga, um tribunal de instância superior aceitou o pedido de libertação dos dois portugueses que estavam em prisão preventiva desde Julho. Vão ser libertados esta …

Administração da insolvência defende a viabilização da Dielmar

As manifestações de interesse na compra da Dielmar devem ser apresentadas até à próxima segunda-feira. A assembleia de credores está marcada para 6 de Outubro. Segundo revela uma fonte próxima ao Jornal Económico, o administrador da …

FBI emite mandado de detenção a Brian Laundrie, namorado de Gabby Petito

O namorado de Gabby Petito desapareceu três dias depois da jovem também ter sido dada como desaparecida. O jovem de 23 anos está também a ser acusado de fraude bancária. O FBI emitiu esta quarta-feira um …

Cavidade gigante no espaço lança nova luz sobre a formação estelar

Astrónomos que analisaram mapas 3D das formas e tamanhos de nuvens moleculares próximas descobriram uma cavidade gigantesca no espaço. O vazio em forma de esfera, descrito na revista The Astrophysical Journal Letters, abrange cerca de 150 …

Professor que fazia vídeos obscenos foi suspenso

O Ministério da Educação suspendeu o professor de Economia e Direito da Escola Secundária Eça de Queirós, na Póvoa de Varzim, que terá um canal de YouTube com vídeos obscenos. O docente da Secundária Eça de …