Cerveja com testículos de baleia defumados em fezes causa polémica

(dv) Brugghus Steojar

Cerveja com testículos de baleia

Cerveja com testículos de baleia

Uma cerveja feita com testículos de baleia defumados com fezes secas de ovelha. Eis uma invenção islandesa que está a suscitar a revolta dos ambientalistas que defendem as baleias.

Os grupos de conservação da baleia atiram críticas acutilantes à pequena empresa Brugghus Steojar, a criadora desta peculiar cerveja numa colaboração com a companhia baleeira islandesa Hvalur.

Para o fabrico de cada cerveja é usado um testículo inteiro de baleia que é trabalhado da “velha maneira tradicional, ou seja, “defumado com fezes secas de ovelha”, o que lhe dá “um sabor defumado único”, explica um dos responsáveis da empresa, Dagbjartur Ariliusson, em declarações ao site Beveragedaily.com.

No ano passado, a Brugghus Steojar, que nasceu apenas em 2012, lançou uma cerveja que continha farinhas de baleia, tornando-se então notícia internacional – não só pela invenção, mas pela fúria que suscitou igualmente junto dos ambientalistas.

A espécie de baleia utilizada para o fabrico da cerveja, denominada “fin”, correrá risco de extinção, incluindo a Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN).

Citada pelo jornal The Guardian, a ambientalista Vanessa Williams-Grey, do grupo Whale and Dolphin Conservation, lamenta, que “esta é uma jogada calculada, não apenas para desonrar uma criatura linda e ameaçada, usando as partes mais íntimas do seu corpo como uma estratégia de marketing, mas também envia “dois dedos” claros à comunidade de Conservação e àqueles que amam e respeitam as baleias”.

Vanessa Williams-Grey deixa ainda um apelo àqueles que visitam a Islândia para não comprarem esta cerveja, mostrando assim aos seus criadores “o desdém que merecem”.

Mas Dagbjartur Ariliusson sustenta que, “de acordo com a pesquisa” da empresa, “a baleia “fin” do Atlântico Norte não está em risco de extinção”, conforme nota no Beveragedaily.com. Este responsável frisa ainda que a actividade de caça à baleia está “muito bem controlada pelas autoridades islandesas” e considera que as empresas de pesca do país são “muito responsáveis” e “auto-sustentáveis”.

A Islândia tinha proibido a caça à baleia em 2011, indo assim ao encontro da interdição decretada em 1986 pela Comissão Baleeira Internacional. Mas, em 2013, o país voltou a autorizar a actividade, determinando uma quota máxima de pesca de 184 baleias.

Quanto à cerveja, vai ser lançada no dia 23 de Janeiro, no Festival de Inverno que os islandeses dedicam ao Deus nórdico Thor e que é a celebração das comidas mais tradicionais do país – são exemplos o tubarão podre cru, os testículos de carneiro e a gordura azeda de baleia.

A marca vai colocar 20 mil garrafas no mercado e cada garrafa vai custar mais de três euros na Islândia. Fora do país o preço será mais caro.

SV, ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Sporting 2-2 Belenenses SAD | Líder salva virgindade nos descontos

A Belenenses SAD esteve a segundos de cumprir a promessa de Petit, que na antevisão da partida apontava para a primeira derrota do Sporting. Os “azuis” estiveram a vencer por 2-0, graças a uma eficácia …

Quatro anos depois, Danny recuperou a sua prancha. Estava a 2700 quilómetros

Um surfista australiano recuperou a sua prancha quatro anos depois de a ter perdido. Estava a 2700 quilómetros do sítio onde a tinha visto pela última vez. Danny Griffiths, um surfista habituado a ondas grandes, perdeu …

Os astronautas precisam de um frigorífico. Engenheiros trabalham num que funciona de "cabeça para baixo"

Para que os astronautas façam longas missões à Lua ou a Marte, precisam de um frigorífico, mas estes eletrodomésticos não são projetados para funcionar em gravidade zero. Os astronautas precisam de frigoríficos para as missões prolongadas …

A maior "cidade-fantasma" da China voltou a florescer (graças à educação)

Kangbashi, na Mongólia Interior, é considerada há muitos anos a maior "cidade-fantasma" da China. Agora, tem muito a agradecer a uma jogada inesperada, mas muito eficaz: o setor da Educação. Há alguns anos que Kangbashi, uma …

Carro da Tesla ajuda o FBI a capturar homem suspeito de atear fogo em igreja

As câmaras de um Tesla ajudaram as autoridades a prender um homem suspeito de atear fogo numa igreja na cidade de Springfield, no estado de Massachusetts. A congregação foi atacada mais de uma vez em …

Destemida e aventureira. Com apenas 18 anos, Simone Segouin ajudou a França a derrotar os nazis

Quando tinha apenas 18 anos, Simone Segouin juntou-se à Resistência Francesa para capturar as tropas nazis, sabotar os planos alemães e lutar contra o fascismo no seu país. Apesar de ter abandonado a escola bastante cedo, …

Orgulho e ciúmes. Corrida armamentista entre Coreias coloca ambiente de paz em risco

A relação entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul é conhecida por ser bastante conturbada, sendo que nos últimos anos já ocorreram alguns incidentes entre os países. Agora, as duas nações peninsulares …

"Estória mal contada": a saída de João Marques do Famalicão

Perto do final do campeonato feminino de futebol, o treinador das candidatas ao título abandona o emblema minhoto. Provavelmente porque vai liderar outra equipa minhota. Adeptos não gostaram. A Liga BPI, a primeira divisão nacional feminina …

Livre cede lugares à IL e ao Volt. Vasco Lourenço fala em "chicana política"

O Livre cedeu, esta quarta-feira, quatro lugares da sua comitiva no desfile que assinala o 25 de Abril à Iniciativa Liberal e ao Volt Portugal, depois da comissão promotora os ter informado de que não …

Pena de morte diminuiu. Execuções globais atingem o número mais baixo numa década

Globalmente, foram executadas 483 pessoas em 2020, o número mais baixo registado pela Amnistia Internacional (AI) numa década, marcando uma redução de 26% em relação a 2019 e 70% comparativamente a 2015. Segundo um artigo da …