Todos caem ao fim de uma semana de campanha. Salvou-se o PAN

Manuel Farinha / Lusa

O líder do Partido das Pessoas, dos Animais e da Natureza, André Silva

Ao fim da primeira semana de campanha eleitoral, muito marcada pelo caso Tancos, todos os partidos com assento parlamentar – à exceção do PAN – baixaram nas intenções de voto, indica uma nova sondagem da Pitagórica para a TVI, o JN e a TSF publicada esta sexta-feira ao fim do dia.

Na primeira semana de campanha e de sondagem, todos os partidos caíram: o PS de António Costa registou 37,5% das intenções de voto, menos meio ponto percentual do que na quinta-feira. Também o PSD perdeu pouco: menos umas décimas deixam os sociais democratas com 26,6%, de acordo com a TSF.

Meio ponto perdeu também o Bloco de Esquerda de Catarina Martins, que está agora com 10,1%. Em igual sentido, caiu a CDU (PCP e Os Verdes), que está agora com 5,1%.

Queda maior registou Assunção Cristas: o CDS agora tem 4% das intenções de voto.

De acordo com a sondagem, realizada entre 23 e 26 de setembro com uma sub-amostra de 150 entrevistados, dos partidos com assento parlamentar, só o PAN se salvou. O partido liderado por André Silva recuperou ligeiramente, registando 3,6%.

Trajetória inversa traçam os partidos que procuram pela primeira vez um lugar no Parlamento, fechando a semana a subir. Na frente, vai o Iniciativa Liberal (1,6%), seguindo-se depois o Livre (1,1%) e o Chega (1,1%).

Para trás na corrida parece estar o Aliança de Santana Lopes (0,7%).

A nova sondagem e a primeira semana de campanha afastaram um pouco mais o cenário de eventual maioria absoluta dos socialistas. De acordo com o TSF, 60% dos ouvidos é contra este cenário e até os eleitores do PS se mostram contra esta possibilidade (54%).

As eleições vão decorrer no próximo domingo, 6 de outubro.

ZAP ZAP //

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A campanha resvalou para o ataque pessoal, para uma enorme dramatização do caso Tancos, que não interessa a ninguém, exceto para quem quer usar esse caso como arma de arremesso político. Perde-se o chão, deixa-se de discutir propostas para o futuro e a campanha torna-se um campo de batalha bem desinteressante. Por isso não admira que os principais protagonistas comecem a perder nas intenções de voto.

    • A mim interessa saber quem são os culpados e o seu destino… eu ainda defendo a justiça e a justiça tem de ser feita… agora era o que mais faltava, esquecer o assunto. Ainda bem que tocaram no assunto em campanha eleitoral, significa que os podres vão começar a aparecer.

RESPONDER

Setor da restauração diz que os apoios e horários estabelecidos aumentam a “escravização"

Segundo um documento da PRO.VAR, dois em cada três (66,4%), dos estabelecimentos localizados em centros comerciais, ponderam apresentar pedidos de insolvência. O trabalho tem por base um inquérito a empresas do sector realizado entre os dias …

Ucrânia diz que Rússia não responde a pedido de conversações, mas conta com o apoio da NATO

O Presidente ucraniano, Volodimir Zelenskii, disse que ainda não conseguiu falar com o seu homólogo russo, Vladimir Putin, para discutir a escalada do conflito no Leste da Ucrânia. A Rússia e a Ucrânia acusam-se mutuamente de …

"O trabalho liberta." Polícia comunica pichagem nazi no Porto ao Ministério Público

A Polícia Municipal vai comunicar ao Ministério Público (MP) uma pichagem num portão da Avenida do Brasil, no Porto, com a frase nazi "o trabalho liberta". Uma pichagem num portão da Avenida do Brasil, no Porto, …

Um morto e um ferido em tiroteio junto a hospital em Paris. Atirador encontra-se em fuga

Um tiroteio numa rua no bairro 16 da capital francesa causou a morte de um segurança do hospital Henry Dunant e ferimentos muito graves numa utente. Os disparos deram-se em frente ao hospital Henry Dunant, …

Bloco de Esquerda quer plano nacional de férias de Verão financiado pelo Governo

O Bloco de Esquerda vai entregar um projeto de lei na Assembleia da República para que o Governo defina um programa de férias de Verão. Catarina Martins, coordenadora do partido, frisa que a maior parte …

Índia ultrapassa Brasil e é o segundo país mais afetado pela covid-19

A Índia é o segundo país mais afetado pela pandemia de covid-19, ultrapassando o Brasil, depois de registar um valor máximo de 168 mil novas contaminações nas últimas 24 horas. O país, com 1,3 mil milhões …

Dois anos depois, mulher de Assange pede que Reino Unido pressione EUA para acusações caírem

A mulher de Julian Assange, Stella Moris, disse que a Grã-Bretanha seria mais forte a fazer campanha contra regimes autoritários se pressionasse o Governo Biden a retirar o seu apelo para o extraditar sob acusações …

Operação Marquês. Ministério Público pede alargamento do prazo previsto na lei para recorrer

Depois da decisão instrutória tomada pelo juiz Ivo Rosa, os procuradores Rosário Teixeira e Vítor Pinto já entregaram um requerimento a pedir 120 dias para o recurso. O alargamento do prazo passaria assim a ser …

Duas mortes e 271 infetados em 24 horas. Rt continua a subir em Portugal

O boletim da DGS desta segunda-feira dá conta de mais 271 novos casos. Registaram-se ainda mais duas mortes por covid-19. Segundo a DGS existem 25.784 casos ativos, menos 176 do que na véspera, e há mais …

Maioria dos pobres em Portugal trabalha (os "três D" da pobreza e 4 perfis que são uma "supresa")

Um quinto da população portuguesa é pobre e a maior parte das pessoas em situação de pobreza trabalha, mantendo vínculos laborais sem termo. As conclusões são de um estudo promovido pela Fundação Francisco Manuel dos …