Americanos estão a envenenar-se a tentar matar o coronavírus

O surto do novo coronavírus começou a agravar-se nos Estados Unidos no início de março. Desde então, as chamadas para os centros de controlo de intoxicações “aumentaram acentuadamente”.

Estas é a conclusão de um novo estudo do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA. De adultos que criam gás de cloro nas cozinhas a crianças que consomem desinfetante para as mãos, vários americanos estão a envenenar-se numa tentativa falhada de se defenderem do coronavírus.

O estudo foi publicado esta semana no Morbidity and Mortality Weekly Report do CDC.

Embora os investigadores não consigam associar diretamente o aumento do número de telefonemas para estas linhas de apoio à defesa contra a covid-19, “o timing destas ocorrências relatadas correspondeu ao aumento da cobertura mediática da pandemia de covid-19, relatos de escassez de produtos de limpeza e desinfeção e o início da quarentena em alguns locais”, escrevem os investigadores.

As chamadas sobre exposição a produtos de limpeza e desinfeção, por exemplo, aumentou significativamente no início de março, numa altura em que o surto se começou a intensificar, realça o Ars Technica. No mesmo sentido, o envenenamento por lixívia, desinfetantes, e álcool-gel também aumentou. Estes são produtos cuja procura aumentou devido à pandemia de covid-19.

“Para reduzir o uso inadequado e evitar exposições químicas desnecessárias, os utilizadores devem sempre ler e seguir as instruções no rótulo, usar apenas água em temperatura ambiente para diluição (a menos que indicado de outra forma no rótulo), evitar misturar produtos químicos, usar proteção ocular e de pele, garantir ventilação adequada e armazenar produtos químicos fora do alcance das crianças”, apelam os autores do estudo.

Os investigadores recomendam ainda que quando regressar a casa após ir às compras deve lavar imediatamente as mãos. Além disso, a maioria dos epidemiologistas acredita que o risco de infeção pelas embalagens das compras é demasiado baixo.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Quanta ignorancia! Quanta insanidade!
    Realmente, como dizia Einstein, “entre a inteligência e a estupidez, só a estupidez não tem limite”.
    Quando os próprios fabricantes de desinfectantes referem expressamente nas embalagens que aquele tipo de produtos NÃO PODEM SER INGERIDOS, RISCO DE ENVENENAMENTO, ETC, ETC, vêm estes alarves e…pimba, desatam a tomar aquele tipo de produtos como quem bebe água. Claro que a ajudar “á festa”, têm um presidente que é uma autêntica TRAMPA que, ao que parece, ainda instiga a estupidez. Será curioso ver, que responsabilidades lhe vão ser atribuídas no fim disto tudo.

  2. Quando o alarve diz que os americanos (alguns, tão, ou mais alarve que ele), se dveriam injectar com desinfectante, aqui está o resultado.

  3. Os americanos são indivíduos com muitas ideias.
    Como é que se chama a isto, mesmo? Idiotas, não é?! 😀

  4. Tão ignorante é o mentor da receita como aqueles que o seguem, muita ignorância existe por aquele país de arrogantes!

RESPONDER

Paços de Ferreira 0-5 Benfica | Seferovic “parte tudo” na Capital do Móvel

Na noite deste sábado, o Benfica somou o sétimo triunfo consecutivo no campeonato, ao golear o Paços de Ferreira por 5-0, num embate relativo à 26.ª jornada do campeonato. A equipa de Jorge Jesus, que acabou …

Após terramotos e deslizamentos, a "cidade moribunda" de Itália ainda resiste no topo de uma montanha

Chamar-se a si mesmo de "Cidade Moribunda" pode não parecer a melhor forma de atrair turistas, mas Civita, em Itália, aprendeu a viver com o facto de estar a morrer. Há vários séculos, a cidade …

"Alexa, estou com calor." Já é possível controlar o ar condicionado de um Lamborghini apenas com a voz

A Amazon está a dar um grande passo na indústria automóvel ao integrar a Alexa no Huracán EVO da Lamborghini, não apenas para fazer perguntas, mas dando ao assistente virtual a capacidade de controlar as …

Nova tecnologia pode enviar luz solar para o subsolo

Investigadores da Universidade Tecnológica de Nanyang, na Singapura, inventaram um novo dispositivo que pode ajudar o país a iluminar a sua crescente infraestrutura subterrânea. A Singapura é um dos países que tem apostado cada vez mais …

Livro lança "caça ao tesouro" a urna de ouro oferecida por Inglaterra a França antes da Entente Cordiale

Um novo enigma literário está prestes a chegar às estantes de livros com uma recompensa incomum. Pistas em "The Golden Treasure of the Entente Cordiale" podem levar leitores no Reino Unido e França a um …

Para evitar casos de burnout, LinkedIn deu uma semana de férias aos quase 16 mil funcionários

O LinkedIn decidiu dar uma semana de férias (remunerada), que começou esta segunda-feira, a todos os seus funcionários espalhados pelo mundo. O objetivo? Desconectar, recarregar baterias e prevenir casos de burnout.  "Queríamos ter a certeza de …

Pequenos nadadores-robô curam-se a si próprios (e em movimento)

Uma equipa de investigadores da American Chemical Society desenvolveu pequenos robôs nadadores que conseguem curar-se a si mesmos magneticamente. O tecido vivo pode curar-se autonomamente de muitos ferimentos, mas fornecer habilidades semelhantes a sistemas artificiais, como …

Tondela 0-2 FC Porto | Missão cumprida com serviços mínimos

Missão cumprida. O FC Porto fez poupanças no jogo com o Tondela, mas levou os três pontos para casa, graças a um triunfo por 2-0. Os “dragões” foram claramente superiores no primeiro tempo, marcaram por Toni …

Portugal pode atingir linha vermelha dos 120 novos casos por 100 mil habitantes em dois meses

Portugal pode atingir uma taxa de incidência de de 120 casos por 100 mil habitantes daqui a dois ou mais meses se se mantiver o atual ritmo de crescimento deste indicador. Esta é a conclusão de …

Akon ainda não construiu a "Wakanda da vida real", mas o Uganda já lhe está a dar terrenos para a segunda

O artista de R&B Akon ainda não concretizou a sua visão ambiciosa de uma cidade “futurística” alimentada por uma criptomoeda chamada “Akoin” e construída num terreno que lhe foi dado pelo governo senegalês. Contudo, o …