Supremo Tribunal da Islândia confirma prisão para 7 banqueiros

1

O Supremo Tribunal da Islândia confirmou as condenações de nove executivos daquele que foi o maior banco do país e que despoletou a crise económica de 2008. Sete dos culpados vão cumprir pena de prisão.

A decisão confirma que a Islândia é mesmo caso único no mundo, julgando os banqueiros como criminosos, ao contrário do que se tem passado em casos semelhantes em países da Europa e nos EUA.

O jornal britânico The Independent cita fontes islandesas para salientar que o Supremo Tribunal da Islândia (STI) considerou culpados todos os envolvidos neste processo judicial que começou em Abril de 2015, implicando executivos do Banco Kaupthing, que era o maior da Islândia até à crise de 2008.

O Banco foi à falência, devido ao elevado montante da dívida, e o Estado foi obrigado a intervir. A instituição financeira é agora, conhecida por Arion Banki.

A sentença de primeira instância, tomada num tribunal de Reiquiavique, condenou apenas sete dos nove arguidos. Mas o STI anulou essa decisão, considerando os 9 banqueiros culpados de manipulação dos mercados.

O Supremo confirmou as penas de prisão que variam entre um e mais de quatro anos a seis dos executivos e aumentou em seis meses a pena de prisão de 5 anos e meio que tinha sido aplicada ao antigo director do Banco, Hreioar Már Sigurosson.

O ex-responsável pela área de crédito, Björk Þórarinsdóttir, e o antigo CEO do Kaupthing Luxembourg, Magnús Guomundsson, não vão cumprir penas de prisão, apesar de serem considerados culpados.

ZAP

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Então e cá de que estão à espera para mandar essa cambada de banqueiros corruptos que afundaram a economia portuguesa para a prisão? E não só banqueiros, mas políticos também, como o Sócrates.
    A Islândia é em tudo um país admirável e onde a lei impera. Em Portugal é o contrário, parece um país sem lei, por vezes governado por foras-da-lei.

  2. É da mais elementar justiça! Quem comete erros ou engana o cidadão comum, aquele que pouco tem com que se defender, deve pagar por isso. Na Islândia e em qualquer lugar do Mundo. Talvez um dia também chegue a Portugal. Quem sabe !! A sério. E sem contemplações. Esperemos !!

  3. nao ha direito. os islandeses copiaram o nosso sistema (julgamento e condenaçao dos nossos banqueiros – bpn, bes, banif) e condenaram os banqueiros deles que levaram o pais a bater no fundo. temos que reclamar com eles por nos term copiado as ideias, rssss
    assim se faz justiça. nao é como em Portugal que ha uns 5 anos que se anda a lidar com o casos do bpn e ainda esta longe de acabar. por este andar ainda os responsaveis morrem e ficam por cumprir as penas

  4. E se recalcitram ainda vos sucede o mesmo que à “investigadora presa após ter contestado perda de bolsa e acusado os juízes de corrupção”. Notícia que podem ler aqui no ZAP – aeiou.
    É comer e calar…

  5. portugueses, ponham aqui os olhos…, não interessa não é verdade??? compreende-se, embora não se entenda…, nunca chegaram a lado algum.

  6. Se votassem mais se calhar não tínhamos os governos que tivemos/temos mas a mania do tuga de se desculpar, meter culpas nos outros e fugir à responsabilidade das suas acções é algo de impressionante!
    Enfim…

RESPONDER

-

PJ desmantelou organização criminosa ligada ao tráfico de drogas por via áerea

A Polícia Judiciária (PJ) desmantelou uma organização criminosa, sediada na região de Lisboa, dedicada ao tráfico internacional de estupefacientes por via aérea que decorria há dois anos e durante a qual foram detidas várias pessoas. A …

O papa Francisco

Visita do Papa abre excepção para gastos até 5 milhões por ajuste directo

O governo criou uma excepção à medida no âmbito da visita do Papa a Fátima, permitindo a contratualização de despesas por ajuste directo até um montante máximo de 5,1 milhões de euros. O novo decreto-lei publicado …

Ricardo Salgado, ex-presidente do BES

Ricardo Salgado constituído arguido na Operação Marquês

O ex-presidente do BES Ricardo Salgado está a ser interrogado pelo Ministério Público depois de ter sido constituído arguido, esta quarta-feira, no âmbito da Operação Marquês, o processo que envolve José Sócrates. De acordo com a …

O ministro das Finanças, Mário Centeno, no debate do OE 2017

Centeno exalta-se com as críticas do PSD. "Não faz ideia do que é um banco!"

Mário Centeno zangou-se no Parlamento com as críticas do deputado do PSD António Leitão Amaro e aumentou o tom para lhe responder, durante a audição sobre a Caixa Geral de Depósitos. "Não faz a menor ideia …

-

Atentado suicida contra forças governamentais faz dezenas de mortos no Mali

Um bombista suicida matou esta quarta-feira pelo menos 37 ex-rebeldes e membros de grupos armados pró-governamentais na cidade de Gao, no norte do Mali, indicou uma fonte militar. Fontes médicas falam em mais de 60 mortos. "Um …

José Manuel Silva, bastonário da Ordem dos Médicos

Bastonário da Ordem dos Médicos alerta para o "negócio milionário" da Saúde 24

Um dia antes das eleições que vão escolher o seu sucessor, José Manuel Silva denuncia a linha de apoio como sendo um "negócio milionário" e um "desperdício", comparando com a situação no SNS, onde "quase …

Apanha da azeitona

Autarca denuncia trabalho escravo no Alentejo

Há trabalhadores imigrantes que vivem em condições deploráveis no Alentejo, uma situação de verdadeiro "trabalho escravo" que é "uma vergonha" para o país. A denúncia é feita por um autarca em plena campanha da apanha …

-

Infarmed alerta para riscos de automedicação com omeprazol

O Infarmed vai alertar a população para os riscos da automedicação com omeprazol, um fármaco para a úlcera gástrica e a doença do refluxo gastro esofágico, cuja utilização prolongada sem indicação clínica tem "efeitos adversos …

-

Autor do ataque em Istambul planeou massacre na praça de Taksim

O autor confesso do atentado perpetrado numa discoteca na noite de passagem de ano em Istambul declarou que o plano inicial era cometer um massacre na praça Taksim, no centro da cidade turca, informa o …

Manuel Valls, primeiro-ministro da França

Manuel Valls agredido com um estalo durante campanha em França

O ex-primeiro-ministro de França e candidato às presidenciais francesas, Manuel Valls, foi recebido com um estalo de um jovem, esta terça-feira, quando saía do edifício camarário de Lamballe, na região da Bretanha. Enquanto cumprimentava a população, …