Operação Fénix: Gerente da SPDE diz que só faz segurança pessoal à esposa

130

fcporto.pt

O presidente do FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa

O presidente do FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa

O sócio-gerente da SPDE, Eduardo Silva, afirmou esta sexta-feira, durante o julgamento do processo “Fénix”, que nunca prestou qualquer tipo de serviços de segurança pessoal, nomeadamente a elemento do Futebol Clube do Porto.

“Só faço segurança pessoal à minha esposa”, referiu Eduardo Silva.

O arguido refutava assim a acusação do Ministério Público, segundo a qual prestaria serviços de segurança pessoal a elementos do “staff” do Futebol Clube do Porto, nomeadamente a Pinto da Costa, e ao antigo administrador da SAD, Antero Henrique.

“Não tem nada a ver com segurança pessoal”, sublinhou.

A SPDE tem contrato com o clube azul e branco para a segurança do Estádio do Dragão e das outras instalações desportivas do clube.

Eduardo Silva admitiu que ele e outros elementos da empresa acompanharam o FCP ou os seus dirigentes em certas deslocações, mas nesses casos apenas prestavam serviços de “assessoria em segurança”.

Assessoria que passaria, em certos casos, por fazer “uma primeira barreira” entre os adeptos e os jogadores e responsáveis do clube, como terá acontecido numa fase em que o presidente do FCP estava “cansado” após ter sido submetido a uma intervenção cirúrgica.

A preocupação, referiu, era sempre em relação aos adeptos do FCP e ao “carinho” que estes quereriam demonstrar em relação à equipa e ao presidente, e não em relação à eventual hostilidade de adeptos dos clubes adversários.

Assim, os elementos da SPDE destacados para acompanhar as deslocações do FCP fariam um “levantamento” da situação, nomeadamente junto ao hotel onde a equipa iria ficar hospedada.

A ideia, acrescentou Eduardo Silva, seria também “filtrar” quem entrava no hotel.

Em declarações aos jornalistas, o advogado de Eduardo Silva lembrou que do contrato celebrado entre a SPDE e o FCP também faz parte a “vigilância estática a todos os elementos” da direção do clube.

O processo “Fénix” relaciona-se com a utilização ilegal de seguranças privados.

Os 54 arguidos respondem por crimes de associação criminosa, exercício ilícito da atividade de segurança privada, extorsão, coação, ofensa à integridade física qualificada, ofensas à integridade física agravadas pelo resultado morte, tráfico, posse de arma proibida e favorecimento pessoal.

Eduardo Silva é o principal arguido, estando acusado de 17 crimes de exercício ilícito de atividade de segurança privada, além de associação criminosa, favorecimento pessoal e detenção de arma proibida.

A lista de arguidos integra a SPDE – Segurança Privada e Vigilância em Eventos, acusada de um crime de associação criminosa e outro de exercício ilícito de atividade de segurança privada.

Para a acusação, ficou indiciado que este grupo se dedicava às chamadas “cobranças difíceis”, exigindo, através da violência física e/ou de ameaças, o pagamento de alegadas dívidas.

Dois dos arguidos do processo são o presidente do Futebol Clube do Porto e o antigo administrador da SAD portista, acusados de terem contratado serviços de acompanhamento e proteção pessoal a essa empresa, quando sabiam que esta não dispunha de alvará para o efeito.

Pinto da Costa já depôs, afirmando que nunca teve “guarda-costas”, enquanto Antero Henrique optou por não prestar declarações.

// Lusa

RESPONDER

Manuel Maria Carrilho, professor universitário e ex-ministro da Cultura

Carrilho terá ameaçado contratar atirador para matar Bárbara Guimarães

O ex-ministro da Cultura Manuel Maria Carrilho terá feito ameaças de morte à ex-mulher, a apresentadora de televisão Bárbara Guimarães, através de SMS. A revelação foi feita por testemunhas da estrela da SIC em tribunal, …

-

Governo dá tolerância de ponto no Carnaval

O Governo decidiu dar tolerância de ponto na terça-feira de Carnaval, no próximo dia 28 de fevereiro, aos trabalhadores da Função Pública, refere um despacho assinado pelo primeiro-ministro. Segundo o despacho a que a Lusa teve …

Ministra da Justiça, Francisca Van Dunem

Portugal demorou 24 horas a emitir mandado e Espanha libertou fugitivo de Caxias

Um dos reclusos chilenos que fugiu da prisão de Caxias, no fim-de-semana, e que foi detido em Espanha, foi libertado por falta do mandado de detenção europeu e por não haver vagas no centro de …

Marika Rökk ganhou fama durante o regime nazi como bailarina, cantora e atriz

Estrela de cinema do regime nazi era, afinal, espia da União Soviética

Documentos secretos agora desclassificados revelam que Marika Rökk, uma das maiores estrelas do cinema alemão na era nazi e no pós-guerra, afinal trabalhou para os serviços secretos soviéticos. Marika Rökk nasceu no Cairo em 1913 e …

O tenente-general H. R. McMaster, novo assessor de Segurança Nacional de Donald Trump

Trump nomeia tenente-general McMaster assessor de Segurança Nacional

O Presidente dos Estados Unidos nomeou esta segunda-feira o tenente-general H. R. McMaster seu novo assessor de Segurança Nacional, depois da renúncia de Michael Flynn devido aos contactos com russos sobre as sanções a Moscovo. Numa …

Cidade do Panamá, no Panamá

Fisco deixou escapar 10 mil milhões de euros para offshores

A Inspecção Geral de Finanças está a investigar o facto de dez mil milhões de euros de transferências de dinheiro para offshores terem ficado fora do controle do Fisco. O caso é reportado pelo jornal Público …

-

Escolas privadas continuam a inflacionar notas no ensino secundário

As notas atribuídas pelas escolas privadas em 2016 aos alunos do secundário foram mais altas em cerca de 0,67 valores do que as das escolas públicas, segundo um estudo que compara as classificações internas no …

-

Queda de avioneta na Austrália faz cinco mortos

A avioneta que caiu, esta terça-feira, junto a um centro comercial perto da cidade australiana de Melbourne explodiu numa "enorme bola de fogo", com a polícia a informar que nenhuma das cinco pessoas a bordo …

Central Nuclear de Almaraz, em Cáceres

Almaraz: Portugal vai retirar queixa contra Espanha

A Comissão Europeia anunciou esta terça-feira que acordou com os governos de Portugal e Espanha uma "resolução amigável" para o litígio em torno de Almaraz, que prevê uma visita conjunta à central nuclear, com a …

Marine Le Pen em visita ao Líbano

Marine Le Pen recusou véu islâmico em encontro com o grande mufti de Beirute

Marine Le Pen, candidata da extrema-direita às presidenciais francesas recusou-se hoje a usar o véu imposto às mulheres no encontro com o mufti de Beirute. Momentos antes da reunião, elementos do gabinete do grande mufti da …