Greve de 6 meses no SEF vai deixar quase 7 mil vistos gold bloqueados

229

Tânia Rego / ABr

Os funcionários do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) vão estar em greve, a partir do dia 16 de janeiro até julho deste ano, arriscando a que quase sete mil pedidos de vistos gold fiquem bloqueados.

Em declarações ao jornal i, o sindicato do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras admite que, graças a esta greve de seis meses, vai ser impossível “dar vazão” a todos os pedidos que estão atualmente em análise.

No total, são 6.800 pedidos de vistos gold, que deram entrada no SEF desde o final de 2015, um número que representa quase o dobro dos que foram emitidos desde que este tipo de autorização de residência foi criada (apenas 3.715).

Tal como explica o jornal, o pedido para um visto gold exige um investimento mínimo de 500 mil euros em imóveis ou uma transferência de capitais num montante igual ou superior a um milhão de euros. Assim sendo, o número de pedidos pendentes representa mais de 3,5 mil milhões de euros que pode chegar a Portugal.

Ao jornal i, Manuela Niza Ribeiro, presidente do Sindicato dos Funcionários do SEF, alerta para o facto deste investimento poder vir a perder-se, caso os interessados comecem a desistir do processo e a olhar para outros países, como Espanha ou Chipre, “onde os processos de vistos gold são mais céleres”.

O sindicato decidiu avançar para esta greve devido à falta de resposta da tutela relativamente ao que consideram ser “um esvaziamento dos funcionários não policiais”. Escreve o jornal que, nos últimos três anos, o SEF perdeu 10% desses funcionários.

Também reclamam a reativação de um estatuto próprio de carreira e o pagamento de um subsídio que, apesar de estar previsto na lei, atualmente só é pago “à carreira de investigação e fiscalização”.

O protesto vai decorrer de uma forma faseada, isto é, em vez dos funcionários pararem todos ao mesmo tempo, haverá greves todos os dias da semana e em diferentes cidades e departamentos.

Greves na Saúde e na Educação

Além disso, os trabalhadores do setor da saúde também já anunciaram uma paralisação para o próximo dia 20 de janeiro. A aplicação das 35 horas semanais para todos, o descongelamento das progressões nas carreiras e o problema da precariedade são os motivos que levam a uma nova greve.

Por sua vez, diz o Dinheiro Vivo que nas escolas a greve chega a 3 de fevereiro com o pessoal não docente a reclamar por razões semelhantes aos colegas da saúde.

“A Educação é dos setores onde há mais situações de precariedade e onde mais se recorre aos Contratos-Emprego Inserção. Estando em causa funções de caráter permanente, há que resolver esta questão”, acentuou José Abraão, da Federação dos Sindicatos da administração Pública (FESAP), ao site.

Segundo dados da FNSTFPS, citados pelo Dinheiro Vivo, em 2014 havia mais de 60 mil funcionários não docentes, enquanto que, este ano, só trabalhavam nas escolas 49 mil.

ZAP //

RESPONDER

Afonso Dias, condenado pelo rapto de Rui Pedro

Caso Rui Pedro: Afonso Dias poderá sair da prisão em breve

Afonso Dias cumpre no próximo mês de março dois terços da pena a que foi condenado, podendo sair em liberdade condicional já nos próximos dias. Depois de dois anos preso na cadeia de Guimarães, Afonso Dias …

-

Venda do Novo Banco avança com os norte-americanos do Lone Star

O fundo norte-americano Lone Star foi o escolhido pelo Banco de Portugal para a compra do Novo Banco. O supervisor anuncia, nesta segunda-feira, o arranque das "negociações exclusivas". "O Banco de Portugal decidiu seleccionar o potencial …

Donald Trump com o seu vice-presidente, Mike Pence.

Mike Pence assegura em Bruxelas que EUA vão manter cooperação com UE

O vice-presidente norte-americano assegurou esta segunda-feira, em Bruxelas, que a administração de Donald Trump tem o "forte compromisso" de prosseguir a cooperação com a União Europeia, porque EUA e Europa "partilham os mesmos valores". "Hoje é …

António Domingues, o ex-presidente da Caixa Geral de Depósitos

"Domingues está mortinho por mostrar SMS de Centeno"

O futuro de Mário Centeno está nas mãos do ex-presidente da Caixa Geral de Depósitos (CGD), António Domingues. É Marques Mendes quem o diz, salientando que o ex-gestor do banco público está "mortinho por mostrar …

-

Detidos dois dos reclusos que fugiram da prisão de Caxias

Dois dos três reclusos que fugiram do estabelecimento prisional de Caxias, Oeiras, foram detidos em Madrid, no domingo, com documentos de identificação falsos, disse à Lusa fonte da polícia nacional espanhola. A mesma fonte adiantou que …

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

Coreia do Norte desconfia da investigação malaia à morte de Kim Jong-nam

O embaixador de Pyongyang na Malásia disse esta segunda-feira que a Coreia do Norte não pode confiar na investigação da polícia malaia à morte do meio-irmão do seu líder, após ser convocado pelo Governo de …

-

Deco quer retirar do mercado pinturas faciais do Carnaval

A associação de defesa do consumidor revelou esta segunda-feira que há pinturas faciais para crianças à venda com ingredientes que provocam alergias ou irritações na pele. A Deco anunciou também que vai denunciar a ausência de …

Orangotango bebê

Beijos de orangotangos podem guardar segredo da origem da fala humana

Uma equipa de cientistas afirma ter começado a desvendar segredos da origem da fala humana através da análise dos sons dos "beijos" emitidos pelos orangotangos. Uma das revelações do estudo, realizado na Universidade de Durham, no …

-

Peugeot-Citroën vai pagar 2 mil milhões pela Opel

A compra da Opel pela PSA, um negócio avaliado em 2000 milhões de dólares, será fechado esta semana e anunciado oficialmente na quinta-feira, quando o grupo que controla a Peugeot e a Citroen apresentar os …

-

Astrónomos querem que a Lua passe a ser um planeta

Alan Stern, principal investigador da missão New Horizons da NASA em Plutão, juntamente com cinco colegas, pretende reescrever a definição de "planeta". Segundo o The Times, uma das principais alterações que o grupo de cientistas quer introduzir …