60 mil contribuintes que estavam isentos foram notificados para pagar IMI de 2012

4353

Os contribuintes que perderam o direito à isenção de IMI em 2012 mas que só agora tomaram conhecimento disso terão um intervalo de “pelo menos seis meses” entre os prazos de pagamento do imposto, segundo o Ministério das Finanças.

Vários contribuintes que estavam isentos de pagamento do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) perderam o direito a este benefício em 2012 e estão agora a ser notificados pela Autoridade Tributária e Aduaneira, que enviou no final deste ano cerca de 60 mil notificações relativas ao imposto daquele ano.

A Lusa tomou conhecimento, por exemplo, do caso de uma contribuinte reformada residente no concelho de Torres Vedras que julgava estar isenta de IMI por ter um rendimento baixo, mas que recebeu em dezembro uma carta da repartição de Finanças local para pagar o imposto de 2012.

Questionado sobre este assunto, o Ministério das Finanças explicou à Lusa que “todos os anos é feito o controlo das liquidações de IMI que não foram realizadas no período normal e que o deveriam ter sido”, acrescentando que, tal como em 2015 foi feito o controlo do IMI de 2011, “em 2016 foi feito o controlo do IMI relativo a 2012”.

Isto porque a Lei Geral Tributária determina que a AT tem quatro anos para notificar um contribuinte com impostos para liquidar, salvo nos casos em que a lei fixar outros prazos.

À luz do código do IMI atualmente em vigor, nos casos em que o proprietário beneficiou da isenção indevidamente, o Fisco tem oito anos para proceder à liquidação relativa a todos os anos em que o benefício foi gozado.

O gabinete de Mário Centeno refere que, no final deste ano, foram feitas “cerca de 60 mil” notificações de liquidação de IMI relativas a 2012 e diz que este é um número “superior ao de anos anteriores” devido a “alterações legislativas ocorridas em 2012 e que reduziram o número de isenções de IMI”.

Isto acontece porque a avaliação geral dos prédios urbanos feita nesse ano “aumentou em alguns casos o valor do prédio urbano, ficando este acima do limiar da isenção”, e também porque “a lei de 2012 restringiu o leque de prédios suscetíveis de beneficiar de isenção”.

As Finanças admitem ainda que, “em alguns serviços de Finanças, nos casos de perda de isenção, os contribuintes foram também notificados agora para pagar o IMI relativo a anos posteriores a 2012” e reconhecem que “esta coincidência de prazos de pagamento provoca naturalmente dificuldades aos contribuintes”.

Para mitigar estas dificuldades, o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Fernando Rocha Andrade, “deu instruções para que essas notificações de anos posteriores a 2012 fossem alteradas”, garantindo que há “um período razoável, de pelo menos seis meses, entre os prazos de pagamento de valores de IMI respeitantes a anos diferentes”.

Também o presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos (STI), Paulo Ralha, disse à Lusa que “houve uma alteração das regras da concessão da isenção de IMI” que não foi logo incorporada no sistema informático.

“O sistema informático da AT devia ter ido buscar automaticamente estes dados e isso não aconteceu. Houve uma falha em 2012 que só agora é que foi identificada e superada”, disse Paulo Ralha.

No entanto, o dirigente sindical entende que o facto de o Fisco estar agora a notificar contribuintes para liquidarem IMI não é uma situação irregular, considerando, ainda assim, que também houve responsabilidades por parte da AT: “Os serviços deviam ter feito desde 2012 uma seriação correta destas situações”, defendeu.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

-

PJ desmantelou organização criminosa ligada ao tráfico de drogas por via áerea

A Polícia Judiciária (PJ) desmantelou uma organização criminosa, sediada na região de Lisboa, dedicada ao tráfico internacional de estupefacientes por via aérea que decorria há dois anos e durante a qual foram detidas várias pessoas. A …

O papa Francisco

Visita do Papa abre excepção para gastos até 5 milhões por ajuste directo

O governo criou uma excepção à medida no âmbito da visita do Papa a Fátima, permitindo a contratualização de despesas por ajuste directo até um montante máximo de 5,1 milhões de euros. O novo decreto-lei publicado …

Ricardo Salgado, ex-presidente do BES

Ricardo Salgado constituído arguido na Operação Marquês

O ex-presidente do BES Ricardo Salgado está a ser interrogado pelo Ministério Público depois de ter sido constituído arguido, esta quarta-feira, no âmbito da Operação Marquês, o processo que envolve José Sócrates. De acordo com a …

O ministro das Finanças, Mário Centeno, no debate do OE 2017

Centeno exalta-se com as críticas do PSD. "Não faz ideia do que é um banco!"

Mário Centeno zangou-se no Parlamento com as críticas do deputado do PSD António Leitão Amaro e aumentou o tom para lhe responder, durante a audição sobre a Caixa Geral de Depósitos. "Não faz a menor ideia …

-

Atentado suicida contra forças governamentais faz dezenas de mortos no Mali

Um bombista suicida matou esta quarta-feira pelo menos 37 ex-rebeldes e membros de grupos armados pró-governamentais na cidade de Gao, no norte do Mali, indicou uma fonte militar. Fontes médicas falam em mais de 60 mortos. "Um …

José Manuel Silva, bastonário da Ordem dos Médicos

Bastonário da Ordem dos Médicos alerta para o "negócio milionário" da Saúde 24

Um dia antes das eleições que vão escolher o seu sucessor, José Manuel Silva denuncia a linha de apoio como sendo um "negócio milionário" e um "desperdício", comparando com a situação no SNS, onde "quase …

Apanha da azeitona

Autarca denuncia trabalho escravo no Alentejo

Há trabalhadores imigrantes que vivem em condições deploráveis no Alentejo, uma situação de verdadeiro "trabalho escravo" que é "uma vergonha" para o país. A denúncia é feita por um autarca em plena campanha da apanha …

-

Infarmed alerta para riscos de automedicação com omeprazol

O Infarmed vai alertar a população para os riscos da automedicação com omeprazol, um fármaco para a úlcera gástrica e a doença do refluxo gastro esofágico, cuja utilização prolongada sem indicação clínica tem "efeitos adversos …

-

Autor do ataque em Istambul planeou massacre na praça de Taksim

O autor confesso do atentado perpetrado numa discoteca na noite de passagem de ano em Istambul declarou que o plano inicial era cometer um massacre na praça Taksim, no centro da cidade turca, informa o …

Manuel Valls, primeiro-ministro da França

Manuel Valls agredido com um estalo durante campanha em França

O ex-primeiro-ministro de França e candidato às presidenciais francesas, Manuel Valls, foi recebido com um estalo de um jovem, esta terça-feira, quando saía do edifício camarário de Lamballe, na região da Bretanha. Enquanto cumprimentava a população, …